Bases de Maquiagem – Qual a Melhor Para Si

PRIMEIRO PASSO: DEFINA O TIPO DE PELE

PELE NORMAL
É a mais equilibrada, a sua secreção sebácea é a adequada, pelo que a pele está perfeitamente protegida. É uma pele flexível e resistente – como a das crianças – com um pH neutro ou ligeiramente ácido. Não se trata de uma pele perfeita, mas homogénea, com uma boa proporção de gorduras, água e nutrientes. Os cuidados mais importantes são a limpeza e a hidratação.

> Como reconhecer? A sua textura é bastante regular, não tem rubor, borbulhas nem pontos negros; para
além disso, não costuma ter imperfeiçôes e, aparentemente, parece estar limpa, suave e luminosa.

> A sua maquilhagem ideal é: Qualquer tipo é adequado.

PELE MISTA
É composta por uma parte de pele normal ou seca e uma área oleosa bem definida, compreendida entre a testa, o nariz e o queixo, um triângulo conhecido como zona T.

> Como reconhecer? Reflecte, por um lado, uma certa secura ou desidratação, que se manifestam pela sensação de repuxar e aparecimento de algumas rugas e rídulas. por outro lado, apresenta uma zona T brilhante e oleosa.

> A sua maquilhagem ideal é: Aquela que lhe permite responder às necessidades da zona oleosa e da seca. Uma mistura entre bases líquidas e em pó ou em creme garantir-lhe-ão bons resultados.

PELE SECA
É provocada por um mau funcionamento das glândulas sebáceas, ou seja, é consequência da falta de lípidos, não de água, como se costuma pensar. 5e estas glândulas não produzem sebo suficiente, a correcta lubrificação da pele é impedida e a perda de água é favorecida. Às vezes, a secura está relacionada com uma deficiência de vitaminas e minerais e, inclusive, com a ausência de certas gorduras na alimentação. Os factores ambientais hostis, como a poluição, o abuso de sabonetes e geles, os aquecimentos ou o
ar condicionado também a favorecem.

> Como reconhecer?
A secura traduz-se em rídulas, rugas, escamas, aspereza . A pele repuxa bastante e tem um tom baço, para além de apresentar rugas excessivamente marcadas.

> A sua maquilhagem ideal é: Uma base fluída,que liberte agentes hidratantes, ou seja, que possua uma grande quantidade de polímeros – moléculas formadas por partículas mais pequenas – com uma poderosa capacidade de humedecer a pele.

PELE OLEOSA
Toda e qualquer pele está coberta por uma camada hidrolipídica protectora, resultado da acção dos
androgenios , as hormonas sexuais masculinas, que também estão presentes nas mulheres, apesar de em menor quantidade.
Quando há alguma alteração hormonal, a actividade das descontrola-se e aumenta. Os folículos e os
poros fecham-se provocando a retençâo de sebo.

> Como reconhecer? Geralmente, a pele oleosa é grossa, tem uma aparência suja, com brilhos e o seu tacto é oleoso. Tem propensão para poros abertos, pontos negros, rubores e borbulhas, e é uma das causas da acne.

> A sua maquilhagem ideal é: Uma base matificante com agentes seboreguladores, que controlem adequadamente a humidade da pele, lsto não significa que nâo tenha de a hidratar, mas sim de fazê-lo correctamente. A formulação dos produtos que usar deve ser isenta de óleos. a sua acção deve regular o brilho facial e dissimular borbulhas sem conferir oleosidade.

AS BASES DE MAQUIAGEM SÃO UMA ARMA IMPRESCINDIVEL NO ARSENAL DE BELEZA DE MUITAS
MULHERES MAS, MAL UTILIZADAS, PODEM PREJUDICAR MAIS DO QUE MELHORAR A IMAGEM, PORQUE ACRESCENTAM-LHES ANOS DE VIDA.
SABE TIRAR O MÁXIMO PARTIDO DELAS? APRENDA A FAZÊ-LO COM OS
NOSSOS CONSELHOS.

ESTADOS DA PELE
O tipo de pele e o estado da pele não são a mesma coisa. Este segundo factor deve ser tido em conta sempre que usar maquilhagem.
Se a pele está:

> Sensível: Evite os cosméticos irritantes e opte pelos hipoalergénicos, com factor de protecção solar, sem perfume e, se possível, resistentes à transpiração. Ou seja, deve preferir os produtos de tripla acção que protejam, corrijam e hidratem.

> Cansada: Tem um aspecto baço, característica que pode resolver com uma base de efeito lifting, que devolve luminosidade ao rosto. Também pode optar por maquilhagens com extracto de amêndoa ou albumina vegetal, dois ingredientes que estimulam a produção de colagénio e “esticam”
a pele.

> Envelhecida: Com o passar do tempo, a pele perde lípidos, colagénio e água, pelo que fica seca e desidratada.
Há que aplicar uma base humectante, reforçando a hidratação prévia com um creme com antioxidantes para
peles maduras.

> Desidratada: Neste caso sim, trata-se de “matar a sede” à pele, dando-lhe água, através de um bom hidratante e de uma alimentação rica em frutas e líquidos (1 litro e meio por dia, no mínimo); a base deve ser particularmente hidratante e nutritiva.

ACERTE NO TOM DA MAQUIAGEM

Escolher a cor da base de maquilhagem não é tarefa fácil. É preciso escolher sempre o tom mais parecido com o da sua pele. Se quer escurecê-lo para lhe dar mais vida, o melhor é fazê-lo depois, com o blush ou com pós bronzeadores.
Nunca deve escolher um tom mais escuro do que o seu porque se torna difícil de esbater no decote.
impedindo um aspecto natural.
O tom das costas da mão, que é onde costumamos colocar a base fluída para verificar a cor, é diferente da do rosto. Por isso, é importante escolher o tom no rosto e não na mão.

Para saber qual é a sua cor, siga este truque: aplique três ou quatro tons que lhe pareçam parecidos com o da sua pele e espalhe-os um a um ao longo da linha do maxilar; depois escolha a que desaparece quando entra em contacto com a pele.

COMO APLICAR A MAQUIAGEM

> Sempre a partir do centro do rosto, em direcção ao exterior, sem se esquecer de a esbater na zona dos olhos e orelhas.
> Aplique a quantidade certa. Use um pincel para o rosto não ficar com um aspecto de “máscara”, e a pele ficar sem manchas nem zonas mais carregadas ou pouco naturais.
> Com o pincel não corre o risco de maquilhar pêlos, pelo que não mancha as sobrancelhas nem a linha de crescimento do cabelo.
> Se usar uma esponja, dobre-a para obter uma superfície arredondada que aplique a base homogeneamente.
> Ás vezes, convém usar previamente um iluminador-corrector. Aplique-o primeiro na zona das maçãs do
rosto, abas do nariz, entre as sobrancelhas, no centro do queixo e em pontos mais escuros que queira iluminar. Depois, coloque a base no resto do rosto, esbatendo-a com a zona corrigida (para que não se note
a linha de separação), mas sem cobrir o iluminador, para não anular o seu efeito.

NÃO SE ESQUEÇA DA LUZ

É um ponto importante a ter em conta quando se maquilha.
Uma má iluminação durante a aplicação pode deixar o seu rosto cheio de manchas pouco favorecedoras.
O melhor truque para escolher a luz com que se maquilha, é fazê-lo com a luz a que vai estar exposta depois. portanto, se se maquilhar para sair durante o dia, use luz natural; se estiver a preparar-se para um evento especial à noite, faça-o com uma artificial. Em todo o caso, também existem marcas de cosmética que têm um complexo incorporado nos seus produtos, chamado autofocus, que garante uma tez natural em qualquer circunstância.

A TEXTURA TAMBEM É IMPORTANTE

Hoje em dia as bases de maquilhagem são bastante evoluídas. Tem à sua disposição diferentes formatos
que servem para obter o resultado que pretende. Em pó, por exemplo, dão um aspecto mate; a base líquida
tem um efeito luminoso em peles baças e corrige facilmente certas imperfeiçoes. Para cada tipo ou estado da pele existe uma textura de maquilhagem adequada.

> Creme: lndicada para peles secas, já que costuma conter bastantes agentes hidratantes.
> Líquida: Pode ser ligeira ou densa. e tem uma aplicação fácil. ldeal para peles oleosas ou mistas, apesar
de também poder ser usada em peles secas, sempre que contiver agentes humectantes.
> : Apesar de poder ser aplicada em todo o tipo de peles, é mais adequada para as oleosas.
> Mista: Uma textura que é meio creme, meio pó e que pode ser utilizada com bons resultados num rosto
que tenha sido previamente hidratado.
> Pincel: lndicada para todas as peles porque proporciona um acabamento natural, sem pintar as sobrancelhas nem a linha de crescimento do cabelo.
> Stick: É a melhor opção para peles oleosas; não é muito aconselhável quando há secura, uma vez que marca muito as rugas.

AS NOSSAS MAQUIAGENS FAFORITAS

MAT LUMIÈRE, Chanel.42€.
Base fluída cujas partículas finas porosas e esféricas contêm silício para um acabamento mate. Os polímeros desta fórmula optimizam a fixação e humedecem adequadamente a pele, impedindo o aparecimento de
brilhos. À venda em perfumarias.

ROLL’ON ACCORD PERFECT, L’oreal Paris. 18€.
Fond de teint extensível com elastómeros soft focus (difundem luz e uniformizam a pele). lnclui também óleos e agentes de deslizamento que se estendem numa fina camada. À venda em supermercados.

TEINT ECLAT MAT, Clarins.31,20€.
Concebida para peles oleosas por causa dos seus pigmentos mate. Contém um complexo outofocus que se adapta a todos os tipos de iluminação e a todos os climas, para uma maquilhagem perfeita. À venda em perfumarias.

UNIFIANCE, La Roche-Posay. 18€.
lndicada para peles sensíveis e secas, é uma “segunda pele”. Contém um agente hidratante que dura 24 horas e não deixa um acabamento gorduroso. Para além disso, contém minerais purificados que unificam sem deixar marcas. À venda em farmácias.

SENSAI CELLULAR PERFORMANCE, Kanebo. 83,50€.
Base em creme com princípios activos exclusivos que abrandam o envelhecimento. Contém um agente humectante. À venda em perfumarias.

NUTRITIOUS VITA MINERAL LIQUID SPF 10, Estée Lauder. 36,50€
Base de maquilhagem líquida, com factor de protecção solar 10, que confere uma hidratação adicional. Disponível em três tons. À venda em perfumarias.

07. Janeiro 2010 by admin
Em: Cirurgias Plásticas e Estética | Comentar

Deixe o Seu Comentário no Fórum

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *