Boswellia Serrata (Olíbano): Os 12 Benefícios Para A Saúde, Usos E Efeitos Colaterais

Para quem procura novos e incríveis remédios naturais, a Boswellia serrata tornou-se extremamente popular nos últimos anos.

Embora a planta tenha sido usada durante milhares de anos em outras partes do mundo, pode dizer-se que é uma recém-chegada ao mundo ocidental.

Conheça Os Benefícios Do Extrato Da Planta Boswellia Serrata

Antes de adicionar este remédio herbal ao seu regime de saúde, é crucial compreender a origem, os usos, e os potenciais benefícios para a saúde que esta planta representa.

Boswellia Serrata

Cientificamente conhecido como Boswellia serrata, este não é apenas o nome da erva, mas sim, também da grande árvore nativa da Índia e algumas regiões do Paquistão.

A árvore é bastante famosa pela produção de incenso indiano (Indian frankincense), um nome comum da erva, que também é conhecido como Salai ou shallaki.

Todos os géneros de Boswellia são referidos como Olíbano ou Frankincense, mas esta espécie em particular é elogiada pela resina que produz.

Quando esta goma-resina é removida da árvore, muitas vezes é queimada para fins aromáticos ou utilizada em aplicações médicas.

A Boswellia serrata é uma planta lendária na medicina ayurvédica, uma vez que está associada a propriedades anti-inflamatórias poderosas e uma grande variedade de outros benefícios para a saúde.

Para aplicações “mais formais”, a resina da árvore é endurecida e então processada em vários suplementos, bebidas, cosméticos e sabonetes, todos com eficiência comprovada para oferecer benefícios notáveis aos usuários regulares.

Esta mistura de ervas pode ser encontrada em lojas de produtos de saúde naturais e através de herbalistas certificados.

A Boswellia serrata é uma fonte rica de ácido boswélico (um terpenóide), bem como vários outros tipos de terpenos, os quais têm um maravilhoso efeito no nosso corpo.

Benefícios Da Boswellia Serrata para a Saúde

Extrato Resinoso De Boswellia Serrata

Os 8 principais benefícios da Boswellia serrata incluem a sua capacidade em aliviar os sintomas da artrite, reduzir a inflamação, prevenir a doença auto-imune e vários tipos de câncer, reduzir o tempo de cura de feridas, aumentar a força muscular, prevenir dores de cabeça e apoiar a saúde da pele.

Artrite

Talvez os benefícios de saúde mais conhecidos da Boswellia serrata sejam o impacto que esta pode ter sobre condições inflamatórias, tais como osteoartrite.

O que Procura?
Como fazer um chá anti-inflamatório de açafrão-da-terra (Cúrcuma)

Muitos estudos ligam a utilização regular desta erva com a inibição de algumas enzimas inflamatórias presentes no corpo, incluindo citoquinas, o que pode causar dor nas articulações e desconforto.

Para as pessoas que sofrem de artrite e outros problemas inflamatórios, o uso diário de Boswellia pode melhorar a qualidade de vida e aliviar a maioria da dor associada.

Cicatrização

Na tradição ayurvédica, a Boswellia tem sido usada para curar feridas internas e externas. A aplicação tópica da planta é capaz de estimular a circulação a acelerar o processo de cicatrização de feridas, além de proteger a ferida de infecções.

A toma de suplementos ou bebidas com o extrato de Boswellia serrata podem ajudar a acelerar o tempo de recuperação de lesões ou doenças prolongadas.

Sistema Imunológico

Uma das descobertas mais recentes relacionadas com esta erva é o efeito que pode ter sobre os linfócitos e as células T presentes no nosso organismo.

Estes são componentes cruciais do sistema imonológico que podem afetar a gravidade e o tempo de resposta do sistema imunológico.

Quando consumida regularmente, a planta pode otimizar o sistema imunológico a responder de forma mais eficaz a substâncias estranhas e patógenos infecciosos.

Câncer

Tem sido dada grande atenção ao impacto da Boswellia serrata sobre o câncer no organismo.

Ao contrário de muitos compostos Anticâncer e outros remédios naturais, esta erva não causa a apoptose (morte celular automatizada), em vez disso, proíbe a proliferação e dispersão de células cancerosas.

Este benefício reduzirá especialmente o risco de formação de tumores e tornará mais fácil o tratamento formal do câncer para eliminar células cancerosas dentro dos órgãos.

A planta também está associada a uma redução dos sintomas causados pela quimioterapia, tornando-se um tratamento complementar bastante popular aos tratamentos atuais.

Doenças auto-imunes

Algumas pesquisas mostram que a Boswellia é capaz de fortalecer o sistema imunológico e torná-lo mais resistente a doenças auto-imunes.

Amplamente conhecida como algumas das doenças mais devastadoras para gerenciar e superar, o uso diário de Boswellia serrata pode ajudar a reduzir o risco de doenças como lúpus, artrite reumatóide e outras doenças crônicas.

Saúde da Pele

Embora o teor de nutrientes presentes na erva estejam um pouco limitados aos seus ingredientes ativos, o ácido boswellico, nomeadamente, possui algumas habilidades antioxidantes para a pele.

A erva tem sido usada na medicina ayurvédica para o tratamento de inflamações e irritações da pele e é conhecida como uma medida eficaz para melhorar a aparência de rugasmanchas da idade e manchas causadas pelo sol, ao mesmo tempo que, melhora a elasticidade da pele.

O que Procura?
Óleo Essencial de Tangerina na Cura da Pele e Combate ao Câncer

Evita as dores de cabeça

As dores de cabeça são uma forma de inflamação que poucas pessoas consideram, mas os capilares inchados na cabeça, perto dos templos, são uma das principais causas de dores de cabeça e enxaquecas.

Algumas pesquisas realizadas sobre o uso Ayurvedico desta erva mostram que ela pode rapidamente e consistentemente aliviar a dor de cabeça na maioria dos pacientes.

Estresse

Evidências anedóticas da tradição ayurvédica mostram que o uso da erva, particularmente quando é queimada como um composto aromático, pode ajudar a reduzir a ansiedade e manter baixos os níveis de hormônios de estresse crônicos no corpo.

Este benefício é atribuído à presença de triterpenos no corpo, o que pode afetar a produção e libertação de neurotransmissores chave no nosso sistema nervoso.

Força muscular

A redução da inflamação nas articulações e músculos é apenas parte do impacto da Boswellia, permitindo treinos mais intensos e aumentos da energia, o que resultará num melhor metabolismo do tecido muscular e um aumento notável na resistência durante o exercício.

Digestão

A Boswellia serrata tem sido diretamente ligada à redução da inflamação no intestino, a causa de muitos problemas digestivos, da Síndrome do Intestino Irritável à prisão de ventre e dores no estômago.

Ao eliminar esta inflamação, graças ao ácido boswélico presente, a eficiência na absorção de nutrientes pode ser melhorada e os sintomas de diarreia, flatulência e cólicas podem ser aliviados, além de um menor risco de câncer colorretal e úlceras gástricas.

Equilíbrio hormonal

Todas as variedades de incenso (frankincense), particularmente quando usadas em forma de extrato ou óleo essencial, são conhecidas por reequilibrar os hormônios em todo o corpo.

Este benefício pode ajudar a melhorar os níveis de humor e estresse, além de otimizar o metabolismo, reduzindo a gravidade da menstruação e melhorar os processos de metabolismo da energia, entre outros.

Propriedades analgésicas

As capacidades analgésicas da Boswellia serrata estão intimamente ligadas às suas lendárias propriedades anti-inflamatórias.

Juntamente com a inibição da libertação de enzimas e compostos inflamatórios no corpo, ela também tem um impacto na ativação dos receptores de dor nas articulações e músculos.

O que Procura?
Chá de Hortelã Pimenta

Estes privilégios ajudam a melhorar a qualidade de vida e mantê-lo jovem e saudável à medida que envelhece, quando consumida em quantidades moderadas.

Usos da Boswellia Serrata

Resina Da árvore Boswellia Serrata

Esta erva é usada em muitas formas diferentes, dada a sua origem e composição únicas. Como mencionado acima, a Boswellia serrata (a erva) é adquirida através da recolha da resina de goma a partir da árvore do mesmo nome, deixando secar antes de ser processada.

A partir desse ponto, pode ser queimada para fins aromáticos ou de aromaterapia. No entanto, a sua preciosa resina seca também está disponível em vários suplementos e outros produtos.

A resina pode também ser adicionada a várias bebidas, chás e alimentos, dado o seu suave sabor, e também está disponível em forma de extrato puro, que pode ser usado de várias formas como remédio natural.

Também está disponível em formas tópicas, que podem ser aplicadas a partes dolorosas ou inflamadas do corpo, bem como em fórmulas diluídas usadas para a realização de bochechos bucais.

Algumas mulheres usam a planta como ingrediente na elaboração de cosméticos naturais, e na tradição religiosa, é utilizada como um tipo de incenso.

Efeitos Colaterais

Apesar dos benefícios para a saúde notáveis, a Boswellia serrata está também associada a vários efeitos colaterais, tais como problemas gastrointestinais, erupções cutâneas, e potenciais danos no fígado.

No entanto, a maioria destes efeitos secundários só aparecem quando a erva é utilizada em altas concentrações. A utilização moderada está raramente associada a efeitos colaterais negativos.

Problemas de estômago – O consumo excessivo da planta tem sido associado a uma série de problemas gastrointestinais, que vão desde inchaço e cólicas, a diarreia e náuseas.

Quando tomada em quantidades normais (quantidades recomendados no suplemento), estes efeitos colaterais desagradáveis podem ser evitados.

A inflamação da pele – A Boswellia serrata pode ser usada topicamente e é um ingrediente presente em muitas preparações de maquilhagem e cosméticos.

No entanto pode causar inflamação da pele em algumas pessoas. Este tipo de reação alérgica é relativamente rara e pode ser evitado com o uso de pequenas quantidades.

Danos ao fígado – Em um número raro de casos, geralmente quando uma quantidade excessiva de Boswellia é consumida, ela pode afetar a função e saúde do fígado. No entanto, consumir apenas as quantidades recomendadas não prejudicam o fígado de forma alguma.

Referências

http://europepmc.org/abstract/med/9049593
http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0944711304701890
http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/037887419390005P
http://www.bmj.com/content/337/bmj.a2813.full
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3309643/

loading...

04. Agosto 2017 by admin

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *