Endometriose

A endometriose acontece quando o tecido que reveste o interior do útero cresce em locais fora do útero. Normalmente, esse revestimento é descamado com a menstruação. Quando o seu útero sangra, esse mesmo tecido endometrial que está fora do seu útero, também sangra. Pequenos fragmentos desse revestimento flutuam e podem encontrar novos locais para se implantarem e crescerem. A endometriose pode ser encontrada nos seus ovários, nas trompas, na vagina ou no abdómen. Os focos de endometriose podem crescer e causar a aderência entre os órgãos. Estes focos podem ficar avermelhados, inchados e provocar dor. É muito comum nas mulheres com idades entre os 20 e os 40 anos de idade. Não há nada que se possa fazer para evitar a endometriose. Algumas mulheres com este problema podem ter dificuldades em engravidar. Após a menopausa, os seus ovários deixam de produzir uma hormona chamada estrogénio. Sem estrogénios, não pode ter menstruação e a doença desaparece. Por vezes, a gravidez ajuda a reduzir os problemas provocados pela endometriose, apesar desta doença poder causar dificuldades em engravidar.

Causas da endometriose:

Não se sabe porque é que as mulheres sofrem desta doença. As mulheres com familiares que tenham endometriose têm maior probabilidade de vir a ter este problema.

Sinais e sintomas da endometriose:

Os sinais mais comuns podem ser dores antes e durante a menstruação. Esta dor pode ser mais intensa do que nas menstruações normais. Um outro sinal podem ser dores durante ou depois de ter relações sexuais. Também pode ter hemorragias fora das menstruações, lombalgias, sensação de cansaço ou dificuldades em engravidar. Estes sinais podem surgir de forma aguda ou podem ocorrer durante muitos anos. Algumas mulheres não chegam a ter sinais ou sintomas apesar de terem endometriose.

Diagnóstico – Como se Diagnostica:

O seu médico irá fazer um exame ginecológico (“interno”) para verificar os seus órgãos genitais. O médico pode querer fazer estes exames entre os seus períodos menstruais e repetir a avaliação durante o período menstrual. Desta forma, poderá comparar as alterações entre os exames. Poderá ter de fazer uma operação chamada laparoscopia, para que os médicos possam observar directamente os seus órgãos e ver se existe endometriose. O diagnóstico específico de endometriose é efectuado através de biópsia directa das lesões durante a laparoscopia ou através da biópsia directa de lesões vaginais ou cervicais.

Riscos e Complicações da endometriose:

Infelizmente, a eliminação dos implantes de endometriose, pela cirurgia ou através da terapêutica médica, só promovem um alívio temporário da dor. Os objectivos da terapêutica são a eliminação das lesões de endometriose e, mais importante ainda, o tratamento das sequelas (dor e infertilidade) associados à doença.

Tratamento da endometriose:

Poderá ter de tomar medicamentos para ajudar o seu corpo a produzir menos estrogénios ou para atrasar ou interromper os seus períodos menstruais. Com o tratamento, algum do tecido endometrial que está a crescer fora do útero pode reduzir de dimensões ou mesmo desaparecer. A terapêutica pode também evitar que a sua doença se espalhe. Podem ser administrados concomitantemente outros medicamentos para a ajudar a suportar as dores. Pode ser necessário efectuar uma cirurgia para remover os focos de endometriose que estão a crescer nos locais errados. Pode mesmo ser necessário remover alguns, ou todos, os seus órgãos femininos para eliminar os sintomas. O tratamento é sempre decidido de acordo com a idade, com os sintomas, com o desejo de engravidar e com o grau da doença.

Ler: Histerectomia

 
Em: Ciclo Menstrual, Ginecologia | 4 comentários

4 Comentários no Fórum

  1. sou elizamara porto sofri com muita dor cólica problemas no intestino …parava no hospital fazendo soro.. tenho 16 anos e descobri que tenho endometriose muito nova sonho em ter filhos,estou fazendo o tratamento mas não esta adiantando vou ter que fazer cirurgia fico muito preocupada… estou pesquisando muito sobre o assunto… endometriose…

  2. Olá,meu nome é Márcia Mariano tenho 38 anos e dois filhos. Após dois anos de tratamento para adenomiose minha médica resolveu fazer histerectomia parcial(só o útero). Fiz dia 19.6. Foi por vídeo e correu tudo bem. Sem dores. Estou ótima e nem parece que fiz cirúrgia. Não aguento mais ficar dentro de casa…rs
    P.S: tive aderência com a bexiga e endometriose. Ah,a adenomiose só com biopsia….
    Nossa organismo eh uma caixa de surpresa…..
    Se cuidem!
    Bjs

  3. BOM DIA, SOU A ZILMA RODRIGUES DE SOUSA E FIZ UMA CIRURGIA DE RETIRADA DO UTERO E PASSANDO VARIOS ANOS DEPOIS DE VEZ EM QUANDO VEM ALGUMAS RAJAS SE SANGUE NA CALCINHA, O QUE E ISTO E QUE PODE CAUSAR ESTE PROBLEMA, E COMOS DEVO SOLUCIONAR ATE QUANDO VAI ISTO , ESTOU PREOCUPADA POIS PRECISO MUITO DE UMA AJUDA PARA RESOLVER ESTE PROBLEMA. AGUARDO UMA RESPOSTA DE UM GINECOLOGISTA, SEM MAIS, OBRIGADO E BOM DIA. ATE BREVE, A TODOS.

  4. ôla boa noite ,sinto muita colica me sinto inchada por dentro da vagina ,sinto dores de cabeça,muita indisposiçao ,sonolençia,quero saber se pode ser endometriose?

Deixe o Seu Comentário no Fórum

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *