Estenose da Carótida – Sintomas e Tratamento de Prevenção

A estenose da carótida ou estenose carotídea acontece quando a placa de aterosclerose (gordura) estreita o calibre da artéria a ponto de prejudicar o fluxo de sangue para o cérebro. Isso facilita a formação de coágulos que podem soltar-se e serem levados, pelo sangue, para o fundo do olho (retina), determinando cegueira passageira, ou para o cérebro, comprometendo vasos e podendo ocasionar paralisias.

 

As consequências destas obstruções (estenoses da carótidas) podem ser transitórias (acidente isquêmico transitório) ou definitivas (acidente vascular cerebral), dependendo do tamanho dos coágulos liberados e do local atingido no cérebro.

Como medida preventiva, realiza-se a endarterectomia, cirurgia para remover a placa de gordura, com o objetivo de evitar um acidente vascular cerebral (derrame).

Sintomas da Estenose da Carótida

Os sintomas mais frequentes são: desfalecimento, dificuldade de articulação das palavras, perda de força que pode ou não vir acompanhada de adormecimento ou formigueiro numa metade do corpo, ou num membro, e apagamento ou embaçamento da visão em um olho. No entanto, há casos assintomáticos, e o estreitamento da artéria só é encontrado no exame clínico.

Diagnóstico da Estenose da Carótida

Deve-se estudar as condições da carótida com o ultrassom Doppler, que revelará as características da placa e o grau de estreitamento do vaso. Se for acentuado (70% ou mais), ou se a placa for irregular e ulcerada, a solução terapêutica poderá ser cirúrgica, o que será confirmado por outros exames.

24. Janeiro 2011 by admin

7 Comentários no Fórum

  1. mais so aconteçeo uma veis aos 17 e nunca mais graças a deus

  2. aus 17 anos tivi uma segeira nas duas visao

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *