Losna

Publicidade

A losna é uma maravilhosa planta medicinal que pode também ser referida por outros nomes, absinto, erva-do-fel, erva-de-santa-margarida, sintro, erva-dos-velhos e erva-dos-vermes.

Benefícios, Propriedades Medicinais e Indicações Terapêuticas

Já é usada desde a antiguidade e possuiu um óleo essencial designado por absintina, responsável por diversas propriedades medicinais. A losna é originária da Ásia, Europa e Norte de África e, o Brasil é um dos países que mais cultiva esta planta, sobretudo em hortas, jardins e locais agrestes próximo do litoral.

A Losna é uma erva aromática que, pode viver até aos dez anos e apresenta um sabor tão amargo ao ponto de na Bíblia ser mencionada como um símbolo de dificuldade e tristezas da vida, só conseguindo suportar o seu desagrado sabor quem tem fé na sua eficácia curativa.

Trata-se de uma planta que pode atingir os 80 cm de altura, sendo bastante cultivada derivado da sua utilização para licores.

A Losna é indicada sobretudo para catarros, cólicas, envenenamentos, escrófulas, perturbações gástricas, falta de apetite, gripes, hidropisia, histerismo, mau hálito (halitose), má digestão, menstruação difícil e dolorosa.

Efeitos Colaterais

Quanda consumida em excesso poderá provocar tremores, convulsões, tonturas, delírios, dependência, perdas de conhecimento, destruição dos glóbulos vermelhos, alucinações e danos neurológicos permanentes.

Publicidade

Deve usar apenas a dose recomendada e durante o tempo estipulado para o tratamento. Não é recomenda a grávidas e pessoas que normalmente têm irritações gástricas e intestinais. Deve evitar também a losna em casos de vermelhidão, irritação e coceira de pele (Ler: Coceira Vaginal e Coceira na Virilha).

Chá de Losna

O chá de losna apresenta muitos benefícios. Limpa e regulariza o funcionamento do estômago, fígado, rins, bexiga e pulmões. Se optar pelo chá de losna adicione 20g de folhas por cada litro de água fervida e tome uma chávena de chá antes de cada refeição principal.

A Losna apresenta diversas propriedades, podendo destacar-se as seguintes: abortiva, afrodisíaca, aperiente, digestiva, estimulante, febrífuga, fortificante, tônica, vermífuga. É indicada sobretudo para casos de anemia, anorexia, aumento de apetite, ativar a circulação, aliviar a azia, cólicas intestinais, cólicas menstruais, gases, indigestão. Apresenta o poder de atuar no estômago, de estimular a secreção gástrica, biliares, pancreáticas e fígado. Combate também os vermes e é um ótimo repelente de piolhos.

Esta verdadeira pérola estimula e melhora o processo digestivo, sendo utilizada quando há deficiência na qualidade/quantidade de suco gástrico e o facto de ser amarga estimula as secreções.

Em forma de fármaco em doses baixas estimula o apetite e em doses altas funciona como um psicostimulante e vermífugo.

O absinto, como também é chamada, é recomendado como um tónico do aparelho digestivo e tudo isso deve-se à substância que contém designada por absintina, com sabor amargo, mas com efeito benéfico na atonia digestiva e constipação.

Se a sua finalidade for a colheita das folhas, deve retira-las logo que apareçam os primeiros sinais de formação de órgãos reprodutores, evitando assim a perda dos seus ativos. Se pretender a colheita de flores deve esperar e realizar a colheita a seguir ao aparecimento das mesmas.

Em termos de conservação a losna deve ser conservada seca e para isso deve colocar as folhas e flores estendidas em local ventilado, afastadas da luz solar, devendo depois ser conservada em caixas de madeira.

 

Publicidade

18. Abril 2012 by admin

17 Comentários no Fórum

  1. Achei bem interessantes, as propriedades da losna, gostaria de saber se ela combate mesmo células cancerígenas?

  2. olha adorei sobre o cha de losna mais aborta mesmo

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *