Abscesso Perianal

Um abscesso perianal é uma bolsa de pus nos tecidos que circundam o recto. O recto é a última parte do intestino, que acaba no ânus.

Causas de abscesso perianal

Um abscesso perianal é provocado por um germe designado por bactéria. As bactérias podem penetrar nos tecidos através de uma fissura na pele. Poderá ficar com fissuras na pele em caso de obstipação (dificuldade em defecar) por ter de fazer muita força ao evacuar. Uma lesão no recto como, por exemplo, as que resultam do uso de clisteres ou do sexo anal, também podem provocar fissuras. Corre um risco mais elevado de ter este problema se tiver diabetes ou estiver medicado com corticóides.

Sinais e sintomas de abscesso perianal

Um abscesso perianal é um nódulo («papo») que se pode sentir nos tecidos que circundam o recto. O nódulo é sensível e firme, movendo-se, geralmente, quando pressionado. Também é provável que tenha dores na zona rectal e febre. Se conseguir ver o abcesso na pele, constatará que ele é, habitualmente, vermelho, inchado e muito doloroso ao toque.

Diagnóstico

Exames: Poderá necessitar de efectuar um (ou mais do que um) dos seguintes exames para que o médico possa planear o seu tratamento:

Anuscopia: Este exame permite que o médico analise o interior do ânus e do recto. Coloca-se vaselina num pequeno tubo de plástico ou metal que é, depois, delicadamente empurrado pelo ânus até ao recto. O médico pode, também, recolher amostras das fezes para análise laboratorial, o que poderá ajudar a descobrir a causa do problema.

Colonoscopia: Este exame permite a análise das partes do intestino designadas por cólon e recto. Um tubo munido de uma luz na extremidade é delicadamente introduzido no ânus e pressionado para o interior do cólon. O médico pode, assim, analisar o interior do cólon para descobrir a causa do problema.

Sigmoidoscopia: Este exame analisa as partes do intestino grosso designadas por sigmóide e recto. Ambas constituem as partes mais inferiores do intestino, mais próximas do ânus. Um tubo munido de uma luz na extremidade é delicadamente introduzido no ânus e pressionado para o intestino. O seu médico pode, assim, analisar o interior do sigmóide e do recto para descobrir a causa do problema.

Riscos e Complicações do abscesso perianal

Se não receber tratamento, poderá formar-se uma fístula (comunicação entre o recto e a pele). Além disso, sem tratamento a infecção também pode alastrar para outras partes do corpo e originar uma doença grave. Se não receber o devido tratamento, e não tratar a respectiva causa, pode verificar-se uma recorrência do abcesso. Consulte o médico se tiver alguma preocupação ou questão relativamente à sua medicação ou tratamento.

Tratamento do abscesso perianal

Opções de tratamento: O seu tratamento poderá ser alterado em caso de dificuldades em curar o seu abcesso perirectal. Tal é, frequentemente, decidido após a realização de exames. Poderá ter de fazer alguns dos seguintes tratamentos, isoladamente ou em conjunto:

Alimentação: Ingira alimentos com um elevado teor de fibra para evitar a obstipação. Tal facilitar-lhe-á o acto de defecar e ajudará a evitar a formação de mais fissuras no recto. Além disso, não faça clisteres nem pratique sexo anal.

Medicamentos: Poderá necessitar de um antibiótico ou de um anti-fúngico para ajudar a combater a infecção. Também lhe poderão receitar laxantes para evitar a obstipação. Os laxantes tornam as fezes mais moles, para não ter de fazer muita força ao evacuar.

Cirurgia: Poderá ter de se submeter a uma intervenção cirúrgica para lancetar o abcesso e drenar o pus.

Foto de Abscesso Perianal

Clique na imagem abaixo para ver a foto completa.

foto de abscesso perianal - imagem 2

loading...
loading...

14. Março 2011 by admin

24 Comentários no Fórum

  1. Olá eu fui operado esta quinta feira dia 28 Abril 2016 pelas 4:55 da manhã, as 6:30 tava no quarto do hospital e tava, bem tive alta por volta das 14 horas, correu tudo muito bem e não sinto dores, só tenho de fazer curativo todos os dias e recuperar.

    Fiz com anestesia geral e estou muito bem, fiz em um hospital público em Guimarães, não paguei a cirurgia e tenho a dizer ao pessoal com este problema, não tenham medo, não custa nada, é rápido e ficasse logo bem.

  2. Quanto custa essa cirurgia de abscesso perianal só pra ter uma base de preço.

  3. Beatriz fiz a cirurgia tem uns 7 dias e estou muito bem nao sinto mais dores e mto tranquilo o antes e o depois. Tem q fazer pq senao pode complicar.

  4. Gente Tenho 3 fístulas anal e agr apareceu esse abcesso , estou cm MT dor e nunca marcam a minha cirurgia,. Alguém pode me dizer como eh a cirurgia de algum desses problemas? Não aguento mais são fortes dores frequentemente, estou cm medo do pré e do pós .. Alguém me ajude pf

  5. galera tamo junto nessa dor chata,mais o melhor a fazer é a cirurgia,fiz e vou retornar no medico dia 8 de janeiro ,agora vai ser feito a 2 etapaa a raspagem ..

  6. fiz a cirurgia e vou voltar para fazer a raspagem,ta tudo indo bem..

  7. galera nao tenha medo da cirurgia,pois depois de feita leva uns dois meses de recuperaçao para cicatrizar..so assim para acabar com essa dor chata..

  8. Operei a duas semanas de um abscesso perianal… Demorei quase um mês para compreender oq estava acontecendo… Fiz a cirurgia com anestesia raquidiana e fiquei no hospital por dois dias….nada confortável o pós mas melhor q aguentar as dores de antes.

  9. Essa coisa apareceu em mim e o médico disse que é abscesso perianal, até agora ainda fiz nada, as vezes ele enche e fica duro depois doe um pouco pois inflama e aí tomes remédio prá dor Torsilak e aliviou a dor e amoleceu e começar drenar um liquido aquoso e viscoso sem cheiro, não sei o que fazer e estou com medo de operar pois o médico me cobrou muito caro.

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *