Acidente Isquémico Transitório

Acidente Isquémico Transitório – Mini Trombose – Ataque (AIT – sangue e oxigénio não chegam ao cérebro):

Um acidente ou ataque isquémico transitório também é chamado AIT ou uma “mini trombose”. Pode ser um sinal de aviso antes de uma trombose. As AIT acontecem quando o sangue e o oxigénio não chegam ao cérebro. Os coágulos de sangue podem bloquear uma artéria que vá para o cérebro.

medical illustration of the effects of the TIA (transient ischemic attack)

medical illustration of the effects of the TIA (transient ischemic attack)

Quando isto acontece, essa parte do cérebro não recebe oxigénio suficiente. No caso de um AIT a artéria apenas fica bloqueada durante um curto espaço de tempo. Pode ter AITs mais que uma vez. Algumas pessoas têm AITs com mais frequência que outras pessoas.

Causas de Acidente Isquémico Transitório

A pressão arterial elevada ou a diabetes podem aumentar a probabilidade de ter um AIT. Outras causas podem ser quantidades elevadas de gordura no sangue (colesterol) ou fumar.

Sinais e sintomas

sintomas

Os sintomas de um Acidente Isquémico Transitório são os mesmos de um AVC. No entanto, os sintomas de AIT normalmente manifestam-se durante um período não superior a uma ou duas horas. Na verdade, a grande maioria dos AIT não duram mais do que 5 a 20 minutos. Para se classificar o evento como um AIT os sintomas devem regredir até às 24h depois de terem surgido.

Os sintomas de AIT podem incluir:

• Tonturas e confusão mental
• Fraqueza e/ou paralisia num lado do corpo
• Dormência súbita e grave em qualquer parte do corpo
• Perturbações da visão, inclusivamente perda súbita da visão
• Dificuldade no andar
• Problemas de coordenação nos braços e mãos
• Discurso lento, arrastado e entaramelado ou incapacidade de falar ou engolir

Diagnóstico

O seu médico perguntar-lhe-á acerca:

Dos seus sintomas actuais e do seu historial médico, sobretudo questões sobre factores de risco que podem potenciar a ocorrência de episódios de AVC tais como:

  • Hipertensão arterial
  • Diabetes
  • Colesterol elevado
  • Fumar
  • Certos tipos de doenças cardíacas

Feito o questionário, o seu médico passará a examiná-lo, prestando particular atenção à circulação sanguínea na zona do pescoço, pois é aqui que as principais artérias que abastecem de sangue o cérebro se localizam. Enquanto examina o seu pescoço, o médico utilizará o estetoscópio a fim de identificar quaisquer sons que indiquem turbulência na corrente sanguínea. Estes sons podem indicar que o sangue está a circular através de artérias estreitadas por placas de gordura.

Realizar-se-ão análises, bem como, eventualmente, um exame designado por electrocardiograma (ou ECG). Um ECG é um exame que mede a actividade eléctrica no seu coração.

O seu médico pode ainda solicitar uma tomografia computorizada ou uma ressonância magnética (RM) ao seu cérebro. Estas ajudarão a identificar e a localizar a causa do AIT.

A fim de avaliar o fluxo de sangue nos vasos sanguíneos o seu médico pode recorrer a outros exames, como o Eco-Doppler, a angiografia por ressonância magnética ou uma angiografia por Raio-X.

Caso o seu médico suspeite que os coágulos sanguíneos podem ter origem no seu coração, poderá ser necessário o recurso a exames do foro cardiológico (ecocardiograma por exemplo).

Tomografia Computorizada

Este teste é tão conhecido “TAC”. Uma máquina especial de raio-x utiliza um computador para obter imagens do cérebro. Os seus médicos consultam as imagens para detectarem possíveis problemas. Antes de tirar as imagens, poderá ser-lhe administrada contraste por via intravenosa na sua veia. O contraste ajuda a identificar mais facilmente o cérebro nas imagens. As pessoas que sejam alérgicas a marisco (lagosta, caranguejo ou camarão) poderão ser também alérgicas a este contraste. Avise o seu médico no caso de sofrer de qualquer uma destas alergias.

ECG de 12 eléctrodos

Este teste ajuda os médicos a procurarem danos ou problemas em diferentes áreas do coração. São colocados eléctrodos (10) no tórax, nos braços e nas pernas. Cada eléctrodo tem um fio ligado a uma máquina. Esta máquina imprime num papel o traçado do batimento cardíaco, em vez de o mostrar num ecrã semelhante a uma TV. Este teste é indolor e demora entre 5 a 10 minutos.

RM

Este teste também é chamado imagens por ressonância magnética. Durante a IRM são obtidas imagens 3-D (tridimensional) do cérebro. Os médicos utilizam estas imagens para procurar uma trombose ou outro problema no cérebro.

Ecodoppler carotídeo

Este é um teste indolor, que utiliza ondas sonoras para ver as suas artérias carótidas (as artérias no pescoço). As imagens das suas artérias aparecem num ecrã semelhante a uma TV. Poderá precisar do ultrasom para saber se tem bloqueios nessas artérias, o que poderá levar a uma trombose.

Evolução clínica

O surgimento de quaisquer sintomas indicativos de AVC ou Acidente Isquémico Transitório exige atenção médica imediata.

Pode esperar que um Acidente Isquémico Transitório dure menos que uma a duas horas no máximo. Se não experimentar um alívio rápido dos sintomas no espaço de uma hora após o seu surgimento, é provável que um AVC se sobreponha se não beneficiar de tratamento de emergência.

Prevenção e Cuidados a ter

Pode prevenir a ocorrência de AITs ao:

  • Não fumar
  • Manter a tensão arterial dentro de níveis normais. Neste caso pode necessitar de medicação para baixar a tensão arterial.
  • Baixar os seus níveis de colesterol LDL. Para os casos em que níveis elevados de colesterol LDL não respondem a uma dieta apropriada, as estatinas oferecem a melhor protecção contra AITs e AVCs.
  • Tomar aspirina no caso de o seu médico determinar que os benefícios da sua toma se sobrepõem a eventuais riscos
  • Praticar exercício regularmente
  • Ter hábitos alimentares saudáveis que passam por uma dieta: Rica em frutos e vegetais e Pobre em gorduras saturadas e colesterol.

Tratamento

Acidente Isquémico Transitório

O tratamento de Acidente Isquémico Transitório tem como fim evitar a ocorrência de um AVC em larga escala. A maior parte dos AITs são tratados com antiplaquetários. As possibilidades incluem:

  • Aspirina
  • Aspirina combinada com dipiridamol
  • Clopidogrel

Caso sofra de um estreitamento significativo de parte da carótida no pescoço que origine o bloqueio e retenção do fluxo sanguíneo para o coração. uma cirurgia correctiva pode resolver o problema. Esta intervenção contribuirá para evitar futuros AITs ou AVCs. A este procedimento dá-se o nome de endarterectomia com eventual implante de stent na artéria carótida.

Alguns AITs são devidos a pequenos coágulos de sangue livres que circulam no coração. Estes coágulos podem ocorrer em pessoas com fibrilhação auricular ou insuficiência cardíaca avançada. Nestes casos o seu médico prescreverá medicamentos anticoagulantes como a varfarina.

Pode precisar de um medicamento para tornar o sangue menos espesso ou para baixar a pressão arterial. Pode precisar de ser internado no hospital para fazer exames e tratamentos. Por vezes, pode ser necessária uma cirurgia para remover uma estenose de uma artéria.

Medicamentos

Dissolvente sanguíneo

Este medicamento evita a formação de coágulos no sangue. Os coágulos podem provocar tromboses, Acidentes cardíacos e a morte. Os dissolventes sanguíneos podem ser administrados, em primeiro lugar, por via IV ou através de uma injecção no abdómen (barriga).

Mais tarde, pode tomá-los por via oral, ou continuar por injecção. Os dissolventes sanguíneos podem facilitar o aparecimento de hemorragias ou de feridas. Se se barbear, utilize uma máquina de barbear eléctrica. Utilize uma escova de dentes macia para escovar os dentes. Se o fizer, evita sangrar da pele ou das gengivas.

Medicamento da pressão arterial

Este medicamento pode ser administrado para baixar a pressão arterial. Se a pressão arterial estiver muito alta, este medicamento pode ser logo administrado através de um IV. Também pode ser administrado num IV se estiver a vomitar muito.

Mais tarde, poderá tomar o medicamento por via oral. Se mantiver a pressão arterial sob controlo, protege o seu coração, os pulmões, o cérebro, os rins e outros orgãos.

Oxigénio

Poderá necessitar de uma dose extra de oxigénio durante a sua doença ou lesão. Poderá ser administrado através de uma máscara plástica sobre a sua boca e nariz. Ou, pode ser administrado através de sondas nasais (tubos curtos e finos no seu nariz).

Diga ao seu médico se o oxigénio estiver a secar no nariz ou se as sondas nasais o(a) incomodarem. Não tire o oxigénio sem pedir primeiro ao médico. Se o fizer, o seu corpo poderá não ter oxigénio suficiente.

Quando contactar o médico

Chame o 112 (INEM) imediatamente assim que alguém exiba sintomas de AIT/AVC e faça-o mesmo que estes se manifestem durante poucos minutos. Os AITs podem ser um sinal de alarme indicativo da iminência de um AVC e como tal exigem atenção imediata.

Prognóstico

Sem tratamento adequado, as pessoas com um historial médico de um ou mais AITs vêem significativamente aumentado o risco de sofrerem um AVC, quando comparadas com quem nunca tenha sofrido um AIT.

Informação Adicional

  • Sociedade Portuguesa de Neurologia
  • Alto Comissariado da Saúde http://www.acs.min-saude.pt/
  • Sociedade Portuguesa de Medicina Interna http://www.spmi.pt/

Sabe o que é um AVC Lacunar?

loading...

Deseja Receber as novas Materias no seu Email?

Insira o seu endereco de Email abaixo e confirme
Email *
loading...

14. Março 2011 by admin

One Comment

  1. Gostei de ler o texto ,estou muito preocupada com o meu marido, ele é fumante e está fazendo .

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *