Artrite Psoriática

A artrite psoriática é uma doença crónica em que a pessoa com psoríase desenvolve sintomas e sinais de dor nas articulações. É um tipo de artrite.

A psoríase é uma doença hereditária que provoca escamação e erupção da pele, cinza-branco, rosa ou vermelho escuro. Aproximadamente 5 a 10% dos 3 milhões de pessoas que têm psoríase desenvolvem esta forma de artrite, artrite psoriática.

A artrite psoriática, também chamada de psoriásica, psoríase artropática ou artropatia psoriática afeta tanto os homens como as mulheres e ocorre geralmente entre os 30 e 50 anos, no entanto, a doença também pode ocorrer em crianças.

A maioria das pessoas tem esta forma leve da doença, mas em alguns casos, os sintomas podem ser severos.

Tipos de Artrite Psoriática

Existem cinco tipos de artrite psoriática. Estes são classificados de acordo com a sua gravidade, se ambos os lados do corpo são afetados de forma igual e de acordo com as articulações afetadas.

Assimétrica

Esta forma atinge muitas vezes o joelho, tornozelo, punho ou dedos, com um total de 1 a 4 articulações inchadas. Normalmente, este tipo de artrite não afeta igualmente ambos os lados do corpo (o que significa que a doença não é simétrica).

Simétrica

Na artrite psoriática simétrica várias articulações são inflamadas, muitas vezes mais de quatro juntas e são afetadas as mesmas articulações dos dois lados. As unhas ficam estriadas e ocas. Esta condição pode imitar a artrite reumatóide.

Espondilite psoriática

As articulações sacroilíacas (que ligam as articulações da coluna vertebral e pélvis na parte inferior das costas) e outras articulações da coluna, às vezes inflamam, causando alguma rigidez pela manhã.

Interfalangeal distal predominante

Este tipo geralmente afeta apenas a última junta do dedo perto da unha.

Artrite mutilante

Esta é a forma mais grave e rara da artrite psoriática. Neste tipo, os dedos são encurtados devido à destruição das articulações e todos os ossos próximos.

Embora cada tipo de artrite psoriática seja pouco característica, algumas pessoas mostram por vezes uma mistura de sintomas, ou têm mais de um tipo de psoríase.

A psoríase pode ocorrer antes ou depois da artrite, no entanto, normalmente, a psoríase ocorre mais cedo, em torno de 75% dos casos. Uma pessoa pode começar a ter rigidez nas articulações (juntas), durante a manhã antes de perceber que é a artrite.

As pessoas com psoríase que afetam as unhas, são muito mais propensas a desenvolver artrite do que as que não sofrem deste problema (50% vs 10%).

Causas da artrite psoriática

Os sinais de uma infecção ou trauma pode influenciar o desenvolvimento desta doença. Por exemplo, a artrite psoriática parece manifestar-se em pessoas com sistemas imunológicos afetados pela infecção com o vírus da imunodeficiência humana (HIV). A hereditariedade também pode influenciar o aparecimento da doença. Cerca de 40% das pessoas com artrite psoriática têm na história familiar doenças da pele e articulações. Existem determinados genes que parecem estar envolvidos em alguns tipos de artrite psoriática. Por exemplo, o gene HLA-B27 tem sido associado á espondilite psoriática.

Sintomas da artrite psoriática

Os sintomas incluem:

  1. erupção cutânea avermelhada, escamosa, pele rosada ou com manchas, principalmente na parte interna dos braços, na região frontal dos pés e couro cabeludo
  2. inflamação das articulações, especialmente nos dedos das mãos, pés e coluna vertebral
  3. rigidez articular, no período da manhã
  4. dores na região lombar
  5. A artrite psoriásica pode afetar outras partes do corpo, por exemplo, a fadiga e a anemia são bastante comuns em pessoas com artrite psoriática activa. Muitas vezes, a artrite é acompanhada por uma inflamação dos tendões e os pontos onde os tendões se ligam aos ossos.

Diagnóstico

Normalmente, o médico pode diagnosticar a artrite psoriática com base nos sintomas e exame físico. Ao contrário do lúpus ou da artrite reumatóide, a realização de exames de sangue para identificar possiveis anticorpos não é benéfica.

O seu médico pode pedir radiografias das articulações afetadas, mas as articulações nem sempre indicam o tipo de artrite que você possui.

Em alguns casos, as radiografias podem mostrar ao radiologista um indício de que você tem artrite psoriática, em vez de artrite reumatóide.

Duração

A artrite psoriática infelizmente tende a ser para toda vida. Entretanto, os sintomas variam de pessoa para pessoa, por isso umas vezes pode ser leve e outras mais grave. É incomum estes problemas desaparecem por completo.

Prevenção

Não existe nenhuma forma conhecida até ao momento de prevenir a artrite psoriática.

Tratamento para artrite psoriática

O principal tratamento é baseado em anti-inflamatórios não esteróides (AINE), tais como a aspirina, ibuprofeno (Advil, Motrin) e naproxen (Naprosyn, Naprosyn).

No caso dos corticosteróides como a prednisona, que é tomada por via oral, são usados ​​apenas ocasionalmente, porque podem causar efeitos colaterais quando tomados por períodos prolongados, e a psoríase tende a ocorrer novamente quando você parar de tomar a droga.

Ocasionalmente podem ser utilizadas injeções de esteróides quando as articulações estão fortemente inflamadas.

Quando essa condição é mais grave, as medicações como a hidroxicloroquina (Plaquenil) ou o metotrexato (Folex, Rheumatrex) geralmente aliviam os sintomas e reduzem a inflamação nas articulações. No entanto, é sempre incerto se estes consigam proteger as articulações dos danos causados pela doença.

A sulfasalazina (Azulfidine), um agente anti-inflamatório utilizado para tratar a doença inflamatória intestinal, ajuda algumas pessoas no tratamento da artrite psoriática. Uma outra droga anti-inflamatória utilizada ocasionalmente é a ciclosporina (Neoral, Sandimmune).

No entanto, este medicamento pode causar danos aos rins, por isso é geralmente usada apenas em pessoas que não tenham respondido a outros tratamentos.

Existem outros novos medicamentos injetáveis, incluindo o adalimumabe (Humira), o etanercept (Enbrel) e o infliximab (Remicade) que podem ser altamente benéficos, mas como são medicamentos só disponíveis por injeção, são bastante caros, ficando apenas reservados para ultimo caso, quando o paciente não responde a outros tratamentos.

Quando as articulações se deterioram e as dores tornam-se mais agressivas, apesar do tratamento, o médico pode recomendar a cirurgia de reconstrução ou substituição de articulações, especialmente se a dor é localizada e intensa e tem dificuldade de funcionamento.

O seu médico pode recomendar a terapia física e ocupacional para manter a força muscular e a amplitude do movimento articular. Uma tala ou um suporte removível para imobilizar a articulação inflamada pode ajudar a reduzir os sintomas e inflamação.

É importante exercitar-se, especialmente as pessoas com espondilite porque serem ativas muitas vezes tende a reduzir os sintomas nas costas.

A Saber

Contacte o seu médico se tiver sintomas da artrite psoriática.

Previsão

O prognóstico para as pessoas com esta doença é variável. Em algumas pessoas, a artrite psoriática é apenas um pequeno aborrecimento e requer medicação apenas nos momentos em que os sintomas pioraram.

No entanto, em 25% das pessoas com artrite, a condição causa incapacidades graves nos danos articulares ao longo do tempo. Com o tratamento adequado, a maioria das pessoas com artrite psoriática conseguem um bom controle da dor e  trabalham melhor.

Informações adicionais

Instituto Nacional de Artrite e Doenças osteomusculares e de pele (Instituto Nacional de Artrite e osteomusculares e de pele) Centro de Institutos Nacionais de Informação da Saúde Círculo Bethesda AMS 1, MD 20892-3675 Telefone: 301-495-4484 Toll Free: 1 -877-226-4267 TTY: 301-565-2966 http://www.niams.nih.gov/

American College of Rheumatology (Colégio Americano de Reumatologia) 1800 Century Place Suite 250 Atlanta, GA 30345-4300 Telefone: 404-633-3777 http://www.rheumatology.org/

Informação para profissionais de saúde e estudantes de medicina

Classicamente, artrite destrutiva das articulações interfalângicas distais; muitos pacientes também apresentam artrite periférica, que acomete os ombros, cotovelos, pulsos, joelhos e tornozelos, frequentemente assimétrica. Sacroileíte em pacientes B27-positivos.

Ocorre em 15 a 20% dos pacientes com psoríase; um pequeno numero apresenta artrite inflamatória na ausência de alteracões cutaneas tipicas.

Artrite psoriática associada à depressão ungueal, onicólise, “dedos em salsicha”, artrite mutilante (artrite deformante grave). Fator reumatóide negativo; o ácido úrico sérico pode estar elevado. As radiografias podem revelar destruição irregular dos espaços articulares e osso, deformidade do “lápis no porta-lápis” das falanges, sacroileíte.

Diagnóstico diferencial

. Artrite reumatóide
. Espondilite ancilosante
. Artrite associada à doença inflamatória intestinal
. Artrite reativa
. Espondiloartrite juvenil

Tratamento

- AINE (p. ex., ibuprofeno, 800 mg 3 vezes/dia).
- Relatou-se a eficácia da sulfassalazina em pacientes com poliartrite simétrica.
- Injeção intra-articular de corticosteróides; esterilizar cuidadosamente a pele, visto que as lesões psoriáticas são colonizadas por estafilococos e estreptococos.
- Metotrexato é útil, instituir cedo.
- Anti-FNT são muito eficazes.
- O tratamento da psoríase é útil em muitos casos, mas não na sacroileíte.

Dica
Em uma artrite de causa incerta, pesquise sínais de psoríase nos sulcos interglúteos, umbigo e ao longo da linha de implantação dos cabelos.
Referência
Mease PJ: Current treatment of psoriac arthritis.

Em: Dermatologia, Doenças da pele, Doenças reumatológicas, Reumatologia | 5 comentários

5 Comentários no Fórum

  1. Tenho espodiloartrite psoriásica há mais de 10 anos, mas só diagnosticada e tratada há 2 anos. Sugiro procurarem um bom Reumatologista. Indico Dra. Francinne Ribeiro, médica que depois dessa enorme peregrinação, me deu o diagnóstico e a certeza de que não estava louca. Ela dá consulta na Clínica São Vicente e acho que também clinica no Hospital da Lagoa.

  2. Tenho psoriase e estou em tratamento a um ano mas venho sofrendo muito tenho nas plantas das mãos e pés as vezes nem consigo andar de tanta dor.Mas de alguns meses pra cá minhas juntas também estão doloridas e inchando muito.Peço ajuda pra entender melhor sobre está doença.

  3. Tenho psoriase nas mãos e pés. E tenho sofrido muito. Os meus pés são os mais atingidos.Mal consigo andar. A algum tempo venho sentindo meus dois dedos do pé direito depois di dedão durmente e bastante inchados. Sinto muita dor . A dor e tão intensa que eu quase desmaio. Ela começa no tornozelo e vai em direção ao calcanhar e as laterais esquerda do pé. E também sinto essa mesma dor na região dos dedos que estão durmente. O pior é que eu preciso trabalhar e eu sou cabeleireira e eu dependo exclusivamente das minhas mãos e dos meus pés para trabalhar. Outra cioisa e que sinto as vezes umad dores com a mesma intensidade nas minhas costelad do lado direito ,as vezes me duficultando ate para respirar. E tambem uma vez eu fiquei totalmente travada .Não conseguia me mecher pois o meu pescoço doua tanto que me impedia os movimentos ate para respirar doia. O medico me receitou um medicamento sublingual que eu nao me recordo o nome e mioflex.So aliviou mas as dores continuaram.Se vcs podem me ajudar de alguma forma eu peço SOCORROOOOO!!

  4. estou em tratamento tb , mas estou tendo resultado satisfatorio, com alginac crise de dores e endofolin

  5. tenho artrite reumatoidica psoriatica não estou tendo resultado com os medicamentos metotrecsato predicim sulfasalasina acido fole minhas juntas então inchando junta dos dedos e pulso não sei o que fazer sinto muitas dores ontem não suportando a dor tomei 02 tandrilax parece que deu uma melhorada, o que fazer em monentos de crise.

Deixe o Seu Comentário no Fórum

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *