Hemorragia Digestiva Alta

A hemorragia digestiva alta é uma perda importante de sangue que tem origem no esófago, no estômago ou no duodeno.

Causas da hemorragia digestiva alta:

As úlceras são uma causa importante de hemorragia digestiva alta, mas certas inflamações (gastrites erosivas, esofagites) também podem sangrar. Muitos medicamentos provocam ou agravam estas hemorragias, como é o caso da aspirina ou de medicamentos semelhantes. Certos tumores do estômago também podem sangrar e, em pessoas com cirrose hepática, podem-se encontrar varizes no esófago que por vezes dão hemorragias graves.

Sinais e sintomas de hemorragia digestiva alta:

Podem surgir vómitos de sangue vivo, em quantidade variável, ou vómitos de sangue escuro. Por vezes, há vómitos de material semelhante a borras de café, correspondente a sangue já alterado. Pode haver hemorragia sem saída de sangue pela boca. Nesses casos, o sangue é transportado ao longo do intestino e sai pelo ânus, com aspecto semelhante a alcatrão (fezes pastosas, de cheiro muito intenso). Poderá sentir-se fraco, tonto, confuso ou ter uma frequência cardíaca acelerada. A sua tensão arterial pode baixar e a respiração acelerar. Estes são sinais e sintomas graves que indicam que poderá entrar em estado de choque.

Diagnóstico – Como se Diagnostica:

Através dos sinais e sintomas é possível ao médico efectuar o diagnóstico. No entanto poderá realizar uma endoscopia que permitirá ao médico avaliar se a hemorragia está activa (a sangrar), ou não.

Endoscopia: Este exame visa observar o revestimento interior do esófago, do estômago e do duodeno, permitindo detectar o local e a causa da hemorragia. Um endoscópio, eventualmente ligado a uma câmara, é introduzido na boca até ao estômago, permitindo a obtenção de imagens destes órgãos. Muitas vezes podem-se efectuar tratamentos através do endoscópio, e assim suster a hemorragia.

Depois de ter alta:

Siga sempre as instruções do médico ao tomar os medicamentos. Contacte-o, se achar que os medicamentos não estão a ajudar ou se notar efeitos secundários. Não deixe de os tomar sem consultar previamente o médico. Se estiver a tomar antibióticos, tome-os até ao fim do prazo indicado pelo médico, ainda que já se esteja a sentir melhor. Mantenha uma lista dos medicamentos que está a tomar, incluindo a indicação de quando os deve tomar. Leve a sua lista de medicamentos ou os frascos dos comprimidos sempre que for ao médico. Informe-se sobre a razão pela qual está a tomar cada um dos medicamentos. Peça ao seu médico mais informações sobre os seus medicamentos.

O que Procura?
Transtorno Obsessivo Compulsivo - TOC

Não tome medicamentos que possam interferir na coagulação do sangue – como, por exemplo, aspirina ou certos medicamentos para as dores – sem ser por indicação médica. Se estiver a tomar medicamentos que o façam sentir-se sonolento, não conduza nem manuseie equipamento pesado. Contacte o seu médico para marcar uma consulta de acompanhamento. Anote quaisquer questões que tenha sobre a hemorragia e sobre a forma como ela está a ser tratada. Lembrar-se-á, assim, de colocar todas estas questões durante a sua próxima consulta. Mantenha uma alimentação saudável incluindo alimentos dos cinco grupos alimentares: fruta, legumes, pão, lacticínios, carne e peixe. Manter uma alimentação saudável poderá ajudá-lo a sentir-se melhor e a ter mais energia. Também poderá acelerar o processo de cura.

Não beba bebidas alcoólicas. Elas podem provocar lesões no cérebro, no coração e no fígado. Quase todas as partes do corpo podem ser sofrer lesões causadas pelo álcool. Ingerir bebidas alcoólicas também pode agravar a sua doença. O exercício físico torna o coração mais forte, baixa a tensão arterial e mantém-no saudável. Planeie juntamente com o seu médico o programa de exercícios físicos mais adequado para o seu caso. Comece a praticar exercício físico quando o seu médico lho permitir. É preferível começar lentamente e ir aumentando o ritmo à medida que adquirir mais resistência.

Contacte o seu médico se:

Tiver quaisquer perguntas ou preocupações sobre a sua doença ou medicamentos.
Se tiver dores fortes no abdómen (barriga) apesar de já ter tomado a medicação.
Tiver comichão ou a pele estiver inchada ou com manchas vermelhas. Os seus medicamentos poderão estar a provocar estes sintomas, o que poderá significar que é alérgico a eles.

Procure imediatamente ajuda se:

Detectar manchas negras ou vermelhas no que vomitou, ou se vomitar material semelhante a borras de café. Procure ajuda também se as fezes lhe parecerem negras e com aspecto de alcatrão. Estes poderão ser sinais de uma hemorragia digestiva.

O que Procura?
Torre da Couraça - Alenquer

Tiver uma frequência cardíaca acelerada, uma respiração rápida ou se se sentir confuso, tonto ou delirante. Estes sinais podem indicar um estado de choque. Isto é uma emergência. Ligue para o 112 e solicite que o levem ao hospital ou clínica mais próxima. Não conduza você mesmo!

Riscos e Complicações:

A hemorragia digestiva alta é uma situação grave, já que a perda de sangue pode ser difícil de controlar, causando uma anemia aguda e podendo obrigar a uma intervenção cirúrgica de urgência. Algumas complicações têm que ver com a doença que causou a hemorragia (úlcera, tumor, gastrite, etc.) e com a sua evolução. Outras complicações da hemorragia estão relacionadas com doenças associadas que podem agravar-se pelo facto de se perder muito sangue em pouco tempo poderá assistir-se ao agravamento de doença cardíaca ou renal devido a uma hemorragia importante.

Tratamento da hemorragia digestiva alta

A maior parte das hemorragias digestivas altas param por si. Os exames e os tratamentos que receber dependerão da localização da hemorragia e da quantidade de sangue perdido. Em qualquer caso, deve sempre dirigir-se a um serviço de urgência se houver uma hemorragia digestiva, mesmo que esta pareça pouco grave. No hospital, a equipa médica tentará descobrir a causa da hemorragia. Para a parar, poderá necessitar de tomar medicamentos ou, mais raramente, de se submeter a uma cirurgia. Poderá também necessitar de uma transfusão de sangue.

Jejum: Até se identificar a causa e o local da hemorragia deverá permanecer em jejum. A presença de alimentos no estômago pode agravar os vómitos e impede a realização de certos exames. Não tome alimentos sem indicação médica nesse sentido.

Transfusão de sangue: Poderá necessitar de uma transfusão de sangue se o seu nível de glóbulos vermelhos no sangue for baixo, situação designada por anemia, e que corresponde à perda de uma quantidade importante de sangue.

O que Procura?
Hipoxia

Soros: Provavelmente irão ser administrados soros e medicamentos através de um tubo introduzido na veia, até a hemorragia estar controlada. Deste modo, pode-se controlar a tensão arterial e fornecer líquidos ao organismo na quantidade necessária.

Sonda NG: Também designado por sonda nasogástrica. Este tubo é colocado no nariz e introduzido até ao estômago. O tubo está ligado a um dispositivo de sucção (vácuo) que manterá o estômago vazio. Pode ajudar a estimular a actividade intestinal. Por vezes, pode dar-se comida ou medicamentos através do tubo NG.

Oxigénio: Poderá necessitar de oxigénio durante a sua permanência no hospital. Este poder-lhe-á ser administrado através de uma máscara de plástico colocada sobre a boca e nariz ou através de sondas nasais (tubos pequenos e finos introduzidos no nariz. Não retire o oxigénio sem advertir o médico. Se o fizer poderá não receber oxigénio suficiente.

A hemorragia digestiva alta variçosa não é discutida neste artigo porque os mecanismos subjacentes de sangramento são diferentes e exigem tratamentos diferentes.

loading...

15. Abril 2011 by admin

One Comment

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *


  1. aDOREI ERA ESSE QUE EU PRECISAVA OBRIGADA

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *