Fio Russo

O fio russo é uma das mais poderosas armas no combate à “lei da gravidade”, que faz com que os nossos tecidos apresentem um aspeto flácido com o passar dos anos. Saiba como funciona.

Depois do revolucionário Botox, surge outra alternativa para batalhar o envelhecimento prometendo final rápido às rugas, e que se efetua sem cortes ou procedimentos muito invasivos. O efeito do fio russo é duradouro e os bolsos não ficarão tão vazios (mais barato do que cirurgia plástica).

fio russo antes e depois

O Fio Russo

O Fio Russo toma este mesmo nome, porque surgiu da invenção de um cirurgião de nacionalidade russa, Marlen Sulamandize. Este processo estético é realizado a partir de um fio de polipropileno, ao contrário do fio búlgaro que é 100% de policaproamida. O fio de polipropileno é um material que não é absorvido pelo organismo, não alergénico e resistente a deslocamentos, sendo já utilizado há muitos anos por vários cirurgiões de áreas diversas.

É normalmente usada como um dos possíveis tratamentos para a flacidez facial sem que haja qualquer necessidade de cirurgia, obtendo-se um lifting dos tecidos faciais.

Através de incisões micro, os fios de polipropileno, bastante semelhantes aos utilizados em procedimentos cirúrgicos, têm uma espécie de farpas orientadas numa direção especial, o que o tornará capaz de, quando aplicado, funcionar como uma âncoras no tecido gorduroso da face – o fio é colocado conforme as direções que realizam o efeito de elevação pretendido. Estas “farpas” não permitem que o fio sofra movimentações mantendo firme a sua elevação.

Fio de ácido poliláctico antes e depois

O fio promove sustentação imediata, mas com o passar do tempo dá-se formação de tecido novo que ajudará ainda mais a essa nova sustentação. A compatibilidade com os tecidos faciais permite uma pacífica aceitação por parte do organismo humano.

O processo do fio russo pode ser aplicado isoladamente, ou como adjuvante de outras técnicas, como a bioplastia. O uso do fio é determinado apenas pela necessidade do mesmo, podendo ser utilizado em qualquer indivíduo que tenha flacidez no rosto e não só.

O fio russo apesar de ser maioritariamente aplicado no rosto, pode também ser aplicado no pescoço e em variadíssimas regiões do corpo como, sobrancelhas, mandíbula, bochechas, corrigir o bigode chinês, e também nos seios, sendo uma excelente alternativa á mastopexia.

O tratamento é altamente simples, rápido, e não exige muito tempo de recuperação por parte do doente, que pode regressar às atividades normais do quotidiano em 48 horas. Deve ainda enfatizar-se que o procedimento se pode realizar em qualquer tipo de pele.

O uso do fio não depende da idade, e sim da necessidade, podendo ser colocado em qualquer pessoa que tenha flacidez no rosto – pode ser realizado em idosos, diabéticos, indivíduos que não se possam submeter a cirurgia, e pacientes jovens após grande vaga de emagrecimento, por exemplo.

O fio russo tem utilizações várias, podendo ser utilizado para arrebitar sobrancelhas, corrigir o sulco do nariz e eliminar gorduras que se acumulam do lado do queixo, além de todos os efeitos de lifting que podem ser produzidos. Devemos enfatizar que o fio russo não é indicado para as rugas à volta dos olhos, não sendo também um processo aconselhado a quem possui uma grande quantidade de rugas, tendo de ser indicada nestes casos a cirurgia.

Os resultados do procedimento são observados logo nos momentos seguintes e mais intensamente nos 30 primeiros dias. Depois de seis meses, os resultados serão ainda maiores e mais visíveis, umas vez que as fibras de colágeno entram em ação.

O Processo de Flacidez no Rosto

Numa cara jovem, tanto a camada de gordura como de músculos encontram-se seguramente ancoradas na estrutura óssea da face, tendo uma alta capacidade de sustentação. Desta forma, a pele consegue manter-se na sua posição e estamos perante um rosto tipicamente jovem com volume e contorno, pele lisa e sem rugas.

Por outro lado, num rosto mais envelhecido, os músculos perdem a posição ficando flácidos e a camada de gordura acaba por ceder. A pele é então forçada a acompanhar todas estas movimentações, ficando também com um aspeto flácido e caído.

O pesadelo das manchas e das rugas começa também a aparecer. O fio russo, ou fio lifting como também é conhecido, é altamente aconselhado para o controlo deste problema. É um fio de polipropileno de convergência dupla que é aplicado no tecido flácido e que é capaz de manter um certo grau de suspensão, promovendo um aspeto mais jovem, volumoso e saudável à pele.

Como é colocado o fio russo?

A colocação deve realizar-se em ambiente favorável, com técnicas de assepsia e desinfeção adequadas e é realizado sob anestesia local. O paciente poderá regressar a casa imediatamente depois do tratamento. O fio russo é aplicado através de microcânulas, que, uma vez retiradas, deixam o Fio devidamente ancorado no tecido flácido facial, promovendo o efeito de elevação desejado.

São necessários exames prévios para a implantação do fio russo?

Como se trata de um procedimento estético, é necessária a realização de um exame clínico, hemograma (avaliação das células sanguíneas) e exames de coagulação. Exames complementares serão indicados pelo médico responsável se o paciente sofrer de algum problema de saúde.

É necessária anestesia durante o procedimento?

Sim. É aplicada uma anestesia local – a mesma que é usada pelos médicos dentistas.

O tratamento é doloroso?

Apenas por si, a anestesia local apresenta uma certa dor que é normalmente aceite com facilidade pelos pacientes. No caso de p paciente ser mais intolerante à dor, um sedativo associada deixa-o mais confortável e poderá ser aplicado sem qualquer problema.

Quantos fios são necessários no procedimento e qual a duração do mesmo?

As áreas tratadas e o grau da flacidez das mesmas ditarão o número de fios necessários, que pode variar entre dois e 14. Quando associado a outros processos (como a bioplastia), normalmente são necessários menos fios.

De uma forma geral, podemos admitir que cada face recebe o seguinte número de fios:

  • Terço superior – elevação das sobrancelhas (dois fios)
  • Terço médio – elevação e harmonização do centro do rosto (três fios)
  • Terço inferior – elevação e restauração da linha do maxilar inferior (três fios)
  • Pescoço – elevação do tecido flácido e redução da “papada” (dois a quatro fios)

Um lifting completo, que inclui também o pescoço, deverá exigir entre oito e 14 fios. O procedimento poderá ter uma duração de 60 minutos no máximo.

O fio fica visível ou pode ser sentido pelo toque?

O fio russo é implantado através de microcânulas na camada superficial do tecido adiposo do rosto, não chegando ao tecido muscular. Por isso mesmo, não é nunca visível, nem passível de ser sentido pelo toque, uma vez que não resulta em elevações ou depressões.

Durante cerca de um mês, o paciente poderá sentir a presença do fio, o que é o natural do processo, uma vez que toda a sustentação dessa zona da face mudou. Depois deste primeiro mês, o paciente deixa de sentir alterações no rosto.

Quem pode utilizar o Fio Russo?

O fio russo é uma alternativa bastante viável às cirurgias de lifting para pessoas a partir dos 30/40 anos com flacidez facial e do pescoço e que querem controlar a mesma e podem deixar o lifting cirúrgico para mais tarde.

O fio russo traz ainda grandes vantagens adicionais a determinadas situações: pessoas com flacidez muito acentuada na face, que sofram de cardiopatias, diabetes ou idade muito avançada e que desejariam submeter-se a um lifting cirúrgico, mas que têm contra indicação por problemas clínicos para o mesmo.

O fio russo surge assim como alternativa revolucionária, uma vez que é um procedimento realizado sob anestesia local e infinitamente menor e menos invasivo do que uma cirurgia.

Devemos ainda enfatizar que, ao contrário de alguns tratamentos estéticos, pessoas com todos os tons de pele (clara, morena ou negra) podem-se submeter ao tratamento por fio russo. Sempre que possível e necessário, o fio russo surge associado à técnica da bioplastia, que também contém um grau de invasão mínimo e finaliza com excelentes resultados. Assim, combatemos em duas frentes: a bioplastia rejuvenesce e realça a beleza, e a flacidez pode ser combatida com alguns fios russos.

Quanto tempo é necessário ficar em casa depois do procedimento?

Nos primeiros dois dias, é mantida uma máscara de esparadrapo antialérgico no paciente, que deve evitar rir e falar em demasia nestes primeiros dias. É possível ocorrer um pouco de edema e equimoses, mas se o paciente desejar e necessitar, pode voltar à atividade profissional imediatamente ou, mais preferencialmente, no dia seguinte.

O lifting com fio russo é permanente?

À medida que o tempo passa e a idade avança, o nosso organismo continua a sofrer ataques e deteriorações. Desta forma, nenhum procedimento estético de rejuvenescimento pode afirmar garantir resultados permanentes e definitivos. Algum dia teremos de envelhecer, e isso é um facto.

Contudo, podemos afirmar que a longevidade dos efeitos do lifting com fio russo varia de acordo com as características biológicas do indivíduo em questão e da forma como lida e enfrenta os fatores de envelhecimento exteriores, como a exposição solar ou tabagismo por exemplo.

Todavia, no caso de ocorrer “ptose” queda, em alguma região, podem aplicar-se novos fios de sustentação em pequenas correções ainda mais subtis e de aspeto natural.

Quanto tempo demora para aparecer o resultado?

Os resultados podem ser notados imediatamente a seguir ao tratamento, mas gradualmente, notar-se-ão ainda maiores progressos (algumas semanas).

Existem outros tipos de tratamento semelhantes?

Sim. Existe um outro tipo de Fio – Aptos – cujo procedimento se aplica com técnicas bastante semelhantes.

Quanto custa – Preço

Não existem informações disponíveis sobre o preço que permitam estimar um custo médio do procedimento.

Clinicas onde fazer em Portugal

FARO

Clínica S. Jorge de Almancil – Medicina Estética

Localização: Av. Duarte Pacheco, 192 – Almancil

GUARDA

Clínica Estética CEMBI

Localização: Rua Nuno Álvares, nº 40, 6300-685 Guarda

LISBOA

Clínica Essência da Mente

Localização: Av. da republica 47c Algés, Lisboa, Lisboa 1495-011

Clínica Francesa

Localização: Rua Tierno Galvan – Torre 3 – Amoreiras 403 – 4° andar, 1070 – 274 Lisboa

Clínica Médica e Dentária Vale do Tejo

Localização: Praceta Salgueiro Maia, 4, 2615-157 Alverca do Ribatejo

• PORTO

ABClínica

Localização: Av. Da Boavista, 2121, 1º; edifício Passeio da Boavista

• SANTARÉM

Clínica Estética CEMBI

Localização: Urbanização Olival do Arame, Lote 2, Loja G, S.Domingos, 2005 – 235 Santarém

Fotos antes e depois

Conheça outros procedimentos para a face na página » Cirurgia Plástica

loading...
loading...

19. Outubro 2009 by admin

131 Comentários no Fórum

  1. Gostaria de sabe o preço pra colocar fio russo nas maças do rosto? Obrigada

  2. Gostaria de aplicar o fio para o pescoço, e saber quem faz em Campinas e Indaiatuba, desde já agradeço!

  3. Na regiao de Aracatuba SP tem alguma clinica conceituda marcar uma consulta……obrigada…….Sue.

  4. por favor, voces pudessem me indicar um local para colocação de fio russo na cidade de Campinas, bem como o valor estimado

  5. Gostaria de obter o endereço de uma clínica que seja bem conceituada, bem como o profissional que irá realizar o procedimento cirúrgico.
    Pois muito me interessa utilizar essa técnica.
    No Rio de Janeiro

  6. Bom dia, gostaria de saber se esse procedimento fio russo, pode ser coloca-
    do em rosto com formato redondo.Aguardo resposta, obrigada.

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *