Blefarite

A blefarite é uma infecção comum das pálpebras. As pálpebras, as pestanas, as glândulas sebáceas ou o branco dos olhos podem ficar afectados com esta infecção. A blefarite pode ser uma infecção a longo prazo e de difícil tratamento. Se for tratada, apresenta melhorias passados oito a 12 meses. A infecção pode surgir novamente após o tratamento.

 

Causas da blefarite

A blefarite é habitualmente provocada por um germe designado como bactéria. Outra das causas da blefarite pode ser uma reacção alérgica a algo.

Sinais e sintomas de blefarite

Poderá sentir qualquer um dos sinais ou sintomas seguintes:

· Ardor, prurido e dor nas pálpebras.

· Vermelhidão, irritação, ou pálpebras inchadas.

· Secreção clara, de cor amarela ou verde a sair das pálpebras. Esta secreção pode formar crostas e fazer com que as pálpebras fiquem unidas, especialmente de manhã.

· Escamas em redor das pestanas.

· Pestanas soltas.

· Incapacidade dos olhos de suportar luz forte.

Diagnóstico – Como se Diagnostica:

Pela observação oftalmológica, com recurso à biomicroscopia.

Cuidados a ter:

As seguintes indicações poderão ajudá-lo a tratar e evitar a inflamação:

· Lave as mãos com sabão e limpe-as em toalhas limpas. Mantenha as mãos afastadas dos olhos.

· Não utilize maquilhagem para os olhos até que a infecção desapareça totalmente.

· Não utilize lentes de contacto até receber permissão para isso por parte do seu médico.

· Mantenha-se afastado de locais que contenham pó ou outras substâncias que possam incomodar os olhos.~

Riscos e Complicações da blefarite:

A blefarite pode causar uma inflamação crónica podendo afectar todas as estruturas anteriores do olho. Com frequência, a esta perturbação associa-se o olho seco e o chalazio.^

Tratamento natural da blefarite

Poderá necessitar de fazer tratamento às pálpebras pelo menos uma vez por dia durante um período alargado de tempo. Evitará, dessa forma, a repetição da blefarite. Siga as instruções seguintes para tratar as pálpebras:

· Coloque compressas limpas e tépidas em ambos os olhos durante 10 a 15 minutos, duas vezes por dia. Volte a aquecer as compressas quando arrefecerem. A água tépida amolece as crostas em redor das pestanas. A lavagem derrete ainda o fluído produzido pelas glândulas das pestanas.

· Lave as pálpebras após as lavagens com água tépida. Coloque champô para bebé num pano limpo e quente. Adicione água tépida ao champô. Com os olhos fechados, lave gentilmente as pestanas. Enxagúe o champô com água tépida.

· O seu médico poderá receitar-lhe uma pomada de antibiótico. Aplique-a nos olhos diariamente. Siga cuidadosamente todas as instruções do seu médico. Passe gentilmente a pomada pelas pálpebras e pestanas com um dedo limpo. A pomada poderá enevoar a visão durante um curto período de tempo.

Publicidade

· Poderá também ser-lhe fornecido um antibiótico sob a forma de gotas para os olhos. Siga as instruções do seu médico relativas à utilização das gotas para os olhos.

CONTACTE O SEU MÉDICO SE:

· Tiver dores nos olhos.

· Sentir alterações de visão.

· Registar novos sintomas. Os medicamentos utilizados para tratar a blefarite podem provocar efeitos secundários.

· Tiver sintomas que durem mais de duas semanas.

16. Março 2011 by admin

28 Comentários no Fórum

  1. Olá, tive blefarite durante uns 4 anos, hoje posso até ter a doença, mas não tenho mais nenhum sintoma. Vou dizer como consegui controlar, talvez possa ajudar algumas pessoas. Para limpeza dos cílios uso o blephagel, esfregando bem com o cotonete. Não me dei bem com o xampu jhoson e nem com o frexclean. Quando o problema atacava( cheguei a fazer 6 cirurgias pra retirada de calázio), fazia bastante compressa com água. Colocava a água quente na garrafa térmica( que comprei só pra isso), depois colocava um pouco na tampa da garrafa, molhava o pedaço de algodão e esperava esfriar um pouco(mas ainda quente), pra só então colocar nos olhos, colocava nos cílios inferiores e depois nos superiores, separadamente, pois assim atingia diretamente a área a ser aquecida. Outra coisa que faço, com bastante cuidado, é usar palito de dente pra tirar as cascas que ficam nos cílios, muitas saem com facilidade com o auxílio do palito, pra depois limpar com blephagel. Uso sabonete anti-oleosidade(dermotivin) também no rosto e tomo capsulas de óleo de linhaça. Acho que pessoas que se alimentam mal, com rosto oleoso, stress, tendem a ter blefarite. Pessoas que acordam cedo, tomam um belo banho bem cedo(lavando bem o rosto pra tirar oleosidade), saem pra rua satisfeitas com suas vidas, praticam esportes, se alimentam bem, cuidam de sua saúde, não têm blefarite( não sei mas 4 anos observando e estudando essa doença me fizeram chegar a essa conclusão).

  2. Blefalite tem cura sim……
    Acredito que a maioria das doenças incuráveis, podem ter curas sim, apenas com mudanças de hábitos (alimentar, higiene e outros).
    No caso da Blefalite, recomendo:
    1- Adotar uma garrafinha de água mineral, e ingerir água de forma viciosa….
    2- Lavar as mãos frequentemente
    3- Lavar as palpebras somente com xampu para crianças recem-nascidas
    4-Usar óculos escuro (contra sol e vento intenso)
    5- Esquecer o problema……

  3. Tive blefarite o ano passado, tomei fenoxmetilpenicilina e ibuprofeno e no banho esprimia o pus no olho, por um periodo de uma semana e passou.

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *