Cirurgia Bariátrica – Antes e Depois

O que é a cirurgia bariátrica?
É a cirurgia usada no tratamento da obesidade. O termo vem do grego baros (peso) e iatrein (tratamento).

Fotos antes e Depois da Cirurgia Bariátrica

A obesidade representa um dos principais factores responsáveis por uma boa parte dos problemas de saúde fatais dos dias de hoje. Tanto as doenças de coração, quanto a diabetes, o cancro, entre muitos outros problemas, são altamente potenciados pela presença de elevados níveis de gordura corporal. Assim sendo, para além de um problema de ordem estética, o sobrepeso é, também, um poderoso inimigo do bem-estar corporal, que facilmente poderá contribuir para deteriorar a qualidade de vida de todos aqueles que possuem uns quilinhos a mais.

Ainda que uma boa rotina alimentar e um estilo de vida dinâmico possa revelar-se bastante eficaz no combate ao sobrepeso, a verdade é que, muitos casos de obesidade, são altamente potenciados por factores hormonais, o que faz com que nem sempre possam ser eficazmente resolvidos através de uma simples reeducação alimentar.

Aliado a essa questão, está o facto de que, muitas vitimas de obesidade, nem sempre demonstram a determinação necessária para abandonar certos maus hábitos alimentares, o que acaba por originar uma dificuldade muito mais acrescida em perder peso. Em casos destes, em que o sobrepeso tenha atingido proporções extremas e a dificuldade em emagrecer já se tenha instalado permanentemente, a opção mais sensata para a resolução do problema poderá passar por uma cirurgia bariátrica, também conhecida como redução de estômago.

Ao reduzir significativamente o estômago, esta cirurgia diminui a capacidade de recepção de alimentos pelo mesmo, contribuindo assim para gerar uma rápida sensação de saciedade através da ingestão de quantidades muito reduzidas de comida. Ao começar a comer muito menos, o obeso perderá automaticamente peso, e terá assim a possibilidade de levar um estilo de vida muito mais saudável.

Esta cirurgia é extremamente eficaz, e possui uma taxa de sucesso surpreendentemente elevada. A esmagadora maioria daqueles que se submetem a uma cirurgia de redução de estômago acabam por, no espaço de poucos anos, perder quase a totalidade do peso que possuem a mais. E isto é válido até para os casos mais extremos.

Ainda que eficaz, é importante notar que, esta cirurgia, não deverá ser encarada como solução primária para qualquer caso de sobrepeso, mas sim unicamente para os mais extremos, que não tenham conseguido, através de outras opções mais convencionais, resolver o seu problema. A cirurgia pode ser bastante arriscada, com períodos de recuperação dolorosos, pelo que, deverá ser muito bem ponderada.

Os resultados poderão ser surpreendentes, mas só se farão sentir totalmente caso também seja dada atenção a outros factores, como é o caso da adopção de uma dieta alimentar balanceada e de uma boa rotina de exercício físico.

Independentemente do nível de obesidade, é importante que, antes desta cirurgia, seja feito um bom esforço para a resolução do problema através de alternativas mais simples e menos arriscadas.

Onde é realizada a cirurgia bariátrica?

Nos hospitais que possuem unidades especializadas, com endocrinologistas, cirurgiões gerais, anestesistas, psiquiatras e em coordenação com as equipas de atenção primária. É uma equipe multidisciplinar que deve discutir as indicações e a técnica mais adequada para cada paciente.

Quando esta cirurgia é indicada?

Somente é indicada em aqueles pacientes com um IMC acima de 40 ou com um índice acima dos 35 anos que têm doenças graves relacionadas à obesidade ( doença cardiopulmonar grave, diabetes mellitus, doenças articulares potencialmente tratáveis ou apnéia do sono).

Que requisitos deve cumprir o candidato/a para a fazer?

Histórial de pelo menos cinco anos de obesidade.

Falha de um tratamento clínico bem controlado.

Idade entre os 18 e 60 anos.

Risco cirúrgico aceitável.

Corrigir informações inerentes ao funcionamento e à boa predisposição para o acompanhamento pós-operatório.

Quais são as contra-indicações da cirurgia bariátrica?

Quando a obesidade é devida a causas endócrinas ou congênitas.

História de alcoolismo ou outras drogas

Presença de retardamento mental moderado ou grave.

Transtornos psiquiátricos graves (esquizofrenia ou transtorno psicótico).

Neoplásicas do fígado ou dos rins em estágio avançado.

Tipos de técnicas de Cirurgia Bariátrica:

Existem três tipos de cirurgia, dependendo do grau de redução do volume gástrico e do grau de má absorção intestinal que ocorrer.Cirurgia Restritiva: Para Reduzir o volume do estômago originando uma perda de peso que tem a ver com a menor ingestão de alimentos. A técnica consiste em construir um pequeno reservatório no estômago (30 ml) que se comunica com o restante do órgão e que tem seu esvaziamento retardado por um anel, impedindo que se coma grandes volumes de comida.

Cirurgia Disabsortiva: Mantem a ingestão de alimentos, mas produz uma má absorção destes, eliminando assim a maioria da deposição de nutrientes. Nesta operação é excluido um grande segmento do intestino delgado onde passam os alimentos. O estômago pode ou não ser mantido intacto. Desta forma o alimento ingerido não é absorvido.

Mista Combinada: uma combinação das duas. Nas técnicas mistas faz-se a construção de um pequeno reservatório gástrico, com anel, assim como a exclusão de um pequeno segmento intestinal.

Ler tambem sobre: Balão Intragástrico

Em: Beleza e Cosmética, Cirurgias Plásticas e Estética, Disturbios Alimentares, Fotos Antes e Depois | 1 comentário

One Comment

  1. gostaria de saber o valor e se posso fazer pelo sus qual o procedimento

Deixe o Seu Comentário no Fórum

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *