Fio Russo

O fio russo é uma das mais poderosas armas no combate à “lei da gravidade”, que faz com que os nossos tecidos apresentem um aspecto flácido com o passar dos anos. Depois do revolucionário Botox, surge outra alternativa para batalhar o envelhecimento prometendo final rápido às rugas, e que se efectua sem cortes ou procedimentos muito invasivos. O efeito é duradouro e os bolsos não ficarão tão vazios (mais barato do que cirurgia plástica).

O Fio Russo

O Fio Russo toma este mesmo nome, porque surgiu da invenção de um cirurgião de nacionalidade russa, Marlen Sulamandize. Este processo estético é realizado a partir de um fio de polipropileno que não é possível de absorver pelo organismo, não alergénico e resistente a deslocamentos, sendo já utilizado há muitos anos por vários cirurgiões de áreas diversas. É normalmente usada como um dos possíveis tratamentos para a flacidez facial sem que haja qualquer necessidade de cirurgia, obtendo-se um lifting dos tecidos faciais.

Através de incisões micro, os fios de polipropileno, bastante semelhantes aos utilizados em procedimentos cirúrgicos, têm uma espécie de farpas orientadas numa direcção especial, o que o tornará capaz de, quando aplicado, funcionar como uma âncoras no tecido gorduroso da face – o fio é colocado conforme as direcções que realizam o efeito de elevação pretendido. Estas “farpas” não permitem que o fio sofra movimentações mantendo firme a sua elevação. O fio promove sustentação imediata, mas com o passar do tempo dá-se formação de tecido novo que ajudará ainda mais a essa nova sustentação. A compatibilidade com os tecidos faciais permite uma pacífica aceitação por parte do organismo humano.

O processo do fio russo pode ser aplicado isoladamente, ou como adjuvante de outras técnicas, como a bioplastia. O uso do fio é determinado apenas pela necessidade do mesmo, podendo ser utilizado em qualquer indivíduo que tenha flacidez no rosto.

O tratamento é altamente simples, rápido, e não exige muito tempo de recuperação por parte do doente, que pode regressar às actividades normais do quotidiano em 48 horas. Deve ainda enfatizar-se que o procedimento se pode realizar em qualquer tipo de pele.

O uso do fio não depende da idade, e sim da necessidade, podendo ser colocado em qualquer pessoa que tenha flacidez no rosto – pode ser realizado em idosos, diabéticos, indivíduos que não se possam submeter a cirurgia, e pacientes jovens após grande vaga de emagrecimento, por exemplo.

O fio russo tem utilizações várias, podendo ser utilizado para arrebitar sobrancelhas, corrigir o sulco do nariz e eliminar gorduras que se acumulam do lado do queixo, além de todos os efeitos de lifting que podem ser produzidos. Devemos enfatizar que o fio russo não é indicado para as rugas à volta dos olhos, não sendo também um processo aconselhado a quem possui uma grande quantidade de rugas, tendo de ser indicada nestes casos a cirurgia.

Os resultados do procedimento são observados logo nos momentos seguintes e mais intensamente nos 30 primeiros dias. Depois de seis meses, os resultados serão ainda maiores e mais visíveis, umas vez que as fibras de cologénio entram em acção.

O Processo de Flacidez no Rosto

Numa cara jovem, tanto a camada de gordura como de músculos encontram-se seguramente ancoradas na estrutura óssea da face, tendo uma alta capacidade de sustentação. Desta forma, a pele consegue manter-se na sua posição e estamos perante um rosto tipicamente jovem com volume e contorno, pele lisa e sem rugas.

Por outro lado, num rosto mais envelhecido, os músculos perdem a posição ficando flácidos e a camada de gordura acaba por ceder. A pele é então forçada a acompanhar todas estas movimentações, ficando também com um aspecto flácido e caído. O pesadelo das manchas e das rugas começa também a aparecer. O fio russo, ou fio lifting como também é conhecido, é altamente aconselhado para o controlo deste problema. É um fio de polipropileno de convergência dupla que é aplicado no tecido flácido e que é capaz de manter um certo grau de suspensão, promovendo um aspecto mais jovem, volumoso e saudável à pele.

Como é colocado o fio russo?

A colocação deve realizar-se em ambiente favorável, com técnicas de assepsia e desinfecção adequadas e é realizado sob anestesia local. O paciente poderá regressar a casa imediatamente depois do tratamento. O fio russo é aplicado através de microcânulas, que, uma vez retiradas, deixam o Fio devidamente ancorado no tecido flácido facial, promovendo o efeito de elevação desejado.

São necessários exames prévios para a implantação do fio russo?

Como se trata de um procedimento estético, é necessária a realização de um exame clínico, hemograma (avaliação das células sanguíneas) e exames de coagulação. Exames complementares serão indicados pelo médico responsável se o paciente sofrer de algum problema de saúde.

É necessária anestesia durante o procedimento?

Sim. É aplicada uma anestesia local – a mesma que é usada pelos médicos dentistas.

O tratamento é doloroso?

Apenas por si, a anestesia local apresenta uma certa dor que é normalmente aceite com facilidade pelos pacientes. No caso de p paciente ser mais intolerante à dor, um sedativo associada deixa-o mais confortável e poderá ser aplicado sem qualquer problema.

Quantos fios são necessários no procedimento e qual a duração do mesmo?

As áreas tratadas e o grau da flacidez das mesmas ditarão o número de fios necessários, que pode variar entre dois e 14. Quando associado a outros processos (como a bioplastia), normalmente são necessários menos fios. De uma forma geral, podemos admitir que cada face recebe o seguinte número de fios:

Terço superior – elevação das sobrancelhas (dois fios)
Terço médio – elevação e harmonização do centro do rosto (três fios)
Terço inferior – elevação e restauração da linha do maxilar inferior (três fios)
Pescoço – elevação do tecido flácido e redução da “papada” (dois a quatro fios)

Um lifting completo, que inclui também o pescoço, deverá exigir entre oito e 14 fios. O procedimento poderá ter uma duração de 60 minutos no máximo.

O fio fica visível ou pode ser sentido pelo toque?

O fio russo é implantado através de microcânulas na camada superficial do tecido adiposo do rosto, não chegando ao tecido muscular. Por isso mesmo, não é nunca visível, nem passível de ser sentido pelo toque, uma vez que não resulta em elevações ou depressões. Durante cerca de um mês, o paciente poderá sentir a presença do fio, o que é o natural do processo, uma vez que toda a sustentação dessa zona da face mudou. Depois deste primeiro mês, o paciente deixa de sentir alterações no rosto.

Quem pode utilizar o Fio Russo?

O fio russo é uma alternativa bastante viável às cirurgias de lifting para pessoas a partir dos 30/40 anos com flacidez facial e do pescoço e que querem controlar a mesma e podem deixar o lifting cirúrgico para mais tarde. O fio russo traz ainda grandes vantagens adicionais a determinadas situações: pessoas com flacidez muito acentuada na face, que sofram de cardiopatias, diabetes ou idade muito avançada e que desejariam submeter-se a um lifting cirúrgico, mas que têm contra-indicação por problemas clínicos para o mesmo. O fio russo surge assim como alternativa revolucionária, uma vez que é um procedimento realizado sob anestesia local e infinitamente menor e menos invasivo do que uma cirurgia.

Devemos ainda enfatizar que, ao contrário de alguns tratamentos estéticos, pessoas com todos os tons de pele (clara, morena ou negra) podem-se submeter ao tratamento por fio russo. Sempre que possível e necessário, o fio russo surge associado à técnica da bioplastia, que também contém um grau de invasão mínimo e finaliza com óptimos resultados. Assim, combatemos em duas frentes: a bioplastia rejuvenesce e realça a beleza, e a flacidez pode ser combatida com alguns fios russos.

Quanto tempo é necessário ficar em casa depois do procedimento?

Nos primeiros dois dias, é mantida uma máscara de esparadrapo anti-alérgico no paciente, que deve evitar rir e falar em demasia nestes primeiros dias. É possível ocorrer um pouco de edema e equimoses, mas se o paciente desejar e necessitar, pode voltar à actividade profissional imediatamente ou, mais preferencialmente, no dia seguinte.

O lifting com fio russo é permanente?

À medida que o tempo passa e a idade avança, o nosso organismo continua a sofrer ataques e deteriorações. Desta forma, nenhum procedimento estético de rejuvenescimento pode afirmar garantir resultados permanentes e definitivos. Algum dia teremos de envelhecer, e isso é um facto. Contudo, podemos afirmar que a longevidade dos efeitos do lifting com fio russo varia de acordo com as características biológicas do indivíduo em questão e da forma como lida e enfrenta os factores de envelhecimento exteriores, como a exposição solar ou tabagismo por exemplo. Todavia, no caso de ocorrer algum “descaimento”em alguma região, podem aplicar-se novos fios de sustentação em pequenas correcções ainda mais subtis e de aspecto natural.

Quanto tempo demora para aparecer o resultado?

Os resultados podem ser notados imediatamente a seguir ao tratamento, mas gradualmente, notar-se-ão ainda maiores progressos (algumas semanas).

Existem outros tipos de tratamento semelhantes?

Sim. Existe um outro tipo de Fio – Aptos – cujo procedimento se aplica com técnicas bastante semelhantes.

Quanto custa – Preço

Não existem informações disponíveis sobre o preço que permitam estimar um custo médio do procedimento.

Clinicas onde fazer em Portugal

• FARO

Clínica S. Jorge de Almancil – Medicina Estética

Localização: Av. Duarte Pacheco, 192 – Almancil

• GUARDA

Clínica Estética CEMBI

Localização: Rua Nuno Álvares, nº 40, 6300-685 Guarda

• LISBOA

Clínica Essência da Mente

Localização: Av. da republica 47c Algés, Lisboa, Lisboa 1495-011

Clínica Francesa

Localização: Rua Tierno Galvan – Torre 3 – Amoreiras 403 – 4° andar, 1070 – 274 Lisboa

Clínica Médica e Dentária Vale do Tejo

Localização: Praceta Salgueiro Maia, 4, 2615-157 Alverca do Ribatejo

• PORTO
ABClínica

Localização: Av. Da Boavista, 2121, 1º; edifício Passeio da Boavista

• SANTARÉM

Clínica Estética CEMBI

Localização: Urbanização Olival do Arame, Lote 2, Loja G, S.Domingos, 2005 – 235 Santarém

Fotos antes e depois

Em: Cirurgias Plásticas e Estética, Fotos Antes e Depois | 103 comentários

103 Comentários no Fórum

  1. gostaria de saber se após a cirurgia plástica no rosto não é recomendável fazer drenagem linfática com aplicação de ultrason, quais os danos que pode causar. aguardo ansiosa sua resposta;

  2. tem clinica que faz esse tratamento em sp?

  3. Boa noite!

    Gostaria de saber o que aconteceu comigo, fiz o levantamento de sobrancelhas usando o fio russo e não tive resultado. Para não dizer que o resultado foi uma cicatriz na cabeça e uma dor diária na incisão, que criou uma saliência e quando ponho o dedo do lado da sobrancelhas sinto o fio que até repuxa na pele. Estou super chateado pois gastei muito pra não ter resultados.

    Eu acho que o médico que fez meu procedimento fez algo que não deu certo. Se vocês puderem informar me sobre o que aconteceu ficarei grata. É possível não dar certo ou minha pele rejeitou o fio?
    Aguardo resposta.

Deixe o Seu Comentário no Fórum

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *