Crianças em Idade Pré-Escolar

Crianças em Idade Pré-Escolar – “Os anos mágicos”

Quais são as crianças em idade pré-escolar?

São crianças com idades entre os 3 e os 6 anos. Nesta fase a brincadeira assume uma importância fundamental. A brincadeira ajuda a criança a desenvolver coordenação manual/visual e também a aprender a fazer parte da sociedade (o mundo em seu redor). Este período da vida é frequentemente designado como os anos mágicos porque a criança passa grande parte do seu tempo a brincar ou num mundo de fantasia. Através da brincadeira, a criança aprende novas capacidades e aptidões. Com a ajuda dos pais, a criança consegue construir auto-estima (modo como se sente em relação a si própria), confiança e independência positivas.

Crescimento e desenvolvimento físico: Durante esta fase da pré-escolaridade, a criança deverá começar a perder a sua gordura infantil. Deverá também começar a crescer em altura e a ficar mais magra, começando simultaneamente a desenvolver os músculos.

- A criança deverá adquirir entre 2 kg a 3 kg por ano. O seu maior ganho de peso acontece nas primeiras fases deste período pré-escolar.
- O ganho médio em altura é de cerca de 5 a 7,5 cm por ano.
- Os dentes molares definitivos poderão começar a nascer quando a criança tiver cerca de 4 ou 5 anos de idade.
- Deverá saber se a criança é dextra ou canhota por volta dos 5 anos de idade.

Movimento (Controlo e capacidades corporais): A criança em idade pré-escolar é uma criança bastante activa. A criança utiliza o corpo para transmitir os seus pensamentos e sentimentos às outras pessoas. Deverá aprender nesta fase como controlar o seu equilíbrio e tornar os seus movimentos mais coordenados e menos desajeitados (deselegantes). Descrevem-se a seguir algumas das coisas que a criança conseguirá fazer por volta dos 5 anos de idade.

- Caminhar facilmente para a frente e para trás.
- Manter-se de pé e equilibrar-se no pé direito ou no pé esquerdo durante 5 a 10 segundos.
- Subir e descer escadas utilizando um pé em cada degrau.
- Saltar, pular num só pé, balançar e trepar.
- Conduzir um triciclo.
- Atirar e apanhar uma bola grande ou uma bola pequena.

Movimento (Capacidades das mãos e dos dedos): O controlo dos músculos e uma aptidão cada vez maior para se concentrar ajudam a criança em idade pré-escolar a desenvolver capacidades das mãos e dos dedos. Nesta idade, há maior consciência da forma como os objectos se relacionam uns com os outros. Por volta dos quatro anos de idade, a coordenação da criança e as capacidades das mãos e dos dedos estarão totalmente desenvolvidos. No final deste período de crescimento, a criança conseguirá efectuar o seguinte.

- Colocar líquido em recipientes de diferentes tamanhos.
- Empilhar blocos com uma altura de 9 ou 10 cubos e construir uma ponte utilizando 3 cubos
- Começar a desenvolver capacidades de escrita. Poderá utilizar um lápis para escrever algumas letras, números ou palavras incluindo o seu primeiro nome.
- Esticar uma corda grande.
- Traçar ou copiar um círculo, um quadrado e uma cruz por volta dos 3 a 4 anos de idade. Desenhar uma pessoa com seis ou nove traços por volta dos 5 anos de idade.
- Utilizar tesouras para cortar imagens seguindo um traçado.

Actividades diárias: Durante este período pré-escolar, a criança começa a tratar do próprio corpo. A criança deverá ser capaz de fazer as seguintes coisas quando atingir o final do período pré-escolar.

- Lavar os dentes.
- Vestir-se e despir-se com pouca ajuda dos pais.
- Desenvolver controlo nocturno da bexiga e dos intestinos, com início por volta dos 3 anos de idade.
- Ajudar a pôr a mesa e alimentar-se a si própria utilizando o garfo e a faca.
- Calçar os seus próprios sapatos e tentar apertar os atacadores dos sapatos (mas sem conseguir dar o laço).

Desenvolvimento da linguagem: O vocabulário da criança (quantidade de palavras) cresce rapidamente durante os anos de pré-escolaridade. Deverá começar a expressar os seus sentimentos com palavras em vez de utilizar as acções, tais como chorar, agarrar, atingir ou morder. É muito importante ser paciente porque a criança poderá falar de forma ininterrupta. Poderá estar sempre a colocar questões sobre o significado das palavras ou das coisas. A criança deverá ser capaz de fazer o seguinte quando atingir o fim do período de pré-escolaridade.

- Antes de atingir os anos de pré-escolaridade a criança falava utilizando apenas frases de duas palavras. Agora já é capaz de pronunciar frases com 6 a 8 palavras utilizando as regras básicas de gramática. Quando atingir os 5 anos de idade, a criança deverá ser capaz de se lembrar de partes de uma história e contar histórias ou fantasias mais compridas. Apesar do seu discurso ser suficientemente claro, poderão existir palavras que não sejam pronunciadas de forma correcta.
- A criança aprende entre 300 a 2500 palavras. A criança poderá começar a utilizar frases mais exigentes tais como “anda cá”. É uma excelente altura para começar a ensinar à criança as frases “obrigado” e “por favor.”
- A criança já conseguirá nomear as cores básicas, os dias da semana e outras palavras relacionadas com o tempo.
- A criança em idade pré-escolar começa a compreender o significado de duas coisas serem “iguais” ou “diferentes.” Também começa a compreender o presente, o passado e o futuro.

Desenvolvimento intelectual: Nos primeiros anos deste período pré-escolar, a criança poderá sentir dificuldades em estabelecer a diferença entre a realidade e a fantasia. Poderá pensar que a criança nem sempre estará a dizer a verdade, embora a criança não tenha qualquer intenção de mentir. As crianças em idade pré-escolar também começam a observar o mundo à sua volta na perspectiva de outra pessoa em vez de se centrarem em si mesmas. A criança deverá começar a verificar que as outras pessoas têm ideias diferentes das dela.

- As crianças em idade pré-escolar crêem que os pensamentos fazem com que as coisas aconteçam.
- A criança obedecerá às suas ordens mas não compreenderá por que razão algo está certo ou errado.
- Deverá começar a compreender ideias, tais como o tamanho, os números, os dias da semana e o tempo.
- A criança em idade pré-escolar é bastante curiosa em relação ao mundo, querendo, por exemplo, saber por que razão o céu é azul.
- O seu grau de atenção aumenta cada vez mais. A criança deverá ser capaz de prestar atenção durante pelo menos 20 a 25 minutos.

Relacionamento familiar e social: As pessoas mais importantes na vida da criança em idade pré-escolar são a sua família (pais, irmãs e/ou irmãos). Durante os primeiros anos da pré-escolaridade, a criança pretenderá agradar-lhe. Mas, se exigir demasiado da criança, ela poderá tornar-se rebelde.

- O facto de estar separada dos pais por curtos períodos de tempo torna-se mais fácil. Por volta dos 4 anos de idade, a criança poderá começar a sentir ciúmes dos irmãos ou irmãs. As suas frustrações costumam ser descarregadas em cima dos pais ou dos irmãos.
- As crianças em idade pré-escolar passam muito tempo a brincar com amigos e histórias imaginários.
- Nos primeiros anos da fase da pré-escolaridade, a criança começará frequentemente a brincar sozinha e com os seus brinquedos. Por volta dos 3 anos de idade, começará a querer brincar com outras crianças mas não demonstrará qualquer vontade de partilhar os seus brinquedos. A criança cumprirá as regras mas apenas da maneira como as compreende.
- Por volta dos 4 anos de idade, a criança começará a utilizar as brincadeiras como forma de resolver os seus problemas ou os seus receios.
- Pelos 5-6 anos de idade a criança ficará menos dependente dos outros, mais confiante e independente. Começará ainda a compreender melhor como se deverá comportar em sociedade, como cooperar, partilhar e como cumprir as regras. À medida que a criança em idade pré-escolar for crescendo começará a brincar ao faz de conta, como por exemplo, “aos pais e às mães” e “aos médicos e às enfermeiras.” Começará a sentir vontade de agradar e de se comportar como os seus amigos.

Desenvolvimento emocional e da personalidade: A personalidade da criança bem como o seu controlo emocional desenvolvem-se imenso durante os anos de pré-escolaridade. Se ensinar e ajudar a criança a compreender e a reconhecer os seus sentimentos nesta fase, estará a ajudá-la para quando for mais crescida.

- As crianças são todas diferentes. Poderá ser bastante dada, carinhosa e reagir às novas situações com curiosidade. Ou poderá ser tímida, sentir dificuldades em demonstrar afecto às outras pessoas ou ser cautelosa perante situações novas. A criança em idade pré-escolar poderá ser exigente ou cooperativa. Se você tiver mais do que um filho, eles poderão ter personalidades muito semelhantes ou bastante diversificadas. Nenhuma personalidade por si só é melhor ou pior do que as outras.
- A criança poderá sentir medo do desconhecido. Mas, ao atingir os últimos anos da fase da pré-escolaridade, a criança deverá ser capaz de conseguir lidar melhor com o desconhecido ou com as situações novas que forem surgindo. Começará também a compreender a diferença entre a realidade e a fantasia.
- Durante a pré-escolaridade, a criança começará a compreender a sexualidade e a diferença entre rapazes e raparigas. A criança poderá começar a colocar questões demasiado incómodas para os pais responderem. Solicite ao médico um livro onde sejam descritas formas de falar com a criança sobre a sexualidade. Estes livros ajudam-no a saber o que pretende saber uma criança desta idade e o que deverá saber.

Como manter a criança segura durante os anos da pré-escolaridade? As crianças em idade pré-escolar têm um conhecimento simples e, por vezes, irreal, do seu próprio corpo. À medida que a criança aprende a ser independente e auto-confiante, poderá ver-se metida em situações inseguras. Descrevem-se a seguir algumas formas de evitar acidentes.

- Mantenha objectos pequenos, que possam fazer com que a criança se engasgue, em locais seguros, fora do seu alcance. Uma boa forma de saber se algo é demasiado pequeno é lembrar-se que algo suficientemente pequeno para entrar no rolo do papel higiénico também é suficiente pequeno para fazer engasgar a criança.
- Use portas de segurança, protecções das janelas e capacetes para evitar os acidentes mais comuns, como as quedas. Mantenha os fósforos e os isqueiros fora do alcance das crianças.
- Use correctamente bancos aprovados para automóveis. Coloque o banco no assento de trás do automóvel e vire-o para a frente assim que a criança tiver mais de 1 ano e pelo menos 9 kg. Nunca coloque a criança num assento com um airbag de segurança. Muitos pais deixam de colocar os filhos num banco especial para crianças demasiado cedo. Consulte o tema sobre a utilização de bancos especiais para automóveis e para obter mais informações sobre que altura a criança poderá deixar de utilizar estes bancos especiais para automóveis. Em alternativa, contacte a entidade competente para obter mais informações.
- Nuncar deixa a criança em idade pré-escolar sozinha á beira da água.

Como reagem as crianças em idade pré-escolar ao facto de estarem doentes ou de estarem hospitalizadas? As crianças em idade pré-escolar pensam que o facto de estar doente ou magoado e a consequente hospitalização constituem uma punição por se ter comportado de forma incorrecta. Nesta idade, a criança poderá ficar bastante perturbada em relação ao facto de perder o controlo do seu corpo.

- Este stress poderá fazer com que a criança perca o controlo da bexiga ou dos intestinos.
- A criança poderá tornar-se menos faladora e mais sossegada.
- A criança poderá sentir dificuldades em estabelecer a diferença entre uma dor boa e uma dor má.
- A criança poderá sentir receio de que alguém tente magoá-la ou tente mutilá-la (cortar membros do seu corpo).
- Os procedimentos médicos são bastante assustadores mesmo que não sejam dolorosos, por exemplo, a auscultação do coração.
- Se a criança estiver magoada ou se tiver de ser submetida a uma cirurgia, poderá sentir receio de que a ferida não cure. Poderá, também, sentir receio de que os seus órgãos internos saiam do corpo.

Como ajudar a criança em idade pré-escolar sempre que esta se encontrar doente ou estiver hospitalizada: Tente estar sempre presente quando a criança estiver a receber tratamento médico. Se tal for possível, segure a criança no seu colo durante a administração dos tratamentos.

- Use brinquedos e jogos para ensinar a criança sobre a doença ou o procedimento. Utilize um urso de pelúcia ou outro animal de pelúcia para exemplificar a utilidade dos instrumentos médicos como, por exemplo, um termómetro.
- Seja honesto mas diga à criança apenas o suficiente para evitar que esta comece a fantasiar demasiado. A criança não pretende saber exactamente tudo o que lhe vai acontecer. Diga-lhe o que vai e o que não vai ser feito.
- Encoraje a criança a colocar questões e explique-lhe para que servem os instrumentos menos familiares. O facto de contar à criança por que razão um teste ou um procedimento irão ser efectuados, ajudará a diminuir os sentimentos de culpa que a criança possa sentir.
- Distraia a criança durante um tratamento ou um procedimento, sempre que tal for possível. Ajudará, assim, a criança a tornar-se parte do seu próprio tratamento e poderá ainda ajudar a criança a sentir-se com mais controlo sobre a situação.
- Crie uma rotina do que deverá acontecer diariamente, se tal for possível. Ajudará assim a evitar que a criança volte a fazer coisas que fazia quando era mais nova, como urinar nas calças.
- Alguns médicos acham que os pais não devem elogiar os filhos por serem corajosos. Acham que essa situação poderá fazer com que a criança sinta posteriormente mais receio de contar aos pais sempre que lhe doer algo.

Diga à criança que serão utilizados pensos ou ligaduras para tapar a incisão (corte) se a criança tiver de ser sujeita a um teste ou procedimento que requeira uma incisão. Transmitirá assim à criança a certeza de que tudo será mantido no seu devido lugar.

Em: Saúde | 2 comentários

2 Comentários no Fórum

  1. Olá Sarah,
    O autor do artigo chama-se Rui Guerreiro (Eu), administrador do site.

    Abraços

  2. ola…quem é o autor do texto?

    att

Deixe o Seu Comentário no Fórum

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *