Dieta Pobre em Purinas

O que é uma dieta pobre em Purinas?

Uma dieta com baixo teor de purinas está indicada nos doentes com nefrolitíase por ácido úrico ou com gota. O ácido úrico resulta do metabolismo das purinas e é filtrado nos rins, sendo eliminado na urina.

A acumulação de ácido úrico no organismo pode resultar no aparecimento de gota, e a sua excreção aumentada na urina aumenta o risco de desenvolvimento de cálculos urinários de ácido úrico.

Dieta Pobre em Purinas – Tratamento:

Para além das terapêuticas específicas indicadas na gota ou na nefrolitíase por ácido úrico, deverá cumprir algumas medidas gerais e efectuar uma dieta com baixo teor de purinas, o que diminuirá a produção de ácido úrico.

Beba, pelo menos, dois litros de água por dia, para aumentar o débito urinário, o que diminui o risco de formação de cálculos urinários.

Caso seja possível, faça uma dieta rica em hidratos de carbono e com baixo teor de gorduras. Pergunte ao seu médico se não há contra-indicação para efectuar este tipo de dieta. Não beba álcool a menos que receba autorização do seu médico. O álcool pode provocar um agravamento da gota.

ALIMENTOS E BEBIDAS COM BAIXO TEOR DE PURINAS:

Coma ou beba os alimentos seguintes com a frequência que desejar seguindo simultaneamente um plano alimentar que lhe permita manter um bom peso corporal.

Também poderá comer quaisquer outros alimentos que não estejam incluídos nas listas de alimentos com médio teor de purina e ricos em purina indicadas abaixo.

  • Pães e cereais: cereais refinados, com baixo teor de fibras, farinha branca
  • Café e chá
  • Sopas tipo creme feitas de leite com baixo teor de gordura
  • Ovos (limite-se a comer três ou quatro por semana)
  • Frutas e sucos
  • Gelatina
  • Gorduras e óleos em pequenas quantidades
  • Queijos com baixo teor de gordura e queijos magros
  • Leite: desnatado ou com 1% de gordura (limite-se a beber 680 gr. por dia)
  • Nozes e manteiga de amendoim: limite se estiver a tentar perder peso
  • Massas e macarrão
  • Gasosas
  • Sopas feitas com extracto de carne ou caldos
  • Açúcar, xarope e outros adoçantes em pequenas quantidades

ALIMENTOS COM MÉDIO TEOR DE PURINAS:

Coma apenas uma dose por dia destes alimentos sempre que estiver a controlar a gota. Evite comer estes alimentos se a sua doença piorar.

Uma dose de carne, peixe ou aves cozidos é equivalente a 56 gr. a 84 gr. cozidos. Uma dose de vegetais é equivalente a 1/2 chávena. Uma dose de líquidos é equivalente a uma chávena.

  • Espargos
  • Bife, anho, porco e outras carnes vermelhas que não estejam incluídas na lista de alimentos ricos em purina
  • Caldos ou sopas feitas com caldo de carne ou de galinha
  • Couve-flor
  • Feijões secos, ervilhas, lentilhas
  • Peixe e marisco que não estejam incluídos na lista de alimentos ricos em purina abaixo
  • Feijões e ervilhas frescos
  • Sopas, molhos e caldos de carne
  • Cogumelos
  • Aveia e farinha de aveia
  • Aves não incluídas na lista de alimentos ricos em purina abaixo
  • Espinafres
  • Semente e farelo de trigo
  • Cereais integrais
  • Fermentos: todos os tipos

ALIMENTOS RICOS EM PURINAS:

Evite sempre comer estes alimentos:

  • Anchovas
  • Caldos e consomés
  • Caviar ou ovas de peixe
  • Carnes de caça como pato, ganso ou perdiz
  • Molhos
  • Alguns peixes como arenque e cavalinha
  • Extractos de carne
  • Carne picada
  • Carnes de órgãos: miolos, coração, rins, fígado, moelas
  • Sardinhas
  • Ostras e mexilhões

CONTACTE O SEU MÉDICO SE:

  • Tiver questões relativamente às doses indicadas nesta dieta.
  • Tiver questões a colocar relativamente ao método de preparar ou de cozinhar os alimentos desta dieta.
  • Tiver questões sobre o modo ou sobre os locais onde pode adquirir os alimentos incluídos nesta dieta.
  • Tiver questões ou dúvidas relativamente à doença, aos medicamentos ou à própria dieta.
loading...

Quer receber os melhores artigos no seu email?

IMPORTANTE: Será enviado um e-mail do serviço FeedBurner para você imediatamente depois de se Inscrever. Nesse email Certifique-se de clicar no link de Confirmação, Obrigado

23. Fevereiro 2011 by admin

5 Comentários no Fórum

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *


  1. Ola pessoal tenho 60 anos e (acido urico) desde os 32 portanto ja somos familia!!!!!! Claro que de pessoa para pessoa faz muita diferenca mas o melhor medicamento e a boca e beber o maximo de agua possivel sem afogar claro depois pessoas com outras complicacoes de saude teem que dizer ao medico que ja tiveram crises de acido urico porque ele pode receitar algum medicamento que adiante uma crise que podia estar a algumas semanas e no dia seguinte ela esta a bater a porta em parte inserta pois comigo ja nao me ataca no dedo do pe grande ja passou planta do pe artelho ja vai no joelho neste andamento nao sei onde ira parar mas com a graca de DEUS vamos sobrivivendo a todas estas situacoes se alguem tiver alguma duvida em que eu possa ajudar estou a disposicao eu sou paciente nao Medico e nao aconselho medicacao alguma mas sei que com dieta eu teria so 2 % da crises entenderam fiquem com DEUS e que ELE nos ajude a todos

  2. Sofro de crises de gota desde os 30 anos. Tenho 34. De lá para cá, a reeducação alimentar me ajudou bastante. Em épocas festivas, sofre abalos, mas já consigo controlar. A primeira grande crise, atacou inicialmente um dos pulsos. Não foi diagnosticado e evoluiu também para os pés, costas e joelhos (primeiro um, depois os dois – fiquei quase sem andar). Do desespero, à maior motivação. Li bastante na época e percebi que meu corpo já indicava quando a crise viria. Hoje, já sei que se a articulação de um dos dedos das mãos incha, a ponto de dificultar fechá-lo, significa que a crise está próxima, portanto é hora de me cuidar melhor. Outro indicativo é o que parece ser um grão no solado do pé. Quando digo me cuidar melhor é, de um lado, abolir de vez da dieta os alimentos ricos em purina e, de outro, abusar na ingestão de água, além de manter a reeducação alimentar pobre em purina. Claro que é muito chato ter que me afastar dos alimentos que mais sinto prazer em comer. Mas, por outro lado, a compensação de não sofrer já traz grande satisfação. Sites como este e o do Drauzio são importantes para nos ajudar a perceber que há saída para tudo. O desespero inicial já passou e a fé me faz superar o desafio.

  3. Bem, depois de tudo que li e reli neste artigo, cheguei a seguinte conclusão: passarei a viver de água e alface. Porque???? Pois bem, tenho hipotiroidismo e a recomendação médica de alimentação para o meu caso é comer bastante frutos do mar, grãos, ervilhas, aveia etc… tudo que a dieta de quem está como eu, com a taxa de Acido úrico alta, que não me permite comer nada da dieta do hipotiroidismo…afffffff, vou comer o que?????

  4. tenho 29 anos, já sofri 4 crises de gota, o meu ácido úrico está alterado de 6 para 14, além do ácido úrico o pcr está 24,quando o normal é 6 e tambem o aslo é de 200 eo meu está 400. tenho dores intensas, infecções
    intestinais e urinárias. Sei que não têm cura, mas espero em, Deus!

  5. Li em outra matéria do genero, que a dieta só responde por até 25%
    de redução do acido úrico !! E o resto é medicamentoso ?? Ou tomar
    liquidos como água, de 2 a 3 litros ajuda em quantos porcentos??

    Já tentei 2 vezes antes e os caracteres acima anteriores 1 foi errado e o outro alegou duplicação de comentário !!! Como fazer para mandar este ????

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *