Monção

Com uma superfície de 206 Km2 e uma população de 21000 habitantes, Monção situa-se a 37 metros de altitude na margem esquerda do rio Minho. Com uma agricultura de subsistência e com uma indústria insipiente, Monção aposta na captação de investimento industrial e no turismo rural.

História de Monção

São contraditórias as origens de Monção. Sabe-se que no início da Nacionalidade em uma terra sem importância. Surge na documentação histórica com a categoria de vila, no ano de 1258. Devido ás guerras constantes em Castela, D. Dinis manda construir um robusto castelo para suster as repetidas incursões espanholas. Cenário de um episódio histórico em 1368 que celebrizou a dama Deuladeu Martins, mulher do Alcaide.

Encontrando-se o castelo ocupado por tropas de Henrique II de Castela, esta senhora apercebeu-se da gravidade da situação e fez cozer pão que enviou ao inimigo, para provar que os sitiados possuíam mantimentos em abundância. Acreditando, os castelhanos levantaram o cerco e partiram. O episódio é recordado no brasão da vila, onde figura a imagem de uma dama no cimo das muralhas com dois pães na mão.

Monumentos

Convento dos Capuchos, com valiosas telas e mobiliário na Sacristia.
Igreja Matriz (séc. XIII)
Fundada no reinado de D. Dinis – custódia de prata dourada com 13 Kg.
Capela da Misericórdia (séc. XVIII)
Valiosa talha dourada e as imagens de Nossa Senhora das Dores e do Senhor dos Passos.
Palácio da Brejoeira
Situado na freguesia de Pinheiros, a 6 km de Monção. Outrora casa senhorial era o centro de vastas propriedades, onde se cultiva desde o séc. XIII a vinha da casta Alvarinho.
Mosteiro de Longos Vales (séc. XII)
Pertenceu aos padres Cruzios, única na Península Ibérica.
Ponte Romana, sobre o rio Mouro.
Castelo de Lapela ou Torre de Lapela
Fortaleza erguida por D. Afonso Henriques junto à margem esquerda do rio Minho. Foi demolida na sua quase totalidade por D. João V, para reparar a fortaleza de Monção.

Miradouros

Monte de Barbeixa, Monte da Senhora da Graça e Monte da Senhora da Vista; Miradouro dos Nerys – vista panorâmica sobre o rio Minho e a província espanhola da Galiza.

Gastronomia

Cabrito à moda de Monção, lampreia. Doces: barrigas de freira, pãezinhos Deu-la-Deu, beijinhos de garota, queijadinhas raianas e pão-de-ló. Vinhos verdes brancos e tintos e ainda a aguardente bagaceira e aguardente velha.

Termas

Termas de Monção – as suas águas boas para o tratamento de reumatismo, bronquites, doenças hipertensivas e dermatoses.

Feiras, festas e romarias

Festa da Coca, no dia de Corpo de Deus.
Festa popular que remonta ao séc. XVI.
Festa Nossa Senhora das Dores, no quarto domingo de Agosto.
Romaria Nossa Senhora da Cabaça, na terça-feira de Páscoa.
Romaria Nossa Senhora do Bonfim, em Julho.

Lazer

Pesca desportiva, nos rios Gadanha e Mouro.

loading...

02. Março 2012 by admin

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *