Anti-celulite (Dieta)

A celulite é cada vez mais uma preocupação feminina, já que a maioria das mulheres sofre com este problema.

celulite antes e depois

Devido a vários fatores, nos quais se incluem uma alimentação pouco equilibrada e rica em gorduras, uma vida sedentária e uma ingestão insuficiente de água, a pele sofre alterações que levam ao aparecimento de uma ondulação e furinhos que caracterizam a chamada pele casca de laranja.

A celulite é causada pelo acúmulo de gordura e líquidos na região subcutânea, que irão pressionar a pele para cima. Contudo, como as fibras que sustentam a pele sofrem alterações, não acompanhando esse movimento, elas irão “segurar” a pele em algumas zonas, tornando-a assim irregular e ondulada.

Hoje em dia, são cada vez mais os tratamentos e produtos de aplicação tópica utilizados para combater a celulite. Contudo, e tendo em conta que esta é causada por diversos fatores, os quais referimos em cima, que provocam alterações a nível das fibras que sustentam a pele, mas também, na microcirculação local, esses tratamentos e produtos têm um resultado limitado.

Se nada for alterado na sua dieta, de modo a eliminar a massa gorda acumulada, e impedir que esse acúmulo volte a ocorrer, a celulite até pode desaparecer, mas irá inevitavelmente surgir de novo.

Uma dieta anti-celulite é assim o seu aliado mais forte no combate a este problema. Para a ajudar, apresentamos aqui um programa alimentar que irá promover a redução da gordura localizada e melhorar o aspeto de “casca de laranja” em 8 semanas. Confira.

Dieta anti-celulite saudável

Existem inúmeras dietas que prometem a eliminação do excesso de gordura corporal, contudo, para combater a celulite, não basta perder massa gorda: é necessário perdê-la com saúde e de maneira a promover a redução do problema.

Dessa forma, a dieta anti-celulite é um plano alimentar não restritivo, aliado à prática regular de exercício físico. As dietas restritivas, apesar de ajudarem a queimar massa gorda, não o fazem de uma forma saudável, tendo ainda um efeito indesejável no combate à celulite.

Este tipo de dietas provoca a redução de elasticidade da pele, o que irá tornar a aparência de “casca de laranja” ainda mais visível, piorando ainda mais o aspeto da pele.

Para diminuir a celulite, é essencial uma redução gradual a progressiva da gordura, de modo a preservar a elasticidade da pele. Dessa forma, uma dieta não restritiva e saudável, mesmo que mais lenta na perca de peso, é uma solução mais eficaz para a celulite.

E nesta dieta não pode faltar a prática regular de exercício físico, já que além de promover uma queima de gordura maior, irá ainda tornar a pele mais firme.

De acordo com um estudo realizado por Wayne Wescott em mais de 100 mulheres, esta dieta tem resultados evidentes, tendo-se observado em todas elas uma diminuição considerável da celulite ao fim de 8 semanas.

Além disso, ficou também comprovado que a massa gorda perdida foi em parte substituída por massa muscular, deixando assim essas áreas mais definidas e firmes.

Como vê, se você sofre de celulite, então tem aqui um plano de tratamento saudável, simples e eficaz, com resultados garantidos, com uma vantagem extra: sem necessidade de gastar rios de dinheiro em produtos e tratamentos estéticos.

Como funciona a Dieta anti-celulite

A dieta anti-celulite é um plano alimentar assente em algumas regras simples, a serem seguidas diariamente, e ainda, pela integração dos alimentos corretos.

Leia Também:  Benefícios do uso de Óculos de Sol

Não sendo restritiva, há ainda assim alguns alimentos que deve evitar, já que irão promover o aparecimento de celulite. Confira as regras que deve seguir na dieta anti-celulite, e ainda, quais os alimentos que deve e não deve comer.

Há um conjunto de regras básicas simples que qualquer dieta saudável para perder gordura deve seguir, tenha ela o objetivo de combater a celulite ou não. Essas regras incluem:

– não deve ficar mais de 3 horas durante o dia sem comer, devendo por isso fazer entre 5 a 6 refeições diárias;

– tomar sempre o café da manhã;

– beber no mínimo 1,5 litros de água por dia;

– fazer um prato bem colorido, de modo a fornecer ao seu organismo uma grande quantidade de nutrientes;

– variar os alimentos usados na dieta, para que a alimentação não comece a ser monótona;

– apostar em alimentos grelhados, cozidos ou feitos em vapor;

– comer um prato de sopa no início do almoço e jantar;

– consumo regular de alimentos ricos em potássio, devido à sua ação diurética;

– adotar uma dieta rica em verduras e vegetais, frutas, cereais integrais ou pouco refinados, pobre em sal, açúcar e gorduras, consumindo moderadamente lacticínios, peixe e carne.

Além destas regras alimentares, é ainda fundamental praticar atividade física regular, adequada à saúde e forma física da pessoa. Deverá, se possível, praticar exercício físico diariamente, mesmo que seja apenas uma caminhada de 30 minutos.

Além de promover a queima de gordura, facilitando assim a perda de peso e da massa gorda localizada, o exercício físico ajuda a tonificar o corpo, deixando a pele mais firme.

Na combinação entre uma dieta balanceada e promotora da perda de peso com a prática de atividade física regular, está a solução mais eficaz e saudável para combater a celulite.

Alimentos para combater a celulite

Como foi referido em cima, na dieta anti-celulite há alimentos que são mais e menos recomendados. Confira de seguida quais os alimentos que deve e que não deve comer, de modo a conseguir combater o aspeto “casca de laranja” com a dieta anti-celulite.

Alimentos que deve comer:

– ovos (deve apenas comer 2 a 3 por semana);

– consumo moderado de adoçante;

– gorduras saudáveis, como o azeite de oliva;

– massa, arroz e batata, em quantidades moderadas, como acompanhante da proteína da refeição (a massa e o arroz deverão ser preferencialmente integrais);

– carnes magras, como algumas partes da vaca, o peru e o frango;

– peixes, entre os quais o linguado, o salmão, o robalo ou a pescada;

– conservas em azeite de oliva ou ao natural;

– especiarias em quantidades moderadas e ervas aromáticas, como forma de substituir o sal;

– presunto sem gordura ou salsinhas e fiambres de carne de aves, como frango ou peru;

– frutas variadas, como a pera, o quivi, o melão, o abacaxi, a maçã, a laranja ou a melancia;

– verduras e legumes;

leite, iogurtes magros naturais e queijo fresco;

– sopa de legumes, com cenoura, abóbora e verduras (evite a batata).

Alimentos que deve evitar

– Refrigerantes e bebidas alcoólicas;

– Carnes ricas em gordura, como algumas partes da vaca, porco, cabrito, ganso, pato ou borrego;

– conservas em óleo;

– alimentos industrializados, como gelados com leite gordo, bolos e doces industriais;

– enchidos, como a farinheira, alheira, paio, chouriça, salpicão, etc.;

– alimentos fritos;

– alimentos panados;

– molhos calóricos, como a mostarda, a maionese ou o ketchup;

– delícias do mar, ostras e lagostins.

Leia Também:  Solução para Transpiração Excessiva

Dicas

Para que a sua dieta anti-celulite tenha os resultados pretendidos, há um conjunto de dicas que a irão ajudar bastante. Confira de seguida as nossas dicas.

Aumentar o consumo de fibras

As fibras, além de serem essenciais na regularização do seu trânsito intestinal, têm também a capacidade de ajudar a saciar. Assim, aposte em refeições ricas em fibras, como vegetais crus, sopas leves, que sendo pobres em calorias, ajudarão a sentir-se satisfeito mais depressa.

Comer sopa diariamente, no início do almoço e jantar, é comprovadamente uma das formas mais simples e eficazes de ajudar a controlar o peso. Existe mesmo um estudo realizado que demonstra que pessoas com excesso de peso que comem sopa todos os dias conseguem perder duas vezes mais peso do que aquelas que não comem.

Outra forma é começar a refeição principal com um prato de salada, já que estará igualmente a ingerir uma quantidade importante fibras, que terá o mesmo efeito que a sopa.

Cortar 100 calorias em cada refeição

Se cortar 100 calorias em cada refeição principal, no final de cada dia terá consumido menos 300 calorias. E se fizer o exercício físico como recomendado, pode ainda adicionar entre 300 a 500 calorias, o que perfaz um total de calorias a menos entre as 600 e as 800.

Cortando em pequenas coisas, como azeitonas, o pãozinho com manteiga ao almoço, ou uma colher a menos de arroz ou massa, conseguirá facilmente ter uma perda de peso e de gordura gradual considerável.

Modere as quantidades em cada refeição

Mais vale comer pouco muitas vezes, que comer muito poucas vezes. Esta é uma regra essencial. Dessa forma, no seu plano alimentar deve planejar três refeições principais moderadas, intercaladas com 2 a 3 lanches diários.

Um estudo realizado pela Universidade de Michigan, nos EUA, demonstrou que uma mulher que tenha as suas calorias diárias distribuídas por mais refeições é mais magra que outra que ingira as mesmas calorias, mas apenas faça as 3 principais refeições.

Na realidade, comer menores quantidades, mas mais frequentemente, aumenta a sensação de saciedade e estimula o metabolismo, o que leva a uma queima superior de gordura.

Dieta anti-celulite – cardápio

Segunda-feira

Café da manhã: copo de leite magro simples e uma fatia de pão integral, com fiambre de peru.

Lanche a meio da manhã: uma laranja.

Almoço: pratinho de salada de alface e pepino, duas colheres de sopa de arroz e peito de frango.

1º Lanche da tarde: duas bolachinhas secas e um chá.

2º Lanche da tarde: iogurte magro natural.

Jantar: Peixe grelhado com uma batatinha e espinafres.

Ceia: chá.

Terça-feira

Pequeno-almoço: copo de leite magro simples com cereais integrais (duas colheres de sopa).

Lanche a meio da manhã: uma fatia de melão.

Almoço: prato constituído por puré de batata (duas colheres de sopa), brócolos e uma porção de bife de vaca.

1º Lanche da tarde: sumo de laranja sem açúcar.

2º Lanche da tarde: iogurte magro natural.

Jantar: Dourada assada e prato com rúcula.

Ceia: chá.

Quarta-feira

Pequeno-almoço: um iogurte magro natural e uma fatia de pão integral regado com azeite.

Lanche a meio da manhã: uma rodela grossa de abacaxi.

Almoço: sopa de legumes e um prato constituído por duas colheres de sopa de arroz, um bife de peru e cogumelos.

1º Lanche da tarde: duas bolachinhas secas e um chá.

2º Lanche da tarde: iogurte magro natural.

Jantar: sopa de alho-francês e uma porção de peito de franco com alface.

Ceia: chá.

Quinta-feira

Pequeno-almoço: chá sem açúcar, duas tostas integrais barradas com queijo fresco.

Leia Também:  Máscara facial de pepino para pele oleosa

Lanche a meio da manhã: dois quivis.

Almoço: bife de peru, acompanhado com duas colheres de massa integral e nabiças.

1º Lanche da tarde: meia barra de cereais e um chá.

2º Lanche da tarde: iogurte magro natural.

Jantar: Pescada cozida e chuchu.

Ceia: chá.

Sexta-feira

Pequeno-almoço: um copo de leite magro simples com duas colheres de sopa integrais.

Lanche a meio da manhã: uma maçã.

Almoço: prato de alface, tomate e pepino, e peito de frango com duas colheres de sopa de arroz integral.

1º Lanche da tarde: um chá e uma fatia de pão integral com uma fatia de fiambre de frango

2º Lanche da tarde: iogurte magro natural.

Jantar: filete de peixe cozido com uma batata, acompanhado com uma salada de agrião.

Ceia: chá.

Sábado

Pequeno-almoço: um copo de leite magro simples e uma fatia de pão integral regada com azeite.

Lanche a meio da manhã: quatro morangos grandes.

Almoço: bife de vaca magra com três colheres de sopa de puré de batata, acompanhado de espinafres.

1º Lanche da tarde: sumo de laranja natural.

2º Lanche da tarde: iogurte magro natural.

Jantar: sopa de legumes.

Ceia: chá.

Domingo

Pequeno-almoço: iogurte magro natural e duas tostas integrais barradas com queijo fresco.

Lanche a meio da manhã: uma pera.

Almoço: dourada grelhada com duas batatinhas e uma sala de alface e tomate.

1º Lanche da tarde: duas bolachinhas secas e um chá.

2º Lanche da tarde: iogurte magro natural.

Jantar: sopa de espinafres.

Ceia: chá.

O que fazer quando a dieta não é o suficiente

A dieta anti-celulite é a melhor forma de tratar e reduzir este problema. Contudo, por vezes, é necessário alguma ajuda extra, de modo a acabar com a celulite de vez. Se é esse o seu caso, então confira de seguida algumas coisas que poderá fazer para complementar a sua dieta anti-celulite e ficar com a pele lisinha.

Gel anticelulítico

Durante a dieta anti-celulite, poderá aplicar diariamente um gel ou creme anticelulítico, sendo este um complemento bastante eficaz no combate e tratamento da celulite. Este tipo de gel tem um efeito refirmante, hidratante e anticelulítico, sendo por isso uma excelente adição à sua dieta anti-celulite. Deverá preferir produtos que sejam à base de cânfora, vitamina E, extratos de algas e arnica, mentol e cafeína.

Suplementos

Há vários suplementos no mercado que prometem aumentar a ação enzimática, e dessa forma, a combater a celulite. Contudo, caso queira usar este produto para potenciar os efeitos da dieta anti-celulite, deverá optar por aqueles que sejam à base de café verde, chá verde, gilbardeira, extratos de centelha asiática, vitamina E, CLA, videira vermelha ou extrato de ananás.

Chá drenante

Existem chás com propriedades drenantes, à base de extratos naturais como o guaraná, o chá verde, o ginseng ou a l-carnitina, que irão potenciar todos os seus esforços no combate à celulite. Este tipo de chá aumenta o metabolismo, promovendo assim um efeito termogénico, diurético e drenante. É um aliado de peso para a sua dieta anti-celulite.

Medicina estética

A medicina estética oferece também vários tipos de tratamentos que irão tornar a sua dieta anti-celulite ainda mais eficaz. Caso a dieta não esteja a ser suficiente para conseguir ficar com a pele com o aspeto que deseja, pode então complementar com sessões de mesoterapia, laser, subcisão, radiofrequência, massagem modeladora, endermologia, ultrassom com lipolíticos, carboxiterapia, Gesso liporredutor, lipoescultura gessada (gessoterapia) ou drenagem linfática, sendo esta última a opção mais interessante.

» Conheça 10 tratamentos estéticos para combater a celulite.

 

loading...

11. Novembro 2014 by Filipe

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *