Blefaroplastia, a cirurgia das Pálpebras

O que é: A blefaroplastia é o procedimento de cirurgia plástica conhecido como cirurgia das pálpebras. Através da blefaroplastia é possível corrigir a flacidez dos olhos, e as bolsas sobre os olhos (Papos nos Olhos) e remover estes que dão a aparência de que a pessoa está muito cansada.

Durante o procedimento, o excesso de gordura, músculo e pele em excesso são removidos da pálpebra superior e inferior, resultando em uma aparência mais jovem e um total reafirmamento na área dos olhos como podem ver nas fotos antes e depois abaixo.

Fotos Antes e depois da blefaroplastia

fotos de blefaroplastia antes e depois

resultados da blefaroplastia

1

Existe alguma limitação na blefaroplastia?

Tenha em consideração que a blefaroplastia não trata sobrancelhas, olheiras, rugas ou os pés de galinha (linhas finas em redor dos olhos), apenas se resume ao tratamento das pálpebras caídas e á remoção dos papos nos olhos.

Para o tratamento de outras situações, como por exemplo rugas, têm de ser aplicados outros procedimentos para esse fim.

Quem pode realizar a cirurgia das pálpebras?

Topos os homens e mulheres que buscam uma melhoria nas pálpebras superiores devido ao excesso de pele ou nas bolsas das pálpebras inferiores (os papos nos olhos) são candidatos ideais para se submeterem a esta cirurgia, uma vez que o objetivo da blefaroplastia é esse mesmo (melhorar principalmente a funcionalidade do olho), o resultado estético vem em segundo plano e também melhora bastante, principalmente na aparência de cansaço, tal como pode verificar nas fotos anteriores, principalmente a primeira que teve um resultado fantástico a esse nível.

O principal foco que o paciente deve ter é a expectativa, esta tem de ser bastante realista.

A maioria dos pacientes (homens e mulheres) que se submetem a uma blefaroplastia são pessoas entre os 40 e os 65 anos, e a maioria não sabe exatamente o que esta cirurgia corrige, ou qual o seu principal objetivo, que é, melhorar a funcionalidade do olho, e melhorar a estética do olho, apenas e só.

Ou seja a cirurgia das pálpebras corrige a flacidez da pele que está localizada acima da pálpebra superior. Muitas pacientes pensam que a cirurgia altera também a estética das sobrancelhas, mas não, a posição das sobrancelhas não é de forma nenhuma afetada nem alterada com a cirurgia de pálpebras, tenham isso em consideração.

Para levantar as sobrancelhas existe o chamado browlifting, ritidoplastia frontal, lifting frontal ou simplesmente elevação de sobrancelhas.

O que acontece durante uma consulta?

Durante a consulta o cirurgião realiza um exame e verifica todo o seu historial médico. O cirurgião plástico irá discutir com o paciente os objectivos pretendidos com a cirurgia e quais as melhores opções cirúrgicas disponíveis para esse resultado.

Depois de escolhida a técnica a usar o cirurgião irá explicar detalhadamente ao paciente, passo a passo como será processado todo esse momento de mudança na sua vida, desde a fase pré cirúrgica, a técnica cirúrgica utilizada, o tipo de anestesia utilizada, a localização das cicatrizes, o tamanho das mesmas, bem como falar sobre os riscos e complicações envolvidas e todos os custos e preços associados.

Se quiser levantar também as sobrancelhas este será o momento ideal, pois poupará não só nos custos envolvidos como evita ter de submeter-se a todo este processo mais tarde novamente. Tudo isto poderá ser recomendado pelo cirurgião durante a consulta de forma a conseguir ajudá-la a alcançar ou a recuperar o olhar jovem que teve no passado.

Onde é realizada a cirurgia?

A blefaroplastia pode ser realizada num centro cirúrgico ou hospital.

Que tipo de anestesia é utilizada?

A blefaroplastia pode ser realizada com uma combinação de anestesia local e sedação, ou quando necessário, anestesia geral.

Como é realizada a blefaroplastia?

Quando são as pálpebras superiores a serem tratadas, o cirurgião realiza a incisão nas linhas, dobras naturais das pálpebras, mantendo assim as cicatrizes escondidas, tanto quanto possível. Através desta incisão, é removido todo o excesso de gordura, músculo e pele flácida. Por fim fecham-se as incisões.

Nas pálpebras inferiores, a incisão é realizada ao longo da linha do olho e dobras da pálpebra inferior. Tal como na pálpebra superior, será igualmente retirado todo o excesso de gordura, músculo e pele flácida, e a incisão será fechada através de pontos minúsculos.

Quando o problema é unicamente causado pelo excesso de gordura orbital existente nas pálpebras inferiores, ao invés da técnica clássica será realizada a técnica interna (trans-conjuntival), não visível, sem cicatrizes visíveis uma vez que as incisões serão realizadas na conjuntiva.

Quanto tempo demora a cirurgia?

O tempo de duração da cirurgia pode variar, mas normalmente é realizada entre uma ou duas horas.

Onde são realizadas as incisões (cortes)?

  • Pálpebra superior: linhas e dobras naturais da pálpebra superior;
  • Pálpebra inferior: linhas e dobras naturais da pálpebra inferior.

O resultado final deixa cicatrizes?

Sim, como é óbvio, se é realizado um corte na pele existe como resultado disso uma cicatriz, no entanto estas são bem discretas inicialmente e desaparecem ao longo do tempo. Como já referido anteriormente, quando se trata de uma blefaroplastia inferior em que seja apenas aplicada a técnica interna (trans-conjuntival), as cicatrizes não são visíveis uma vez que as incisões serão realizadas na conjuntiva do olho.

A blefaroplastia é um procedimento muito doloroso?

Depende, pois cada caso é um caso. Durante o procedimento e se for aplicada a anestesia ideal para o seu caso, não irá sentir quaisquer dores. Na fase pós-operatória poderá sentir algumas dores, é normal surgirem, e fazem parte do pós-operatório de qualquer procedimento cirúrgico, embora os medicamentos receitados pelo cirurgião ajudem a controlar o desconforto do paciente.

Pós operatório

Na fase pós-operatória é comum persistir algum inchaço e hematomas, que podem ser controlados através da aplicação de compressas frias e mantendo a cabeça elevada quando deitado. Siga sempre e apenas as recomendações fornecidas pelo seu médico, pois cada caso é um caso.

Nos olhos o paciente poderá sentir-se em primeiro lugar, coceira e olhos secos. A área dos olhos deve ser limpa regularmente durante uma a duas semanas após a cirurgia, e são recomendados colírios (medicamentos tópicos para aplicar nos olhos e pálpebras). Qualquer desconforto que o paciente possa ter, é controlado com analgésicos prescritos pelo medico. Os hematomas desaparecem de duas a quatro semanas.

A primeira noite após a cirurgia deverá ser de relaxamento total. A atividade deve ser reduzida ao mínimo. E deve ser realizada uma dieta de base líquida durante as primeiras dezoito horas após a anestesia.

A cabeça deve estar elevada como já referido anteriormente e com dois travesseiros, de forma a reduzir o inchaço. Recomenda-se também o uso de gelo sobre os olhos durante 10 minutos, a cada 48 horas. A aplicação de gelo ajuda a reduzir o inchaço em volta dos olhos, que normalmente desaparece em cinco dias.

Quando posso voltar ao trabalho após o procedimento?

Os pacientes geralmente estão capazes de retornar ao trabalho e ás suas atividades sete a dez dias após a cirurgia.

Posso fazer exercícios logo após a cirurgia?

É lógico que não :-) os pacientes precisam evitar tanto a atividade física como o consumo de álcool, pelo menos, três semanas após o procedimento.

Quando são retirados os pontos da cirurgia?

Os pontos geralmente são removidos três a cinco dias após a intervenção, embora estes pontos sejam auto-absorvido, ou seja, eles iram dissolver-se sozinhos.

Riscos e complicações que podem ocorrer com a blefaroplastia

As possíveis complicações que podem ocorrer após a blefaroplastia são:

  • Sangramento
  • Dificuldade de fechar os olhos completamente
  • Infecção
  • Assimetria
  • Flacidez da pálpebra inferior
  • Má recuperação
  • Má cicatrização
  • Inchaço nos cantos das pálpebras
  • Visão turva .
  • Derrames
  • Visão dupla
  • Sensação de olho seco
  • Olhos vermelhos e doendo

O seguro de saúde cobre os custos da blefaroplastia?

Quando esta é realizada por razões apenas estéticas não é coberta pelo plano de saúde. No entanto, nos casos em que as pálpebras caídas causem problemas funcionais no dia-a-dia, como dificuldade em ver, o procedimento pode ser coberto em parte ou totalmente pelo plano de saúde.

Bjs, Sonia C

Gostou do artigo? Partilhe! :-)

» Testemunho: Dúvidas sobre Blefaroplastia, Pós operatório, Resultados e Cicatrizes

loading...
loading...

04. Outubro 2009 by admin

112 Comentários no Fórum

  1. Tenho 64 anos, faço academia tenho uma vida saudável, mas, tenho as pálpebras caídas e bolsa embaixo dos olhos, gostaria de saber qual é o custo, e se posso dividir em parcelas.

  2. há um mes fiz o procedimento palpebras inferiores e superiores. ficou como se fosse uma bolsinha no canto da palpebra inferior do olho direito. será que não foi retirada bolsa de gordura suficiente e novo procedimento seria necessário? a dra mandou continuar a drenagem mas não está dando resultado.

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *