Dispositivo Intra Uterino

O dispositivo intra uterino (DIU) é um pequeno dispositivo de plástico envolvido por cobre ou hormonas. É uma forma válida e segura de evitar a gravidez para muitas mulheres. O dispositivo intra uterino é introduzido no útero e retirado pelo médico sempre que pretender ter um bebé. Com um DIU não se terá de preocupar com a possibilidade de ficar grávida durante as relações sexuais. Poderá amamentar o bebé mesmo que tenha o DIU. Um dispositivo intra uterino consegue evitar a gravidez durante um período de um a dez anos. Poderá decidir juntamente com o médico se o DIU é uma boa opção contraceptiva para o seu caso.

 

Como funciona um dispositivo intra uterino?

Desconhece-se ainda o mecanismo pelo qual os DIU impedem a gravidez, embora vários mecanismos fisiológicos tenham sido propostos para explicar a sua acção contraceptiva. O DIU consegue evitar que o espermatozóide alcance o óvulo da mulher e, por outro lado, também poderá evitar que o ovo se implante no útero.

O dispositivo intra uterino é um bom método contraceptivo no meu caso?

Fale com o médico se quiser ter um DIU mas ainda não tiver tido filhos. O DIU pode ser mais adequado se já tiver tido algum filho. Não deverá utilizar um DIU se tiver tido alguma infecção nos seus órgãos femininos (vagina, útero, ovários ou nas trompas). Um DIU não é um bom método contraceptivo se o útero não tiver a sua forma normal.

Há um maior risco de apanhar doenças sexualmente transmissíveis se tiver diversos parceiros sexuais. Também terá mais possibilidades de apanhar uma infecção se o seu parceiro tiver diversas parceiras. Um DIU não evita que apanhe uma doença sexualmente transmissível. Se apanhar uma infecção, esta poderá ser mais grave se for portadora de um DIU. A infecção pode deixar sequelas nos órgãos femininos, o que poderá impedir e condicionar uma gravidez no futuro.

Quais são os tipos de dispositivo intra uterino?

Há dois tipos de DIU e ambos têm um formato semelhante a um “T”:

Um desses tipos liberta uma pequena quantidade de uma hormona chamada levonorgestrel para o útero. Este DIU deve ser retirado e substituído de cinco em cinco anos. O outro DIU em forma de “T” liberta uma pequena quantidade de cobre para o útero. Deve ser removido e substituído de três a cinco anos. O médico ajudá-la-á a decidir qual o DIU mais adequado para o seu caso.

Quais são os possíveis riscos ou efeitos secundários e contra indicações de um DIU?

Poderá ter algumas hemorragias e cólicas durante as primeiras semanas após a inserção do DIU. Estes sintomas deverão desaparecer num curto espaço de tempo. Poderá ter aumento do fluxo menstrual, o que não acontece com os DIU que libertam levonorgestrel. Se estes problemas forem muito incómodos poderá ser necessário retirar o DIU.

Um DIU pode ser expelido do útero sem que se dê conta. É mais provável que tal aconteça durante o primeiro ano com o DIU. Não há nada que possa fazer para evitar que o DIU saia do útero. Normalmente quanto mais tempo tiver um DIU, maiores são as possibilidades de que este permaneça no interior do útero. O DIU pode perfurar a parede do útero enquanto estiver a ser introduzido no seu interior. É muito raro que tal aconteça, mas pode provocar outros problemas graves. Poderá ficar grávida mesmo utilizando um DIU. Os médicos tentarão retirar o DIU nas primeiras semanas de gravidez de forma a diminuir as probabilidades de ocorrer um aborto.

O que acontece quando me é colocado um DIU?

Tem o direito de compreender os riscos e os benefícios decorrentes do facto de ter um DIU. O médico deverá explicar-lhe, de forma compreensível, os riscos e os benefícios antes de inserir o DIU. Ser-lhe-á pedido que assine um termo de responsabilidade. Um termo de responsabilidade é um documento legal que dá ao médico permissão para introduzir o DIU. Este formulário deverá indicar exactamente o procedimento a que vai ser sujeita. Antes de dar o seu consentimento, certifique-se que todas as suas dúvidas e questões foram respondidas de forma a compreender perfeitamente o que se vai passar.

O médico poderá querer que faça testes para se certificar que não tem qualquer infecção antes de lhe ser introduzido o DIU. O DIU é normalmente inserido durante o seu período menstrual. A inserção de um DIU durante o período mensal, além de ser tecnicamente mais fácil, também significa que não está grávida. Poderá sentir algum desconforto quando o DIU for introduzido no útero. As cólicas poderão ser reduzidas se tomar ibuprofeno ou paracetamol 30 a 60 minutos antes de lhe ser inserido o DIU.

O médico fará um exame pélvico (“interno”). Este exame servirá para se certificar de que não está grávida nem tem quaisquer outros problemas nos órgãos femininos. O médico introduzirá cuidadosamente um instrumento designado por espéculo na vagina. O espéculo permite-lhe observar o interior da vagina e do colo do útero. O colo do útero será limpo com um líquido contra os germes de forma a evitar o aparecimento de infecções.

Poderá ser introduzido um dispositivo designado por “sonda” no útero para saber qual é o seu tamanho e formato. Um tubo pequeno e comprido de plástico com o DIU será cuidadosamente introduzido através do colo do útero. O DIU será retirado do tubo e introduzido no útero. Poderá sentir um pouco de cólicas à medida que o DIU é introduzido no útero. O tubo será depois retirado.

O DIU tem um fio ou “cauda” feita de plástico. O médico cortará o fio de forma a que fiquem alguns centímetros de fora, no colo do útero. Os médicos ensinar-lhe-ão a melhor maneira de verificar o fio para se certificar que o DIU se encontra dentro do útero. Deverá verificar os fios dos DIU pelo menos uma vez por mês, após cada período menstrual.

ACORDO DE TRATAMENTO:

Ajudar a planear o seu tratamento é um direito que lhe assiste. Para poder intervir neste planeamento deverá informar-se acerca do DIU. Poderá então discutir com os médicos se este é um bom método contraceptivo para o seu caso. Tem sempre o direito de recusar o tratamento.

Preços – Quanto custa?

O dispositivo intra uterino tem um preço medio de 70 a 100 reais. O preço da colocação é separado e, pode chegar aos R$ 600 dependendo do médico.

Eficácia: 98 a 99%

Vantagens: eficaz durante um longo período de tempo e só é colocado uma vez

Desvantagens: é relativamente mais caro e não é 100% eficiente contra a gravidez

Onde encontrar: colocado por um ginecologista

Importante: Este método não protege contra aids (sida) e outras doenças

09. Março 2011 by admin

23 Comentários no Fórum

  1. oq acontece se não for tirado o mirena no prazo?

  2. Coloquei o diu ontem e estou me sentindo inxada e com colicas e tambem esta saindo um corrimento com sangue e dores nas costas isso e normal..l.estou com medo de ele ter perfurado meu utero ….marquei a ultra para terca feira ser que ate la pode acontecer alguma coisa …..coloquei sem estar mestruada pois antes tomava a trimestral e esta demorando muito para vim para mim alguem sabe se demora a descer depois que coloca o diu quanto tempo….

  3. Eu usei o Diu por 7 Anos e resolvi tirar para engravidar pois só tenho um filho e quero tentar um menina agora mais já faz dois anos que retirei mais não consigo engravidar é normal?Sera que nunca Mais vou poder ter filhos?

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *