Barriga de Gravida

Barriga de Gravida – Se ainda existe alguma dúvida em relação a uma possível gravidez, ela desvanece-se imediatamente quando a barriga começa a aparecer. Esta é o sinal mais evidente de que, uma nova vida floresce. Mas, este motivo de alegria e, não o podemos negar, de vaidade, é a razão para muitas dúvidas na futura mãe. Também para o papá, para os avós e muitas vezes para os irmãozinhos, o futuro bebé, e durante muito tempo, pode ser chamado de bebé, pois é uma verdadeira incógnita.

“Será menina…será menino… porque…”

Esta é uma das afirmações que as grávidas ouvem sistematicamente. Esta ideia está interiorizada de tal maneira nas pessoas que se põem a dar palpites em relação ao sexo do bebé. Na realidade, a forma da barriga, em nada tem a ver com o sexo do bebé ( e já sabemos que a tia Maria adivinhou mas, quantas hipóteses tinha ela? Duas e, se não é uma é outra. Não?).

A forma da barriga está relacionada com a elasticidade dos músculos abdominais. Se os músculos – como os de uma mãe já com filhos – já estão distendidos, mais facilmente se esticam e, o contrário acontece com as primíparas, cujos músculos estão menos flexíveis. Outra questão relacionada com a forma da barriga, é a estrutura óssea da mulher. Se esta é mais corpulenta, notar-se-á menos a barriga, o que não acontece com uma mulher mais magra. A

As mulheres com a curvatura da coluna mais proeminente na zona lombar – lordose – têm a barriga mais projectada para a frente já que a sua coluna a isso obriga. E nem sempre uma barriga grande significa um bebé muito grande. Há problemas como os gases (ou até mesmo miomas), que fazem a barriga maior do que ela é.

Apertada ou não?

Se na primeira gravidez os próprios músculos conseguem conter o peso da barriga, no caso das mulheres que já tiveram gravidezes anteriores, a utilização de uma cinta é aconselhável para que o peso não as faça arquear as costas. A cinta irá permitir que a postura seja corrigida e desse modo é possível aliviar e prevenir quaisquer problemas de coluna.

No entanto, isso não impede que uma mulher que nunca tenha tido filhos não possa usar cinta. Se for o seu caso e se se sentir melhor com ela, use-a, se o seu médico o autorizar ou aconselhar. A cinta deverá ser especial para a gravidez e não deverá ficar muito cingida para que a circulação sanguínea se processe convenientemente.

Quando aparece?

É evidente que enquanto o seu bebé não ganha tamanho e peso, a sua barriga é quase indetectável mas, a partir do segundo trimestre da gestação, começa a surgir lentamente. O tamanho da sua barriga depende da relaxação muscular do seu abdómen.

Não acontece em todos os casos mas, nas mulheres que já tiveram gravidezes anteriores, pode notar-se um pouco antes a barriga pois, o tónus muscular é menor mas a flexibilidade é maior.

E quando desaparece?

Muitas são as mamãs que após o parto ficam espantadas porque a sua barriga não desapareceu. Tenha paciência porque, embora seja de um modo lento, a barriga deverá voltar ao normal progressivamente, sem que deva exagerar nos exercícios. Somente após o sétimo dia, depois do parto, deverá começar a experimentar fazer uns exercícios para readquirir a musculatura que tinha antes da gravidez, na zona abdominal. No caso de uma cesariana, e devido ao tempo de cicatrização, só deverá começar a fazer exercícios abdominais após o primeiro mês se o seu médico assim o recomendar.

Linha Alba?

Como já referimos noutros artigos, a gravidez provoca alterações hormonais no corpo da mulher e, é normal que também a pigmentação da pele seja afectada. Enquanto que em alguns sítios a pele escurece. Nos mamilos e auréola do peito, os sinais e as manchas escurecem. Também na zona do abdómen surge uma linha escura que vai do umbigo ao véu pubiano e a que chamamos de linha alba. Esta linha, assim como o escurecimento das outras zonas do corpo da mulher não necessitam de tratamento específico, já que desaparecem após o nascimento do bebé.

Cuidados necessários

O aumento do volume do abdómen leva a que a pele se distenda demasiado e isso origina o aparecimento de estrias. Assim, deverá desde o início da gravidez, cuidar dessa zona, para além do peito e das coxas. Mas, como fazê-lo? Comece por hidratar a pele da barriga diariamente, usando um bom creme hidratante depois do banho.

Massaje prolongadamente estas zonas com o creme para que a pele absorva a maior parte pois, desta maneira, estimulará as fibras elásticas da pele e prepará-la-á para a futura distensão. Lembre-se que deverá iniciar este tratamento enquanto as estrias não aparecem porque, depois disso, já não as conseguirá eliminar.

A barriga desce?

Sim, mas isto só acontecerá no fim da sua gravidez. Durante a gravidez irá notar algumas diferenças na sua barriga. Cerca das 20 semanas, a barriga estará distendida na zona do umbigo e irá continuar a crescer (tanto para cima, como para baixo).

Um mês antes de nascer, estará muito próxima do externo e, aos poucos (por volta da 36ª semana) começará a descer. Neste momento o feto também irá começar a descer para se encaixar na zona pélvica pois, prepara-se para nascer. Nesta altura, o bebé irá girar e colocar-se de cabeça para baixo (pelo menos a maioria). Mas, o que representa esta alteração?

Para o feto é o início da sua última viagem dentro do corpo da mãe, e a futura mamã irá começar a sentir menos pressão sobre os pulmões, diafragma, estômago e intestinos. No entanto irá começar a sentir mais pressão na zona da bexiga, o que a levará mais vezes à casa de banho.

A sua barriga é mais do que “o lugar” em que o seu filho está a crescer para vir ao mundo. É o seu lar e a sua protecção durante os nove meses de gravidez. Se está grávida, cuide de si e cuidará também do seu bebé.

 
Em: Outros Temas | 2 comentários

2 Comentários no Fórum

  1. Qual a medida da barriga pós parto?

  2. As mulheres morenas podem ter a linha alba mais clara o tem que ter mesmo escura ?

Deixe o Seu Comentário no Fórum

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *