8 Curas Naturais e Remédios para a Ressaca

A ressaca é um estado tipicamente experienciado por quem consome álcool até ao ponto de intoxicação. Ainda que quem bebe levemente também possa sentir alguns sintomas muito leves, é naqueles que abusam das bebidas alcoólicas que a ressaca se costuma manifestar de uma forma mais expressiva.

8 Curas Naturais E Remedios Para A Ressaca

O melhor remédio para uma ressaca é a prevenção, uma vez que as restantes soluções nem sempre oferecem o efeito desejado. No entanto, se tiver mesmo de curar uma ressaca resultante de uma noite de consumo excessivo de álcool, existem diversas alternavas a que poderá facilmente ter acesso.

O que não funciona?

Ainda que existam soluções que actuam eficazmente no combate à ressaca, existem ainda mais remédios, principalmente caseiros, que dificilmente exercerão qualquer tipo de efeito positivo na cura de uma ressaca.

Beber um copo na manhã seguinte

Contrariamente à crença popular, beber uma pequena dose de álcool na manhã seguinte não ajuda a amenizar os efeitos da ressaca. Os efeitos da ressaca dissipam-se quando a presença do álcool no sangue baixa para 0%. Logo, consumir mais álcool apenas contribuirá para prolongar os efeitos da ressaca, e não para eliminá-los.

Beber Café

cafe

O café é conhecido pela sua capacidade de aliviar alguns dos sintomas da ressaca, como é o caso das dores de cabeça. O problema é que este efeito benéfico no tratamento dos sintomas é apenas temporário. O café também actua como um poderoso diurético e desidratante, podendo assim intensificar a ressaca.

Tomar Paracetamol

O medicamento disponível em farmácias, Paracetamol (Tylenol) falha em ser uma solução viável para o tratamento dos efeitos da ressaca por duas razões principais: Os seus efeitos desaparecerão muito rapidamente, antes mesmo do inicio da ressaca e será também impossível para o fígado processar paracetamol e álcool ao mesmo tempo, pelo que, esta não é a melhor solução para o problema.

O que Procura?
Programas de Reabilitação Alcoólica e Toxicodependência (Drogadição), Não-Religiosos

Comida frita ou gordurosa

Comer alimentos gordurosos antes de beber pode ajudar a reduzir significativamente os níveis de absorção de álcool, evitando assim ressacas mais pesadas. No entanto, consumir estes alimentos na manhã seguinte à intoxicação é totalmente inútil e não ajudará de forma nenhuma a travar os sintomas da ressaca.

Tostas/torradas queimadas

O carbono pode actuar como um filtro no organismo e o carvão ativado apresenta a capacidade de combater determinados tipos de envenenamento. O problema é que o carbono encontrado numa tosta ou torrada queimada não é carvão activado, e por isso não exerce o mesmo efeito no organismo.

O que é que realmente funciona?

A única verdadeira cura para a ressaca é o tempo. Se o consumo de álcool for totalmente interrompido, os sintomas do álcool deverão desaparecer entre 8 e 24 horas, dependendo da severidade da ressaca.

No entanto, há algumas medidas que podem ser adoptadas para ajudar a amenizar e intensidade de alguns destes sintomas.

Água e bebidas desportivas

Água e bebidas desportivas são excelentes fontes de hidratação, processo esse que é de grande importância no combate a muitos sintomas da ressaca.

Analgésicos

A aspirina e o ibuprofeno podem ajudar a reduzir sintomas como a dor de cabeça e as dores musculares. Estes analgésicos não deverão, no entanto, ser utilizados caso esteja a sentir dores abdominais ou náuseas, uma vez que podem contribuir para piorar ainda mais a situação.

Consumir Ovos

ovos engordam

Uma vez que os ovos contêm cisteína, aminoácido que ajuda a decompor acetaldeído no corpo, consumi-los poderá ajudar a livrar o sangue das toxinas responsáveis pelos efeitos da ressaca.

Consumir Banana

banana

Tal como qualquer outro diurético, o álcool pode levar o corpo a esgotar as suas reservas de potássio, por isso é importante consumir alimentos ricos neste nutriente, como é o caso das bananas.

Sopa bouillon

Este é um caldo que pode também revelar-se um excelente remédio caseiro, muito eficaz na reposição dos níveis de sal e potássio perdidos na sequência de uma intoxicação alcoólica, e é a solução ideal para quem tem dificuldade em ingerir alimentos sólidos durante a ressaca.

O que Procura?
7 Tratamentos para Vencer os Sintomas de Abstinência Alcóolica

Fruta

mudancas-na-dieta-e-frutas-para-impetigo

A fruta constitui uma excelente fonte de energia e vitaminas que apresentam um papel essencial na revitalização corporal após uma noite de consumo excessivo de álcool, por isso deverá sempre integrá-la no menu da manhã seguinte, uma vez que o consumo de fruta ou de sucos naturais contribuirá para acelerar o processo de eliminação das toxinas responsáveis pela ressaca.

Comer Gengibre

foto de gengibre

Durante séculos, as pessoas tomaram o gengibre para reduzir náuseas e vômitos. Tente mordiscar gengibre cristalizado no rescaldo de uma noite de bebedeira. As pesquisas (1) revelam que o consumo de uma combinação (fórmula KSS) rizoma de gengibre (Zingiber officinale), miolo de tangerina (Citrus tangerina) e açúcar mascavo antes de beber diminui náuseas e vómitos.

Pêra Espinhosa

Pera Espinhosa Opuncia Ou Figo Do Diabo

Um estudo publicado na revista Archives of Internal Medicine (2), mostrou que tomar 1.600 UI de extrato de pêra espinhosa (opúncia, ou figo-do-diabo), cinco horas antes de beber, reduz o risco de ressaca grave, em 50 por cento.

25 Sintomas da Ressaca de Álcool que Você Desconhecia

loading...

30. Novembro 2016 by admin

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *