Angina de Peito, Sintomas, Complicações e como Prevenir

Publicidade

A Angina de peito é uma dor ou desconforto no peito quando o oxigênio disponivel nas celulas não é suficiente para o músculo cardíaco. Não é uma doença mas sim um sintoma de uma doença ainda mais grave, conhecida como ” doença arterial coronariana ” , que se dá quando as embarcações que alimentão o coração (fornecimento de sangue) são estreitadas ou bloqueadas. A doença arterial coronariana é geralmente causada pela aterosclerose, uma doença causada pelos depósitos de gordura (chamados placas) nas paredes internas dos vasos sanguíneos. Embora a angina afete geralmente os homens de meia-idade ou mais velhos, esta pode ocorrer em ambos os sexos e em todas as idades.

 Angina de Peito, Conheça os Sintomas, Complicações, Tratamentos e como Prevenir

Normalmente, esta doença apresenta-se com a pressão, queimação ou aperto no peito. A dor geralmente ocorre no esterno, mas pode irradiar para o pescoço, braços, mandíbula, entre as escápulas (ombros) ou no estômago. Outros sintomas que podem acompanhar a angina incluem náuseas, vertigem ou tonturas, dificuldade em respirar , falta de ar e transpiração.

Os Médicos dividem-na em dois tipos:

  • A angina estável: A dor no peito tem um padrão específico, que ocorre quando alguém tem uma intensa atividade física ou tem uma emoção extrema. Outras situações que a desencadeiam inclui fumar cigarros ou charutos , o tempo frio, após uma refeição pesada . Esta pontada geralmente desaparece em poucos minutos .
  • A angina instável: Os sintomas são menos previsíveis , ” e se a notar deve chamar imediatamente o seu médico” . Esta dor no peito ocorre quando a pessoa está a descansar, a dormir , ou seja em repouso absoluto . O desconforto pode ser prolongado e intenso.

Diagnóstico

 O Seu médico poderá suspeitar que você tem angina de peito com base nos seus sintomas e riscos para uma possivel doença arterial coronária. O médico irá verificar os seus pulmões para ver se fuma (ou fumava) e se você tem diabetes e pressão alta. Perguntará-lhe sobre o seu histórico familiar e verificar o seu colesterol, incluindo o LDL (“mau” colesterol) e HDL ( “bom” colesterol). Verifique tambem como está a sua pressão arterial e pulso, e examine o seu coração e pulmões. Você poderá precisar de um ou mais testes de diagnóstico para determinar se possui a doença arterial coronariana. Os testes a seguir podem incluir:

  • Eletrocardiograma (ECG): Este faz um registro dos impulsos elétricos do seu coração. Você com este teste pode identificar problemas na frequência e ritmo cardíacos. Por vezes, pode apresentar alterações que indicam uma artéria obstruída.
  • Teste de Stress: Se o resultado do seu eletrocardiograma  sair normal , pode pedir um teste de estresse. Eles são feitos em uma esteira (passadeira rolante) durante o acompanhamento da sua frequência cardíaca. Em Outros testes de esforço podem até usar-se medicamentos para estimular o coração, atraves de injecções de material de contraste (corante) , com a finalidade de detectarem-se bloqueios captados atraves de imagens de ultra-som .
  • Arteriografia coronária: Estes exames das artérias coronárias são a forma mais precisa de medir a gravidade da doença coronariana. O teste é feito inserindo-se um tubo fino, longo e flexível (chamado cateter vascular ) através de uma artéria no antebraço ou na virilha. O médico guia o cateter até ao coração usando uma câmera especial. Uma vez que o cateter é colocado, é injetada uma substancia de contraste para mostrar o fluxo sanguineo no interior das artérias coronárias, com destaque para qualquer área que esteja mais estreita ou bloqueada.

Duração do ataque

Um ataque de angina de peito geralmente dura menos de cinco minutos. Uma dor que durar mais do que isso ou se fôr mais aguda pode dar origem a uma queda mais significativa do fluxo sanguíneo para o coração. Isto pode acontecer quando alguém está a ter um ataque cardíaco .

Publicidade

Prevenção , como prevenir ?

Você pode ajudar a prevenir a angina, o que causa o bloqueio das artérias causadas por doenças coronarianas, controlando todos os seus fatores de risco.

  • Colesterol Alto: Siga os conselhos do seu médico sobre uma dieta baixa em gorduras e colesterol, e se necessário, deverá tomar medicamentos para baixar o colesterol.
  • Pressão Alta: Siga as recomendações do seu médico para modificar a sua dieta e tomar o medicamento necessario para baixar a pressão .
  • Fumar: Se você fuma, deixe de fumar. Se não fuma, não comece.
  • Diabetes: Verifique os seus niveis de açúcar no sangue com frequência, siga uma dieta especial , tome insulina ou medicação oral (pílula) como o prescrito pelo médico.

É aconselhável exercitar-se regularmente e manter um peso saudável e estável. Se o estresse emocional lhe provocar uma crise de angina de peito , aprenda a lidar com o stress por exemplo atraves de técnicas de relaxamento .

Tratamentos

Quando a causa da angina é a doença arterial coronariana, o tratamento geralmente inclui:

  • Mudanças no estilo de vida: incluem perda de peso em pacientes obesos, terapia de cessação do tabagismo, drogas para reduzir o colesterol elevado, programa regular de exercícios para reduzir a pressão arterial elevada e técnicas de redução de stress.
  • Nitratos: incluindo a nitroglicerina: nitratos são medicamentos que dilatam os vasos sanguíneos (vasodilatadores). Estes Aumentam o fluxo sanguíneo nas artérias coronárias para facilitar ao coração bombear o sangue para o resto do corpo.
  • Betabloqueadores: atenolol (Tenormin) e metoprolol (Lopressor, Toprol-XL). Esses medicamentos diminuem a sobrecarga do coração ( diminuidores da frequência cardíaca ) , diminuindo a força das contrações do coração, especialmente durante o exercício fisico .
  • Os antagonistas de cálcio: como a nifedipina (Adalat, Procardia), verapamil (Calan, Isoptin, Verelan), diltiazem (Cardizem, Tiazac), amlodipina (Norvasc). Estes medicamentos podem ajudar a melhorar a eficiência da função do músculo cardíaco e podem reduzir o número e a gravidade dos episódios de dor torácica.
  • Aspirina: A Aspirina ajuda a prevenir coágulos de sangue nas artérias coronárias, e podem reduzir o risco de ataques cardíacos em pessoas que já têm doenças cardíacas.

Se você mudou o seu estilo de vida e os medicamentos não melhoram ou reduziram nem a angina nem o risco de um possivel ataque cardíaco , o médico poderá recomendar uma cirurgia cardíaca ou angioplastia com balão (angioplastia coronariana transluminal percutânea (PTCA).

Quando chamar um profissional

Chame seu médico se sentir dor no peito, mesmo se você pensar que é jovem demais para ter angina de peito e sem histórico de problemas cardíacos na família. O médico irá recomendar-lhe os próximos passos, dependendo de como você descrever os seus sintomas e fatores de risco.

ANGINA PEITO

Prognóstico

Em pessoas com doenças coronárias, o prognóstico depende de muitos fatores, incluindo a localização e a severidade do estreitamento da artéria, e o número de artérias coronárias envolvidas. O tratamento adequado melhora a perspectiva para as pessoas com doença arterial coronária.

Ler Tambem:

Como medir a Pressão Arterial
Como medir a Frequência Cardíaca

Publicidade

10. Outubro 2009 by admin

31 Comentários no Fórum

  1. Tenho 10 anos pratico futebol mas quando estou a jogar dói me o peito e o pescoço.ja fui a médico e nada foi detectado.será que posso continuar a jogar?gostava que alguém me respondesse

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *