Escaras

O que é uma escara?

As escaras também são designadas por úlceras de decúbito. Uma escara é uma lesão na pele e no tecido subjacente. Alguém que tenha de permanecer na cama durante longos períodos de tempo tem mais probabilidades de vir a sofrer da formação de uma escara. As pessoas que permanecem muito tempo sentadas na mesma posição como, por exemplo, numa cadeira de rodas, também estão sujeitas a ganhar escaras.

Poderá ganhar escaras em qualquer parte do corpo. No entanto, é mais comum que elas se manifestem numa zona com pouca carne, como a anca ou os tornozelos. Qualquer pessoa pode ganhar escaras. Os mais idosos correm, porém, um risco mais elevado. Determinados problemas de saúde, tais como problemas de circulação, também aumentam o risco de escaras. Uma escara é um problema sério que pode ser difícil de tratar.

O que é que provoca as escaras?

Uma pressão contínua pode provocar lesões na pele e nas camadas subjacentes de tecido. As escaras ocorrem, geralmente, no seguimento de uma pressão prolongada em determinadas partes do corpo como, por exemplo, as ancas e os calcanhares. Uma escara também pode, no entanto, surgir após um curto espaço de tempo.

Escaras e acamados

Como evitar a formação de escaras?

É extremamente importante que você ou aqueles que estão a cuidar de si aprendam a evitar as escaras. É muito mais fácil evitar do que tratar uma escara. Mantenha a pele tão saudável quanto possível a fim de evitar a formação de escaras. Existem artigos (designados por superfícies de apoio) que poderá usar para diminuir a pressão na pele como, por exemplo, almofadas para as cadeiras. Solicite ao seu médico informações relativas à escolha e utilização de colchões anti-escaras. Os passos seguintes podem ajudar a evitar as escaras.

Cuidados a ter com a pele:

Examine a pele várias vezes ao dia, nos locais onde se formam habitualmente as escaras, como os calcanhares, os joelhos ou os tornozelos.

Mantenha sempre a pele limpa e seca. Evite a humidade resultante da transpiração, da libertação de fluidos de uma determinada ferida ou da urina. Poderá ter de usar cuecas ou fraldas fabricadas com materiais absorventes.

Lave delicadamente a pele com sabões suaves e água morna (não quente). Não esfregue nem empregue uma força excessiva na lavagem da pele. Os sabões agressivos, feitos à base de álcool, secam a pele. Aplique uma loção ou um hidratante para evitar que tal aconteça.

Seque delicadamente a pele depois de a lavar. Não a esfregue ao secar.

Não massaje a pele nos locais em que o osso esteja muito próximo.

almofada anti escaras

 
Cuidados a ter na cama:

Quando estiver na cama, mude de posição pelo menos de 1 ou de 2 em 2 horas. Regular um despertador, assim como elaborar um horário, poderá ajudá-lo, a si e ao profissional de saúde que o acompanha, a lembrar-se do momento em que se deve virar.

Quando estiver na cama, poderá usar um dispositivo de redução da pressão como, por exemplo, um colchão de espuma, ar estático, ar alternado, gel ou água, a fim de evitar a formação de escaras.

Não se apoie directamente sobre o osso ilíaco quando estiver deitado de lado. Coloque uma almofada ou uma cunha entre os joelhos para evitar que exerçam pressão um sobre o outro.

Mantenha os calcanhares levantados da cama quando estiver deitado de costas. Coloque uma pequena almofada de espuma debaixo das pernas, no espaço que vai da barriga da perna ao tornozelo. A almofada deverá levantar os calcanhares o suficiente para permitir que uma folha de papel deslize entre eles e a cama. Nunca coloque uma almofada debaixo do joelho. Utilize almofadas ou cunhas de espuma para evitar que as zonas mais desprotegidas, como os tornozelos, toquem uma na outra.

Ao virar uma pessoa na cama, não a arraste. Levante-a para evitar arranhar a pele ou, então, use a roupa de cama ou um mecanismo de elevação como, por exemplo, um trapézio, para a mover.

Mantenha o lençol de baixo bem esticado.

Certifique-se de que não existem objectos duros na cama, tais como migalhas ou ganchos de cabelo.

Não use uma almofada em forma de donuts ou de anel para se sentar. Tal poderá diminuir o fluxo sanguíneo na anca e na região nadegueira.

A cabeceira da cama deverá ser levantada durante o menor tempo possível. Informe o profissional de saúde, se tiver problemas que se atenuem estando sentado, tais como dificuldades respiratórias. Em caso de utilização de uma cama mecânica, limite a quantidade de tempo durante o qual a cabeceira da cama está levantada. Levante a cabeceira da cama num ângulo não superior a 30 graus.

Faça exercícios quando estiver deitado na cama para ajudar o sangue a circular melhor para todas as zonas da pele.

Cuidados a ter na cadeira de rodas:

Adopte uma postura correcta, sentando-se direito na cadeira de rodas. Tal permitir-lhe-á deslocar-se mais facilmente e ajudá-lo-á a evitar novas escaras.

Mude de posição de hora a hora quando estiver numa cadeira de rodas. Se se conseguir deslocar sozinho, mude a projecção do peso de 15 em 15 minutos. Regular um despertador, assim como elaborar um horário, poderá ajudá-lo, a si e ao profissional de saúde que o acompanha, a lembrar-se do momento em que se deve virar.

Use uma almofada de espuma, gel ou ar, para aliviar a pressão, quando estiver sentado numa cadeira de rodas.

Publicidade

Executar exercícios na cadeira de rodas ajuda o sangue a circular melhor para todas as zonas da pele.

Outros cuidados:

Mantenha um registo dos cuidados que mantém com a pele e das mudanças de posição do corpo. Esse registo ajudá-lo-á, a si e ao profissional de saúde, a evitar a formação de escaras. Nele poderá incluir notas sobre eventuais problemas relacionados com úlceras na pele e com o que está a ser feito para resolver o problema.

Certifique-se de que mantém a roupa e os lençóis que estão em contacto com a pele devidamente secos.

Não apanhe frio para evitar uma desidratação da pele.

A ingestão de alimentos com um teor suficiente de proteínas e calorias é extremamente importante para evitar ou curar escaras. Peça ao seu médico que o ajude a escolher a dieta mais indicada para o seu caso.

Beba 6 a 8 copos (tamanho de uma lata de 33 cl) de líquidos por dia. A água, os sumos e o leite constituem exemplos de bons líquidos para beber. Limite a quantidade de cafeína que ingere sob a forma de, por exemplo, café, chá e bebidas gasosas.

Telefone para o seu médico se detectar uma nova zona de vermelhidão em torno da escara.

Consulte o médico se tiver febre ou tremores.

Quais são as fases das escaras?

Uma escara pode passar por 4 fases à medida que se desenvolve. O tratamento das escaras depende da fase em que se encontram. Poderá, eventualmente, conseguir tratar da escara sozinho, enquanto ela estiver numa fase precoce. Mas se uma determinada escara avançar para as fases posteriores, terá de ser tratada por um médico.

Fase 1 – A pele não apresenta fendas, mas a cor muda para púrpura ou vermelho. A pele irritada pode estar mais quente do que a pele circundante. Nesta fase, a lesão resultante da pressão pode ser curada, eliminando-se simplesmente a pressão da zona.

Fase 2 – A epiderme (camada superior) e a derme (segunda camada) estão envolvidas nesta fase. Na 2ª fase, a pele pode assumir o aspecto de uma bolha ou de uma marca pouco profunda.

Fase 3 – A escara provocou uma lesão no tecido gorduroso subcutâneo, isto é, na 3ª camada da pele, e assemelha-se a uma cratera profunda.

Fase 4 – Nesta fase, a escara caracteriza-se por uma ferida grave e profunda que atingiu o músculo e o osso.

Termos que Levaram a esta pesquisa:

  • fotos de escaras
  • como coloca mamao na ferida da escara
  • como cuidar de feridas de pessoas acamadas
  • escaras de decubito fotos
  • escaras profundas
  • fotos de escaria que estão sarando
  • porque acontecem escaros depois do alcool

30. Janeiro 2011 by admin

11 Comentários no Fórum

  1. pode dar escara no peito do pé

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *