Austria

A Áustria, localizada no coração da Europa, é um país de maravilhosos lagos, formidáveis montanhas, aprazíveis vales e modernas cidades que convidam a desfrutar da sua natureza e paisagens, da sua cultura e tradições, da sua música e gastronomia. Entre os Alpes Orientais e o vale do Danúbio, cruzam-se grandes vias e diversas correntes culturais. Recordará o Romantismo das velhas cortes imperiais e a vida da imperatriz Sissi, enquanto ouve melódicas valsas e polcas, e, entre tudo isto, descobrirá que é um país capaz de continuar projectando o seu grande passado.

VIENA – A CAPITAL DA ÁUSTRIA
Capital do velho Império Austro-húngaro, simboliza o glorioso legado dos Habsburgo. Por onde quer que passe depara-se com a Ringstrasse e os seus históricos edifícios: o Holfburg, residência palaciana dos Habsburgo durante seis séculos, até á 1ª Guerra Mundial, com a sua Capela, onde actuam os famosos pequenos cantores de Viena, e a Escola Espanhola de Equitação, com os seus não menos famosos cavalos Lipizzanos. Poderá também apreciar a Ópera e a Câmara, o Teatro de Burg e a Igreja Votiva, o Parlamento, etc.

Viena é inesgotável. Mais adiante descobrirá o Palácio de Schönbrunn, rival do Palácio de Versailles; o Palácio e os jardins de Belvedere, o Art Noveau de Majolikahaus, os Museus e a Filarmónica de Viena, o Prater e a sua Nora, a Catedral de S. Estêvão, S. Carlos Borromeu, a Cripta Imperial dos Habsburgo, a Torre giratória do Danúbio, os edifícios da ONU… os monumentos a Mozart, Beethoven, os Strauss,Haydn, Schubert, Brahms, Mahler…

Ao entardecer, sinta o glamour Vienense assistindo a um Concerto de Valsas, seguido de um jantar num taberna em Grinzing. Nos arredores, a descobrir os Bosques de Viena e o Vale do Danúbio, com as suas Abadias de Melk e a sua célebre Biblioteca, ou a de Santa Cruz; o Pavilhão de Mayerling, de tão triste recordação; as povoações de Krems e Durstein (lugar de prisão do Rei Ricardo Coração de Leão), junto ao Danúbio, onde se realizam agradáveis cruzeiros…

SALZBURGO
Magnifico exemplo de arquitectura barroca, é uma cidade espaçosa e elegante junto ás Hohe Tauern. A Fortaleza Hohnsalzburg domina a cidade, podendo-se chegar até ela a pé ou de funicular. O Centro Antigo inclui a Abadia de S. Pedro, a Catedral, a Praça do Mercado Antigo, o Palácio de Príncipe-Arcebispo, o Palácio de Hellbrunn e as suas fontes. Salzburgo prestas homenagem á memória de Wolfgang Amadeus Mozart, aqui poderá visitar a casa onde nasceu (Mozart Geburtshaus) na rua comercial Getreidegasse, ou a casa que foi a residência do compositor (Mozart Wohnhaus) na Praça do Mercado. Não muito longe poderá visitar as Minas de Sal e o Castelo de Hellbrun; o Castelo de Hohnwerfen e o seu Mundo de Gelo, no Grossgmain, ou as cataratas Krimmler no Parque Nacional Hohe Tauern.

A REGIÃO DOS LAGOS
Na Região dos Lagos de Salzkammergut, todos eles de origem glaciar, podemos encontrar entre muitos os de Fulgesee, Traunkrchen e Saint Wolfgang, em cujas margens se podem encontrar povoados de sonho, conservadores de tradições, tanto na sua arquitectura como noutros aspectos da vida quotidiana. Com uma paisagem alpina de altas montanhas com quase 3.000 metros que serve de pano de fundo ás lendas das suas origens religiosas ou pagãs. Leve a sua máquina preparada pois quererá recordar tudo.

INNSBRÜCK
A capital tirolesa acolheu, em duas ocasiões, os Jogos Olímpicos de Inverno, e poderá render homenagem a este feito visitando o Trampolim de Saltos. Também não deve deixar de visitar o Hofburg, palácio construído para Maximiliano I (onde viveu Maria Antonieta), e o Castelo de Ambras (séc. XII) construído para o Arquiduque Fernando II.

Outros marcos interessantes do Renascimento Austríaco são a Igreja de S. Jacob, o Palácio da Dieta, a Basílica de Wilten e o Museu Tirolês. Passeie pelo centro histórico e contemple o famoso “Telhado de Ouro”, varanda para contemplar os desfiles e outros acontecimentos, bem como, a Coluna de Sta. Ana, o Arco do Triunfo… e caso ainda disponha de tempo, sugerimos que experimente o funicular até Hungerberg e a partir daí o teleférico até Hafelekar (2334m). Desde aí poderá contemplar uma impressionante vista da cidade e dos Alpes.

TIROL
No coração da zona alpina do país está a região mais montanhosa e bela da Áustria, com paisagens de vales, lagos, bosques e prados, sem esquecer o prazer de visitar os seus pequenos e pitorescos povoados, onde a arquitectura tradicional o cativará, como Erl, onde a cada cinco anos (próxima Maio/Outubro 2008) se encena a Paixão de Cristo; a estação alpina de Kitzbühel, ou a impressionante estrada de Grossglockner (aberta somente no Verão).

Guia Prático
Idioma: Alemão
Moeda: Euro
Superfície: 83.858 km2
População: 8.175.000
Capital: Viena
Principais cidades: Graz, Linz, Salzburgo, Innsbrück
Regime Político: República Federal
Religião: Católica e Protestante
Clima: Continental moderado. Verões com um calor agradável e noites frescas, e Invernos frios com tendência a céus limpos. Neva bastante.
Gastronomia: Excelente cozinha. Escalope Vianense (Wiener Schnitzel), selecção de carnes (Bauernschmaus), salsichas de carne de boi (Tafelspitz), truta á moleiro (Forelle nach Müllerin Art), batatas com fiambre frito (Tiroler Gröstl), massa recheada com queijo (Kärntner Kasnuld). Pastel de maça (Apfelstrudel), uma sobremesa doce (Kaiserschmarm), soufflé (Salzburguer Nockerl), crepes (Palatschinken) e tarde de chocolate “Sacher”. Vinho verde de Grinzing e Snaps.
Compras: Edredões de penas de ganso, prendas de Loden, objectos de cristal Swarowsky (um dos mais prestigiados do mundo). Artigo de caça e esqui, CD’s de música clássica, antiguidades e artesanato.

Sugestão de Leitura:

- Sankt Anton am Arlberg – Tirol, Áustria

Em: Outros Temas, Viagens | Comentar

Deixe o Seu Comentário no Fórum

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *