9 Benefícios Incríveis do Lactobacillus Acidophilus para a Saúde

Os Probióticos estão a tornar-se suplementos alimentares bastante populares. Interessantemente, cada probiótico pode ter efeitos diferentes no nosso corpo.

O Lactobacillus acidophilus é um dos tipos de probióticos mais comuns e pode ser encontrado em alimentos fermentados, iogurtes e suplementos.

Lactobacillus Acidophilus

O que é o Lactobacillus Acidophilus?

O Lactobacillus Acidophilus é um tipo de bactéria presente nos seus intestinos. É um membro do género de bactérias Lactobacillus, e é uma peça fundamental na saúde humana. (1)

O seu nome dá uma indicação do que produz – ácido lático. Fá-lo ao produzir uma enzima chamada lacatase. A lactase quebra a lactose, um açucar presente no leite, formando ácido lático.

O Lactobacillus acidophilus também é denominado ocasionalmente como L. acidophilus ou simplesmente acidophilus.

O Lactobacilli, particularmente L. acidophilus, são utilizados frequentemente como probióticos.

A Organização Mundial de Saúde define os probióticos como sendo “micro-organismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, conferem um benefício ao nível da saúde ao seu hospedeiro” (2).

Infelizmente, os produtores alimentares têm sobreutilizado a palavra “probiótico”, aplicando-a a bactérias cujos benefícios de saúde não foram cientificamente comprovados. Isto levou a que a Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar banisse a palavra “probiótico” em todos os alimentos na UE.

O L. acidophilus tem sido extensivamente estudado enquanto probiótico e as evidências demonstram que pode providenciar diversos benefícios de saúde. No entanto, existem variadas estirpes diferentes do L. acidophilus, e cada uma delas pode ter efeitos distintos no seu corpo.

Para lá dos suplementos probióticos, o L. acidophilus pode ser encontrado naturalmente em numerosos alimentos fermentados, incluindo chucrute, miso e tempeh. É também adicionada enquanto probiótico a outros alimentos, como queijo e iogurte.

Os 9 Benefícios surpreendentes do Lactobacillus Acidophilus para a Saúde

Abaixo são apresentadas 9 formas em que o Lactobacillus acidophilus pode beneficiar a sua
saúde.

Ajuda a Reduzir o Colesterol

Níveis altos de colesterol podem aumentar o risco de doenças cardíacas. Isto é especialmente verdade nos casos de “mau” colesterol LDL.

Felizmente, estudos sugerem que certos probióticos podem ajudar a reduzir os níveis de colesterol e que o L. acidophilus pode ser mais efetivo do que outros tipos de probióticos (45).

Alguns destes estudos examinaram os probióticos de forma independente, enquanto outros utilizaram leite fermentado por probióticos.

Um estudo verificou que, ingerir o L. acidophilus em conjunto com outro probiótico durante 6 semanas reduz significativamente os níveis totais e LDL do colesterol, bem como o colesterol “bom” HDL. (6).

Um estudo semelhante no decorrer do mesmo intervalo de tempo, averiguou que o L. acidophilus, por si só, não teve qualquer efeito. (7).

No entanto, existes evidências de que combinar L. acidophilus com prebióticos, ou carboidratos indigestíveis que auxiliem o crescimento de bactérias boas, pode ajudar a aumentar os nível de colesterol HDL e baixar o açúcar no sangue.

Isso mesmo tem sido demonstrado em estudos usando probióticos e prebióticos, ambos como suplementos e em porções de leite fermentadas. (8).

Para além disso, vários outros estudos demonstraram que iogurte, suplementado com L. acidophilus, ajudou a reduzir os níveis de colesterol até 7% mais do que o iogurte tradicional (9101112).

Isto indica que o L. acidophilus – e não outro ingrediente presente no iogurte – foi responsável pelo efeito benéfico.

Resumindo: O Lactobacillus acidophilus, consumido por si só, em leite, iogurte ou outra combinação com
prebióticos, pode ajudar a baixar os níveis de colesterol.

Previne e Reduzir a Diarreia

A Diarreia afeta as pessoas por diversas razões, incluindo infecções bacterianas. Pode ser perigosa se persistir por um longo período de tempo, uma vez que resulta na perda de fluídos e, em alguns casos, desidratação.

Vários estudos demonstraram que probióticos como o L. acidophilus podem ajudir a prevenir e reduzir o risco de diarreia, que se encontra associada a diversas doenças. (13).

As evidências por detrás da habilidade do papel do L. acidophilus no tratamento de diarreia aguda em crianças são inconsistentes. Alguns estudos verificam um efeito benéfico, enquanto outros não encontram qualquer efeito do L. acidophilus nesse processo (1415).

O que Procura?
Acarbose: Bula de Indicações, efeitos colaterais, emagrece, Gravidez, interações, dosagem

Uma meta-análise envolvendo mais de 300 crianças, verificou que o L. acidophilus ajudou a reduzir a diarreia, mas apenas em crianças hospitalizadas (16).

Além disso, quando ingerido em combinação com outro probiótico, o L. acidophilus pode ajudar a reduzir a diarreia causada pela radioterapia em pacientes adultos com câncer (17).

De forma semelhante, pode ajudar a reduzir diarreia associada com antibióticos e uma infecção comum denominada de Clostridium difficile, ou C. diff (18).

Uma revisão de 12 estudos indicou que os probióticos são efeitos na prevenção da Diarreia do Viajante e que o Lactobacillus acidophilus, em combinação com outro probiótico, foi mais efetivo nessa tarefa (19).

Resumindo: Quando consumido em combinação com outros probióticos, o L. acidophilus pode
ajudar a prevenir e tratar a diarreia.

Reduz os Sintomas da Síndrome do Cólon Irritável

A Síndrome do Cólon Irritável (SCI) afeta até 1 em cada 5 pessoas em alguns países. Os seus sintomas incluem dor abdominal, inchaço e movimentos intestinais irregulares (20).

Embora se saiba muito pouco sobre a causa da Síndrome do Cólon Irritável, algumas investigações sugerem que pode ser causada por certos tipos de bactérias nos intestinos (21).

Nesse sentido, inúmeros estudos examinaram a possibilidade dos probióticos ajudarem a melhorar os seus sintomas.

Num estudo conduzido em 60 pessoas com doenças intestinais funcionais, incluindo a Síndrome do Cólon Irritável, concluiu-se que tomar uma combinação de L. acidophilus com outro probiótico durante um ou dois meses, melhorou os sintomas de inchaço (22).

Um estudo semelhante inferiu que o L. acidophilus, por si só, também reduziu dor abdominal em pacientes com Síndrome do Cólon Irritável (23).

Por outro lado, um outro estudo, que examinou uma combinação de L. acidophilus com outros probióticos, conclui que o mesmo não tinha qualquer efeito sobre os sintomas de Síndrome do Cólon Irritável (24).

Esta conclusão pode ser explicada por outro estudo, cujas conclusões indicam que ingerir uma pequena dose de probióticos de uma única estirpe, durante um curto período de tempo, pode melhorar os sintomas da SCI de forma mais eficaz.

Especificamente, o estudo indica que a melhor forma de tomar probióticos para a SCI, é recorrendo a probióticos de uma única estirpe, ao invés de combinações, por menos de 8 semanas, bem como uma dose de menos de 10 milhões de unidades de formação de colónias (UFC) por dia  (25).

No entanto, é importante que seja escolhido um suplemento de probiótico que tenha sido cientificamente comprovado no tratamento da SCI.

Resumindo: Os probióticos L. acidophilus podem melhorar sintomas de SCI, tais como dor abdominal e inchaço.

Trata e previne Infecções Vaginais

Vaginoses Bacterianas e candidíase vaginal são tipos comuns de infecções vaginais. Existem evidências bem fundamentadas de que o L. acidophilus pode ajudar a tratar e prevenir tais infecções.

As Lactobacilli são tipicamente as bactérias mais comuns na vagina. Elas produzem ácido lático, o que previne o crescimento de outras bactérias nocivas (26).

No entanto, em alguns casos de desordens vaginais, outras espécies de bactérias começam a exceder em números as lactobacilli (2728).

Diversos estudos indicam que, tomar L. acidophilus como suplemento probiótico pode prevenir e tratar infecções vaginais, ao aumentar a presença de lactobacilli na vagina (2930).

Contudo, outros estudos não encontraram qualquer relação (3132).

Comer iogurte que contém L. acidophilus também pode prevenir infecções vaginais. Todavia, ambos os estudos que examinaram essa ligação, eram significativamente pequenos e necessitariam de ser replicados em grande escala antes que qualquer ilação pode ser retirada dos seus dados  (3334).

Resumindo: O L. acidophilus enquanto suplemento probiótico pode ser útil na prevenção de desordens vaginais, tais como vaginoses e candidíases vaginais.

Promove a Perda de Peso

Lactobacillus Acidophilus Ajuda A Emagrecer

A bactéria nos nossos intestinos ajuda a controlar a ingestão de comida e inúmeros outros processos corporais.
Assim sendo, influencia o seu peso.

Existe alguma evidência de que os probióticos podem ajudá-lo a emagrecer, especialmente quando múltiplas espécies são consumidas em conjunto. No entanto, as evidências no efeito do L. acidophilus por si só ainda são pouco claras  (35).

O que Procura?
13 (Truques) Simples para Prevenir a Azia Durante a Gravidez

Um estudo recente que combinou os resultados de 17 estudos humanos e mais de 60 estudos animais concluiu que algumas espécies de lactobacilli levaram a perda de peso, enquanto outras podem ter contribuído para o aumento de peso (36).

Esse estudo inferiu que o L. acidophilus foi uma das espécies que levou ao ganho de peso. Todavia, a maioria dos estudos foi conduzida em animais em cativeiro e não humanos.

Para além do mais, alguns destes estudos mais antigos usaram probióticos que originalmente se pensava ser L. acidophilus, mas foram hoje já identificados como espécies diferentes (37).

Portanto, a evidência por detrás do efeito do L. acidophilus é pouco claro e são necessários estudos mais rigorosos.

Resumindo: Os probióticos podem ser efetivos na perda de peso, mas é necessária maior pesquisa para determinar o envolvimento do L. acidophilus em particular, na perda/ganho de peso em humanos.

Previne e Reduz Sintomas de Constipação e Gripe

Bactérias saudáveis como o L. acidophilus podem reforçar o sistema imunitário e assim ajudar a reduzir o risco de infecções virais.

Na verdade, alguns estudos sugerem que probióticos podem prevenir e melhorar os sintomas do resfriado comum (3839).

Alguns destes estudos examinaram o quão efetivamente o L. acidophilus tratou constipações em crianças.

Num estudo conduzido em 326 crianças, seis meses de probióticos L. acidophilus diários reduziram a febre em 53%, tosse em 41%, o uso de antibióticos em 68% e dias de ausência da escola em 32%.

O mesmo estudo inferiu que combinar L. acidophilus com outro probiótico foi ainda mais efetivo (40).

Um estudo semelhante ao L. acidophilus e outro probiótico também concluiu alcançou resultados positivos semelhantes na redução dos sintomas de resfriado em crianças (41).

Resumindo: O L. acidophilus, por si só e em combinação com outros probióticos, pode reduzir os sintomas de gripe, especialmente em crianças.

Previne e Reduz os Sintomas de Alergias

As alergias são comuns e podem causar sintomas tais como corrimento nasal ou comichão nos olhos. Felizmente, alguns indícios sugerem que certos probióticos podem reduzir os sintomas de algumas alergias (42).

Um estúdo demonstrou que consumir leite fermentado contendo L. acidophilus melhorou os sintomas da Alergia ao pólen da Cryptomeria japónica (43).

Similarmente, tomar L. acidophilus por 4 meses, reduz a inflamação nasal e outros sintomas em crianças com Rinite Alérgica, uma desordem que causa sintomas semelhantes à febre do feno ao longo de todo o ano (44).

Um estudo mais abrangente, conduzido em 47 crianças obteve as mesmas conclusões. Demonstrou que tomar uma combinação de L. acidophilus com outro probiótico reduz o corrimento nasal, bloqueamento das vias nasais e outros sintomas de alergia ao pólen (45).

Interessantemente, os probióticos reduziram a quantidade de um anticorpo chamado Imunoglobulina A (IgA), o qual está involvido nestas reacções alérgicas, nos intestinos.

Resumindo: Os probióticos L. acidophilus conseguem reduzir os sintomas de algumas alergias.

Ajuda a Prevenir e Reduzir os Sintomas de Eczema

Eczema

O eczema é uma doença na qual a pele se torna inflamável, resultando em coceira e dor. A forma mais comum é denominada de Dermatite Atópica.

Os indícios apontam para a possibilidade dos probióticos serem capazes de reduzir os sintomas desta doença inflamatória, tanto em crianças como adultos (46).

Um estudo descobriu que administrar uma mistura de L. acidophilus e outros probióticos a mulheres grávidas e aos seus filhos durante o primeiro trimestre de vida reduziu a prevalência de eczema em 22%, aquando da chegada do recém-nascido aos 12 meses de vida (47).

Um estudo semelhante inferiu que L. acidophilus, em combinação com terapia média tradicional, melhorou significativamente os sintomas de dermatite atópica em crianças (48).

Todavia, nem todos os estudos demonstraram efeitos positivos. Um estudo de grande dimensão conduzido em 231 recém-nascidos, aos quais foi administrado L. acidophilus durante os primeiros seis meses de vida, verificou a ausência de efeitos positivos em casos de dermatite atópica (49). Na verdade, aumentou a sensibilidade a alergénicos.

Resumindo: Alguns estudos demonstram que probióticos L. acidophilus podem ajudar a reduzir a prevalência e sintomas de eczema, enquanto outros não encontraram qualquer benefício.

O que Procura?
Mecanismos do Refluxo de Ácido Gástrico

É Bom para a Saúde Intestinal

Intestino Saudável

O seu intestino está revestido de trilhões de bactérias que possuem um papel importante na sua saúde. Geralmente, as lactobacilli são muito boas para a saúde intestinal. Elas produzem ácido lático, que pode prevenir bactérias nocivas de colonizar os intestinos.

Também asseguram que a mucosa intestinal fica intata (50).

O L. acidophilus pode aumentar a quantidade de outras bactérias saudáveis no intestino, incluindo outra lactobacilli e Bifidobacteria. Pode também aumentar os níveis de de ácidos gordos de cadeia curta, tais como butirato, que promove a saúde do intestino (51).

Outro estudo examinou cuidadosamente os feitos do L. acidophilus no intestino. Inferiu que tomá-lo como probiótico aumenta a expressão de genes nos intestinos que estão envolvidas na resposta imunológica (52). Estes resultados sugerem que o L. acidophilus pode suportar um sistema imunológico saudável.

Um estudo diferente examinou a forma como a combinação de L. acidophilus com um prebiótico afeta a saúde do intestino humano.

Verificou que esse suplemento combinado aumenta a quantidade de lactobacilli e Bifidobacteria nos intestinos, tal como ácidos gordos de cadeia curta, que são uma parte importante de um intestino saudável (53).

Resumindo: O L. acidophilus pode promover a saúde intestinal, ao aumentar a quantidade de bactérias saudáveis nos intestinos.

Como Beneficiar o máximo do Probiótico

Iogurte Probiótico Natural

O L. acidophilus é uma bactéria normal em intestinos saudáveis, mas podemos recolher inúmeros outros benefícios, tomando-o como suplemento ou consumindo alimentos que o contém.

Pode ser consumido em suplementos probióticos, seja por si só ou em combinação com outros probióticos ou prebióticos. No entanto, também se encontra em variadíssimos alimentos, particularmente alimentos fermentados.

Os alimentos mais ricos em L. acidophilus são:

• Iogurte: O Iogurte é tipicamente feito de bactérias como a L. bulgaricus e S. thermophilus. Alguns iogurtes também contém L. acidophilus, mas apenas aqueles com o rótulo de “culturas vivas e ativas”

Kefir: O Kefir (ou Quéfir) é feito de “grãos” de bactérias e leveduras, que podem ser adicionadas a leite ou água para produzir uma bebia fermentada saudável. Os tipos de bactéria e leveduras presentes no Kefir podem variar, mas comummente contém L. acidophilus, entre outros.

• Miso: O Miso é uma pasta originada do Japão, composta de grãos de soja em fermentação. Embora o micróbio primário no miso seja um fungo chamado Aspergillus oryzae, o miso pode também conter muitas bactérias, incluindo o L. acidophilus.

• Tempeh: O Tempeh é outro alimento feito através de grãos de soja fermentados. Pode
conter diferentes micro-organismos, incluindo L. acidophilus.

• Queijo: Diferentes variedades de queijo são produzidas utilizando diferentes bactérias. O L. acidophilus não é comummente utilizado como uma cultura para queijo, mas diversos estudos examinaram os efeitos de adicioná-lo como probiótico  (54).

• Chucrute: O Chucrute é um alimento fermentado feito através de couve. A maioria das bactérias nele presentes são espécies de Lactobacillus, incluindo L. acidophilus (55). Para além dos alimentos, a melhor forma de obter o L. acidophilus é diretamente através de suplementos.

Inúmeros suplementos probióticos de L. acidophilus estão disponíveis para compra, seja por si só ou em combinação com outros probióticos. Procure em lojas por probióticos com pelo menos mil milhões UFCs por dose.

Se vai tomar probióticos, é geralmente melhor que o faça aquando de uma refeição, idealmente com o pequeno almoço.

Se está agora a iniciar-se no universo dos probióticos, tente tomá-los diariamente durante uma semana ou duas e depois observe como se sente antes de continuar.

Resumindo: O L. acidophilus pode ser tomado como um suplemento probiótico, mas também se encontra em grandes quantidades em inúmeros alimentos fermentados.

A Conclusão Final

Suplemento De Lactobacillus Acidophilus

O L. acidophilus é uma bactéria probiótica que se encontra normalmente nos seus intestinos e que é crucial para a sua saúde. Devido à sua habilidade para produzir ácido lático e interagir com o seu sistema imunológico, pode ajudar a prevenir e tratar sintomas de diversas doenças.

De forma a aumentar a presença de L. acidophilus nos seus intestinos, ingira alimentos fermentados, incluindo os supra referidos. Em alternativa, suplementos L. acidophilus pode ser benéficos, especialmente se sofrer de uma das doenças mencionadas neste artigo.

Independente da forma como o obtém, o L. acidophilus pode providenciar benefícios de saúde para todos

loading...

07. Agosto 2017 by admin

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *