Damasco

O damasco é um fruto semelhante ao pêssego mas muito mais pequeno, de cor amarelo claro ou alaranjado com alguma sombra vermelha. A polpa não é muito sumarenta, tem uma certa textura fibrosa e consistência farinhenta quando o damasco está maduro. Consume-se principalmente como fruta fresca, podendo também ser utilizado para fabricar alguns derivados como compotas, marmeladas, sumos e damascos secos.

O damasco é uma fruta que pertence à família das Rosáceas e apresenta geralmente uma forma esférica, podendo também ser achatado, de uns 3 cm de diâmetro. O damasco parece-se exteriormente com o pêssego, mas é muito mais pequeno e mais claro de cor. O damasco é conhecido por albaricoque em Espanha e em regiões do Caribe e México chamam-no de chabacano.

A cor varia desde o amarelo claro até alaranjado e muitos damascos têm uma suave sombra vermelha na zona que esteve mais exposta ao sol. A pele é pubescente, a polpa não é muito sumarenta e tem uma agradável textura firme, algo fibrosa e de consistência farinhenta quando o damasco está muito maduro.

795px Apricots Damasco

O damasco possui uma semente em forma de amêndoa coberta por uma casca lenhosa dura ou endocarpo, que geralmente se desprende da carne. A amêndoa ou embrião possui um sabor amargo e não é comestível, podendo mesmo em algumas variedades ser venenosa devido ao teor de uma substância chamada amigdalina, da qual se podem extrair um dos venenos conhecidos mais activos: o ácido cianídrico.

Os damascos devem consumir-se bem maduros, já que somente uma boa exposição à luz solar origina frutos saborosos. A melhor época para consumir damascos no hemisfério Norte, é entre Julho e Setembro.

Os damascos consomem-se em fresco, como fruta de mesa, ou utilizam-se no fabrico de diferentes produtos derivados. Quando se consomem em fresco é aconselhável lavá-los previamente, para eliminar impurezas e sujidades.

Como produtos derivados do damasco têm-se as compotas, sumos, marmeladas, damascos em lata e damascos secos. Estes obtêm-se a partir de damascos frescos submetidos a um processo de secagem em câmaras a 65-70ºC ou ao sol, após se ter retirado a pele, o que aumenta consideravelmente o seu período de conservação. Ao diminuir o seu teor em água, produz-se uma importante concentração de nutrientes, pelo que o valor nutritivo dos damascos secos é muito superior ao do damasco fresco.

O damasco tambem pode ser chamado de abricó, ambas são a mesma fruta.

06. Fevereiro 2011 by admin
Em: Beneficios Para a Saúde, Outros Temas | Comentar

Deixe o Seu Comentário no Fórum

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *