Flebite (tromboflebite superficial)

A flebite também conhecida como tromboflebite superficial está associada à formação de um coágulo de sangue no interior de uma veia localizada junto à pele. Também se poderá verificar uma infecção na veia. A flebite pode surgir numa veia da perna ou do braço. Com o devido tratamento, este problema desaparece, em princípio, no espaço de 2 a 3 semanas.

Causas da flebite nas pernas e nos braços

A flebite pode ser provocada por uma infecção ou por uma lesão numa veia. Outras causas poderão estar associadas ao facto de a pessoa não se começar a mover, mal lhe seja possível, após uma cirurgia ou uma prolongada permanência na cama. Poderá vir a sofrer de flebite se tiver se ser engessado(a), situação que poderá favorecer a acumulação de sangue. Fumar e tomar contraceptivos orais também pode originar a formação de coágulos. O consumo de drogas de rua injectáveis pode provocar lesões na parede da veia e originar uma tromboflebite. Outras causas podem estar relacionadas com veias varicosas, uma gravidez ou uma irritação resultante da introdução de um catéter na veia.

Sinais e sintomas de flebite

Vermelhidão, inchaço ou dores na zona do coágulo constituem alguns dos sintomas. É possível que sinta o local duro ao tocar-lhe. Também poderá ter febre.

Diagnóstico – Como se Diagnostica

Poderá ter de fazer um (ou mais do que um) dos seguintes exames a fim de que o médico possa planear o seu tratamento.

Estudo ultra-som Doppler

Trata-se de um exame indolor que recorre ao uso de ondas sonoras para transmitir imagens das veias num ecrã semelhante ao de um televisor. Um estudo ultra-som Doppler também pode ser designado por duplex scan. O médico procura sinais de coágulos nas veias junto à zona dolorosa e vermelha. Também é possível ouvir o fluxo de sangue durante este exame.

Venografia

A venografia é um exame que visa detectar coágulos de sangue nas veias. Se tiver um coágulo de sangue o médico pode, assim, descobrir a sua localização.

Prevenção e Cuidados a ter

Se fuma, deverá deixar de o fazer. Deixe de consumir drogas de rua, se for o caso. Exercite as pernas se tiver de permanecer na cama durante um longo período. Tal evitará a acumulação de sangue (nas pernas, por tempo demasiado, antes de ele voltar ao coração). Deverá repousar na cama com a zona do coágulo erguida. Poderá colocar ligaduras elásticas e compressas de água morna na zona do coágulo.

Recomendar-lhe-ão, possivelmente, que mova lentamente as pernas e os tornozelos ou que exercite ligeiramente os dedos dos pés, de hora a hora. Tal evitará a estagnação do sangue nas pernas, bem como a formação de mais coágulos de sangue. Não deverá cruzar as pernas nem os tornozelos.

Quando puder caminhar, é possível que tenha de usar umas meias elásticas especiais no joelho ou na coxa. Estas evitam a acumulação de sangue nas pernas, bem como a formação de coágulos. O seu médico indicar-lhe-á a altura mais aconselhável para se levantar da cama. Se, por acaso, se sentir fraco(a) ou tonto(a), sente-se ou deite-se imediatamente. Depois, chame o médico.

Riscos e Complicações

Geralmente não tem.

Tratamento

Poderá ter de repousar e levantar a zona afectada. Poderão receitar-lhe medicamentos para as dores ou para o inchaço. Também poderá necessitar de antibióticos para tratar determinada infecção. Poderá ter de usar meias elásticas. Geralmente não é necessário hospitalização.

Opções de tratamento: O seu tratamento poderá ser alterado se a tromboflebite não desaparecer. Tal é, frequentemente, decidido após a realização de exames. Poderá ter de fazer os seguintes tratamentos, isoladamente ou em conjunto.

Calor: Poderá usar o calor para diminuir a dor ou o inchaço. O calor atrai sangue para o local da lesão e ajuda a acelerar a cura. Utilize uma envolvente de aquecimento (ligada no mínimo) ou uma botija de água quente. Faça isto durante 15 a 20 minutos por hora, enquanto necessitar. Não adormeça sobre a envolvente de aquecimento ou a botija de água quente. Tal poderá causar uma queimadura grave.

Medicamentos

Antibióticos: Estes medicamentos podem ser receitados para o(a) ajudar a combater uma infecção causada por um germe denominado bactéria. Os antibióticos podem ser administrados por via IV, injectável ou oral.

Anticoagulantes: Estes medicamentos evitam a formação de coágulos de sangue, passíveis de provocar uma apoplexia, um ataque cardíaco e, inclusivamente, a morte. Os anticoagulantes podem começar por ser administrados por via IV ou sob a forma de uma injecção no abdómen (barriga). Posteriormente, podem ser tomados por via oral ou continuar a ser injetados.

Os anticoagulantes podem facilitar o sangramento ou o aparecimento de equimoses. Se faz a barba, utilize uma máquina de barbear eléctrica. Utilize uma escova de dentes macia para lavar os dentes. Isto pode evitar que a sua pele ou as gengivas sangrem.

Analgésicos: Os médicos poderão receitar-lhe medicamentos para eliminar ou diminuir as dores. Estes medicamentos podem ser de administração IV, injectável ou oral. Informe os médicos se a dor persistir ou voltar.

Meias de descanso: Estas meias elásticas apertadas evitam a acumulação de sangue nas pernas, bem como a formação de coágulos.

Fotos de pernas e pés com flefite

Antes e depois do tratamento com escleroterapia

loading...
loading...

24. Maio 2011 by admin

17 Comentários no Fórum

  1. Fiz uma cirurgia de um Lipoma Gigante, na anti-coxa esquerda. Tudo ocorreu muito bem, porém, durante a recuperação há mais ou menos 20 dias após a cirurgia, dores fortes começaram a aparecer, somente no momento em que fico de pé. Há uma pressão fortíssima parecendo que vai estourar as veias, o pé fica vermelho e chega a roxear.
    O que faço ???
    Uns dizem que é Flebite, que tomando Arnica, melhora e cura.
    Outros dizem que é pra ver com o médico, uma possível Trombose.

  2. Olá, eu fiz uma cirurgia e retirei a safena em 2005, tb tenho uns pinos no tornozelo devido a um acidente, eu não retirei os pinos, agora de vez em qdo uma região perto do tornozelo logo acima do maléolo interno fica vermelha, doi e eu tenho uma febre muito alta, doi tb na região dos pinos, eu vi as fotos de flebite mais não se parece com o que eu tenho nas pernas, gostaria de saber mais. Obrigada

  3. há 19 anos atraz fiz uma cirurgia na perna esquerda, havia tido flebite ,vermelhou a canela da perna esquerda toda. fui medicada ;após 1 ano fiz uma cirurgia nesta mesma perna ,onde foi tirada a safena dotornozelo até a viria,e mais outra do lado esquerdo da mesma. acontece que a3 anos saiu uma marize com uma manchaem voltado tamanho de uma moeda de 1 real;atrs dias atrás começou doer no local;ao analisar encontrei um carosso bem duroem volta dessa dessa mancha e em cima do tal corosso esta vermelho estou preocupada ; oque sera? podem me ajudar?muitissimo obrigada

  4. Estava com muitas duvidas , me ajudarm muito obrigado.

  5. Boa noite , estou com a minha mãe com problemas de flebite , esta com muita dor e esta muito infeccionada , gostaria de saber se alguém poderia me indicar alguma raiz para passar na perna.

  6. Fabiano minhas pernas tambem ficaram iguais as suas,eu tive trombose venosa profunda ,até agora eu não descobri nada que melhorasse o aspecto das mesmas ,passei por dez medicos diferentes e todos dizem a mesma coisa que não tem jeito .O grande responsável pelo aparecimento de vasos e veias dilatadas é o proprio medicamento anticoagulante (marevan ler bula) o uso de meias elasticas de acordo com alguns médicos não tem eficiencia comprovada

  7. POR FAVOR ME AJUDEM. SOU DO RIO DE JANEIRO, E MORO EM SÃO GONÇALO, REGIÃO METROPOLITANA DO ESTADO. TENHO 30 ANOS, 1,83 ALTURA E PESO CERCA DE 165KG. ESTOU DESESPERADO. TENHO UM SÉRIO PROBLEMA NA PERNA, JÁ A MUITOS ANOS ATRAS, FUI NO MÉDICO ELE DISSE QUE SE TRATAVA DE FLEBITE, PORÉM MINHA PERNA AINDA NÃO ESTAVA DESSE JEITO. OLHEM A FOTO DA MINHA PERNA, TEM CURA ISSO? TEM COMO EU VOLTAR A FICAR COM MINHA PERNA BOA???? POR FAVOR ME RESPONDEM PARA MEU EMAIL O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL. OBRIGADO.

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *