Como prevenir o infarto?

Doenças cardiovasculares

A insuficiência coronariana é classificada como problema de sáude pública, vitimando somente nos Estados Unidos cerca de 1,5 milhão de pessoas por ano. E o que é mais grave: a grande maioria destas vítimas encontram-se na faixa etária mais produtiva da vida, entre 45-55 anos de idade. Uma surpresa é o aumento crescente do número de casos entre as mulheres, o que não ocorria há alguns anos e entre pacientes muito jovens, homens e mulheres situados entre os 30-45 anos.

Entre os principais fatores de risco para que o indivíduo desenvolva a doença coronariana estão: diabetes mellitus, hipertensão arterial sistêmica, tabagismo, obesidade, taxas elevadas de colesterol, sedentarismo e estresse emocional.

Como prevenir o infarto?

Obesidade – A manutenção do peso ajuda não só a prevenção de doenças cardiovasculares, como de inúmeras outras.

História Familar – Atenção para a predisposição genética.

Tabagismo – O cigarro talvez seja o maior inimigo para a manutenção da qualidade de vida como um todo. Expõe diretamente o usuário a doenças não só cardiovasculares como respiratórias, além de prejudicar quem está a sua volta e não é fumante.

Hipertensão arterial – O controle da pressão arterial evita além do infarto, derrames e inúmeras complicações vasculares que incidem em todos os órgãos, mas principalmente nos rins, na retina, no coração e nos vasos do cérebro.

Stress Emocional – Um dos fatores mais difíceis de serem evitados é atualmente o responsável pelo aumento nos casos de infarto e outras doenças.

Diabetes e Controle do Colesterol – O controle da dieta para os diabéticos é fundamental, principalmente quanto ao consumo de açúcares e gorduras que deve ser rigorosamente controlado para evitar o entupimento das artérias.

O que Procura?
Longevidade dos pais

Atividade Física – Os exercícios realizados pelo menos de 4 a 5 vezes por semana com duração de uma hora trazem ao organismo diversos benefícios, além da prevenção e até mesmo regressão das doenças cardiovasculares.

Os principais efeitos do exercício são: a queda dos níveis da pressão arterial, a perda e manutenção do peso, importante para diminuir as taxas de colesterol e estimular o músculo cardíaco a criar novos vasos sangüíneos que poderão ser úteis, nos casos em que se iniciam a obstrução de importantes artérias do coração, além de melhorar a auto-estima, a disposição e o humor das pessoas.

loading...

07. Junho 2010 by admin

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *