Óleo Essencial de Lavanda: 34 Benefícios e Usos Medicinais

A lavanda é uma das plantas mais versáteis da medicina natural. Seus vários benefícios vão desde o alívio da dor e clareza mental até o uso como antibacteriano e desodorante natural.

A lavanda pode ser utilizada como um óleo essencial, destilada em água e consumida (quando feita para este fim) como tratamento.

beneficios-de-saude-do-oleo-essencial-de-lavanda

Nota: A lavanda também é uma emenogoga, ou seja, ela aumenta o fluxo sanguíneo para a região pélvica, o que por sua vez estimula a menstruação. Mulheres grávidas e lactantes devem consultar seu médico antes de utilizar este óleo para qualquer coisa.

Benefícios do Óleo Essencial de Lavanda

20 maneiras de usar o óleo essencial de lavanda que mudará para sempre a sua vida

Pronto para explorar os vinte melhores usos do óleo essencial de lavanda? Veja abaixo a razão pela qual este óleo é um verdadeiro milagre para a nossa saúde:

Usos

De acordo com a escritora Julia Lawless, Autora do Livro The Illustrated Encyclopedia of Essential Oils, o óleo de lavanda pode ser útil para o alívio da ansiedade e distúrbios do sono, Acne, alergias, ansiedade, asma, contusões, queimaduras, catapora, cólicas, cortes, cistite, depressão, dermatite, dismenorreia, dor de ouvido, flatulência, dor de cabeça, hipertensão, picadas de insetos e repelente de insetos, coceira do atleta, dores de parto, pele oleosa, reumatismo, sarna, cicatrizes, feridas, entorses, distensões, estresse, estrias, vertigem, coqueluche. Saiba mais abaixo…

Antibacteriano

oleo-essencial-de-lavanda-e-relaxante-e-complementa-outros-oleos-essenciais-possui-propriedades-de-acao-antibacteriana-analgesica-e-antimicrobiana

O óleo essencial de lavanda é um poderoso antibacteriano que, quando misturado com surfactantes naturais, cria um dos mais eficientes produtos de limpeza doméstica.

Use algumas gotas de óleo essencial de lavanda para limpar feridas infectadas ou para prevenir a infecção, também promovendo uma cura mais rápida. Conheça Os 4 melhores Óleos Essenciais Antibacterianos.

Melhora a pele do rosto

Devido à suas propriedades antibacterianas, o óleo essencial de lavanda é um tratamento eficaz contra a acne, auxiliando no controle da oleosidade melhorando assim sua aparência.

Adicione o óleo essencial de lavanda a um limpador ou hidratante natural para ajudar na limpeza da acne e para reduzir cicatrizes. Algumas gotas de óleo da planta em um óleo carreador podem ajudar no alívio dos sintomas de eczema, normalmente caracterizados por coceira e pele seca.

O mesmo pode ser utilizado para reduzir pequenas irritações e outras condições de pele causadas pelo calor excessivo, umidade ou alergias.

Óleo essencial Anti-Idade

Mistura De Oleos Essenciais Anti Envelhecimento

Quer reduzir as manchas de idade? Tente misturar óleo de lavanda com óleo essencial de incenso e aplicar na sua pele logo pela manhã, imediatamente após o banho e antes de dormir. As histórias de sucesso destes dois óleos na melhoria dos sinais da idade, e manchas solares, são numerosas!

A radiação Ultra-violeta (UV) danifica a pele porque conduz à produção de radicais livres. O nosso corpo dispõe de quantidade limitadas de enzimas antioxidantes protetoras, e estas tendem a diminuir com a idade, fazendo com que a nossa pele fique mais vulnerável ao estresse oxidativo.

Um estudo realizado no Japão relatou que o óleo essencial de lavanda inibiu a geração de oxigénio singuleto, uma molécula de oxigênio excitada que provoca a maioria dos danos em resposta à radiação UVA/UVB (Sakurai 2005).

Esta informação sugere que o uso regular de óleo essencial de lavanda em preparações para a pele poderá desta forma ajudar a suprimir os efeitos do envelhecimento da pele devido à exposição solar sobre a pele.

Ver receita caseira de um Sérum Anti-Idade.

Câncer de Pele

O Óleo essencial de lavanda demonstrou uma excelente actividade anti-oxidante em vários ensaios realizados em 2010 (Yang 2010), que sugerem que este poderia inibir mudanças degenerativas, tais como o cancro da pele, danos causados pelo sol e efeitos do envelhecimento.

Estrategias Naturais Para A Pele Com Melanola

O Linalol, um dos principais constituintes de óleo essencial de lavanda, tem mostrado uma muito boa actividade in vitro contra o Carcinoma basocelular (basalioma em humanos (Cherng 2007), e a aplicação tópica com uma diluição de 10% de linalol reduziu a incidência de tumores de pele em ratinhos em 33% (Gould 1987).

Atualmente, podemos dizer que os principais benefícios conhecidos da utilização do óleo essencial de lavanda na pele são: entorpecente da dor e ferimentos (cortes, feridas, abrasões, úlceras). Outros benefícios prováveis de cura incluem a prevenção da colonização bacteriana, tratamento de infecções fúngicas, combater manchas na pele, prevenir o câncer de pele e combater os efeitos nocivos da radiação UV (fotoenvelhecimento).

Leia Também:  Guia de Óleos Essenciais

Ao contrário da bergamota e alguns outros óleos de citrinos o Óleo essencial de lavanda não é fotossensibilizador na pele (Opdyke 1976 p 451), e o acetato de linalino não é fotoalérgico nem fototóxico (fotoirritante) (Bickers 2003). Isto significa que não existe risco de efeitos colaterais à luz solar, como existe com a bergamota e outros óleos de citrinos.

Cicatrização após a episiotomia

Vantagens De Oleo Essencial De Lavanda Durante A Recuperacao Da Episiotomia

Num ensaio clínico realizado em 120 mulheres pós-parto, o banho de assento com óleo de lavanda (algumas gotas na água) reduziu significativamente a vermelhidão durante a cicatrização após a episiotomia (Vakilian 2011).

Antifúngico

A Lavanda possui um dos óleos essenciais mais ativos contra a Bactéria MRSA (Staphylococcus aureus resistente à meticilina), e a prevenção começa na sua pele, não deve ser subestimada.

Possui na sua composição, compostos ativos contra a bactéria Propionibacterium acnes, uma das principais bactérias envolvidas na acne.

É também moderadamente activo contra dois dos principais fungos que podem causar problemas de pele tais como o pé de atleta e micose (Trycophyton rubrum e Trichophyton mentagrophytes), e altamente ativo contra uma terceira bactéria, a Candida albicans.

Micose e Dermatite (Eczema)

Passe algumas gotas de óleo essencial de lavanda na pele com micose. Repita uma vez por dia até que o fungo tenha sido eliminado completamente.

Aplique o óleo essencial de lavanda diariamente nas unhas infectadas por fungos, para hidratar e curar enquanto a nova unha saudável cresce.

Imagem De Dermatofitose Dos Pes Tinea Pedis Frieira Pe De Atleta Apos Uso De Oleos Essenciais

Mergulhe os pés em água aquecida, com algumas gotas de óleo essencial de lavanda para relaxar a musculatura e eliminar possíveis fungos.

Para uma cicatrização mais rápida de queimaduras ou eczema, misture o óleo essencial de lavanda com óleo de coco em proporções de 1 para 5.

Repelente contra insetos

Muitos insetos voadores detestam o cheiro de lavanda, fazendo desta uma alternativa segura a outros repelentes. Plante lavanda ao lado de portas e janelas para prevenir a entrada de insetos na sua casa. Pendure saquinhos de lavanda seca em closets ou armários fechados para evitar traça.

Passe na pele infectada por sarna, seguindo um tratamento diário com uma mistura de óleo essencial de lavanda e álcool para massagem. Borrife óleo no colchão para espantar insetos no quarto.

Acalma o Nervosismo, Ansiedade e o estresse

Um dos óleos essenciais mais versáteis, lavanda tem propriedades calmantes que são perfeitas para aliviar o stress e ansiedade

O óleo essencial de lavanda ou a infusão de lavanda pode ajudar a acalmar os nervos e curar a ansiedade. Passe ou borrife nas têmporas, testa e abaixo da orelha para aliviar o estresse ou como um preventivo antes de entrar num ambiente estressante.

Limpa a mente

Combata a fadiga adicionando algumas gotas de óleo essencial de lavanda a uma bacia com água aquecida para mergulhar os pés.

Combine lavanda, alecrim, salvia esclareia e olíbano secos em uma bacia de água para auxiliar a clareza mental por aromaterapia durante uma longa viagem. Adicione lavanda, hortelã-pimenta e óleo de manjericão com sal marinho para criar um sal aromatizado caseiro.

Alivia a dor

O óleo essencial de lavanda pode ser usado para aliviar a dor de pequenas queimaduras, cortes e hematomas. Passe algumas gotas dentro e ao redor da ferida para melhorar a circulação, assim aumentando a cura.

Massageie o óleo nos músculos doloridos para acalmar a dor e tensão ou adicione algumas gotas em um banho com sal de Epsom.

Massageie gentilmente o óleo nas têmporas, atrás da orelha ou testa para diminuir a dor de cabeça. Passe com cuidado o óleo de lavanda no abdômen e então complete com compressas quentes para melhorar as cólicas menstruais. Faça uso do óleo para aliviar coceira e dor das mordidas ou picadas de insetos.

Estimula a saúde respiratória

O óleo essencial de lavanda, quando adicionado na água fervente solta um vapor que ao ser inalado ajuda a abrir as passagens nasais e a limpar as infecções sinusais.

Passe algumas gotas perto das narinas (evite passar perto dos olhos), ao redor da testa, têmporas e atrás do pescoço para ter um alívio duradouro da pressão e inflamação sinusais. Faça um chá de lavanda seca ou uma infusão para inalar, isto ajuda com tosse, espirros e irritação da garganta.

Melhora a digestão

Melhora A Digestao

Beba um chá de lavanda após as refeições para melhorar a digestão e reduzir o refluxo gástrico. Ou então utilize suplementos de óleo essencial de lavanda (seguros para ingestão) embaixo da língua para acalmar o estômago, ajudando a digestão.

Auxilia o sono

Ter óleo essencial de lavanda no quarto pode lhe ajudar a dormir melhor. Espirre nos travesseiros ou adicione óleo em um difusor para combater as insônias. Adicionar algumas gotas de lavanda ao banho noturno do bebê pode ajudá-lo a dormir.

Você também pode borrifar algumas gotas no bichinho de pelúcia predileto ou cobertor para um efeito similar. Faça um chá relaxante para você na hora de dormir, com lavanda e seu sabor favorito de chá.

Leia Também:  Óleo Essencial de Tangerina na Cura da Pele e Combate ao Câncer

Reduz a febre

Adicione uma ou duas gotas do óleo de lavanda em uma bacia de água morna e gentilmente lave o corpo para reduzir a febre tanto em crianças quanto em adultos.

Cura e alivia Queimaduras

Há indícios de que o óleo essencial de lavanda seja um remédio bastante útil para queimaduras (Gattefossé 1993, p87). Isto é apoiado pelas suas características antimicrobianas, que previnem a infecção, e pelo facto de o óleo essencial de lavanda ter uma acção analgésica comprovada (Ghelardini 1999, Sakurada 2009).

Esta acção está presente principalmente devido ao composto linalol, que também explica por que o óleo de lavanda acalma supostamente as picadas de abelha, algo que eu posso atestar pessoalmente.

Primeiro baixe a temperatura da pele queimada com água gelada por alguns minutos. Então, aplique com cuidado uma mistura de óleo essencial de lavanda com óleo de coco (em proporções de 1 para 5), nas áreas queimadas para um alívio imediato.

Alivia dor de ouvido

Massageie óleo essencial de lavanda morno na pele atrás das orelhas, nas têmporas, abaixo do queixo e nas laterais da garganta para aliviar os sintomas da dor de ouvido. Conheça 9 Remédios Caseiros para infecção do ouvido.

Reduz os sintomas de enjoo

Aplique uma gota de óleo essencial de lavanda em vários pontos de pressão espalhados pelo rosto, pulsos e etc, para ajudar com os sintomas de náusea e desorientação, ambos causados pelo enjoo. Uma vez que este medicamento é eficaz por um curto período de tempo, não se recomenda seu uso em períodos prolongados onde o enjoo é frequente, como em uma viagem de avião ou navio.

Trate os olhos secos

Por mais que você deva evitar o uso do óleo de lavanda próximo aos olhos, se colocar cuidadosamente uma gota perto da ponte do nariz, isto pode estimular a produção de lágrimas, umedecendo os olhos secos.

Cura a pele ressecada

Alergias De Pele Eczema Psoriase E Pele Seca

Aplique óleo essencial de lavanda orgânico nos lábios ressecados para aliviar a dor, evitar mais ressecamento e reduzir o período de cura. Adicione o óleo de lavanda em um hidratante natural para aliviar e curar mãos ressecadas e a pele em geral.

Desodorante natural

Adicione o óleo essencial de lavanda na água que lava a roupa para matar a bactéria que causa o mau odor. Borrife óleo de lavanda na secadora para espalhar um aroma floral às suas roupas. Aprenda a fazer um Desodorante Caseiro.

Aromaterapia

Aromaterapia Utiliza Oleos Essenciais Que Podem Ser Extraidos Das Flores Sementes Cascas Ervas E Raizes

Coloque óleo essencial de lavanda em um difusor para promover o equilíbrio e relaxamento. Adicione o óleo de lavanda em sua água de banho para ajudar a acalmar o corpo após um dia longo e estressante.

Tempero

Adicione óleo essencial de lavanda orgânico em pães e outros pratos, para experimentar o sabor e aroma únicos desta planta como condimento.

Reverte a Queda de cabelo

O óleo essencial de lavanda utilizado no dia a dia, como parte de uma massagem para estimular o couro cabeludo, pode ajudar o cabelo a crescer novamente. Por mais que seja um tratamento lento, às vezes demorando vários meses para dar resultado, o óleo essencial de lavanda é um remédio natural comprovado contra a perda de cabelo.

Composição

A composição exata de óleo essencial de lavanda varia de espécie para espécie, mas consiste principalmente de monoterpenos e Sesquiterpenos. Destes o linalol e o Acetato de Linalila são os principais, com níveis moderados de acetato de lavandulyl, terpinen-4-ol e lavandulol.

Também estão presentes 1,8-cineol (eucaliptol) e cânfora em quantidades moderada. No seu todo, o óleo de lavanda contém, normalmente, mais de 100 compostos, embora grande parte dos compostos presentes estejam disponíveis em concentrações muito baixas.

A composição de óleo essencial de lavanda para as espécies Lavandula latifolia e Lavandula angustifolia é:

Lavandula latifolia (conhecida como lavanda portuguesa ou alfazema-brava)

d-Camphor (36%)
Eucalyptol (33%)
d-Borneol (4%)
α-Pinene(4%)
β-Pinene(3%)
Caryophyllene (2%)
d-Camphene(2%)
Guaiazulene (2%)
Linalool (? %)
Geraniol (? %)

Lavandula angustifolia (conhecida como lavanda ou alfazema)

Ver aqui a lista de componentes e suas percentagens.

Contra-indicações e Efeitos Secundários do Óleo de lavanda

A utilização do óleo de lavanda é completamente segura para a maioria das pessoas, no entanto ainda não foram realizados estudos científicos sobre a possíveis interações do óleo de lavanda com outros medicamentos, tal como a sua utilização em mulheres grávidas. Desta forma é importante usá-lo com cuidado em algumas situações.

Interações medicamentosas

Se estiver a tomar qualquer medicação relacionada com distúrbios do sono ou com a depressão, seja cauteloso com o fato de que a lavanda pode aumentar a eficácia destes medicamentos.

Tenha em mente que a lavanda provoca sonolência (dai ser um calmante), portanto é melhor não combinar o óleo da planta com outros medicamentos ou suplementos relacionados com o sono.

Leia Também:  Óleo de Gaultéria Alivia músculos, Gripe e Má digestão

Se estiver a pensar realizar um cirurgia ou ser submetido a anestesia num futuro próximo, deve evitar o uso do óleo de lavanda.

Mulheres Grávidas e Crianças

Criancas Gravidez Parto E Amamentacao

Até ao momento não existe investigação suficiente que mostre que o óleo de lavanda é completamente seguro para mulheres grávidas ou mulheres que estão a amamentar.

Uma vez que ele pode ter um efeito relaxante sobre os músculos, e afetar os níveis hormonais, não é recomendado o uso de óleo de lavanda por Gestantes no terceiro trimestre da gravidez.

Óleo de lavanda geralmente é considerado seguro para uso em crianças, embora haja alguma preocupação de que o efeito da alfazema nos níveis hormonais possa ser prejudicial para os meninos que ainda não passaram pela puberdade.

Embora não existam evidências fortes de que a lavanda seja um desregulador hormonal (apenas foram concluídos 2 pequenos estudos), os pais são orientados a usá-lo com cuidado, e evitar o uso frequente em crianças pequenas.

Ingestão do óleo de lavanda

Os estudos realizados até à data apenas se têm focado nos efeitos do uso do óleo de lavanda topicamente na pele ou através de inalação.

Para este uso (aplicação tópica e inalação) não foram encontrados sintomas negativos, quando misturadas 3 gotas de óleo de lavanda com um óleo veicular e aplicados diretamente à pele.

Em relação à sua ingestão não têm sido realizadas muitas investigações formais que analisem o seu efeito para esta forma de uso.

A maioria das pessoas não têm quaisquer sintomas negativos ao consumir o óleo de lavanda, mas uma vez que ele contem níveis elevadíssimos de anti-oxidantes, o ideal será manter um consumo reduzido e ter cuidado se tiver um sistema digestivo sensível. Até ao momento não são conhecidas interacções alimentares através do consumo do óleo de lavanda com outros alimentos.

É possível ser alérgico aos óleos essenciais?

Sim, é possível ser alérgico aos óleo essenciais, mesmo que muito puros ou de alta qualidade possam ser!

Os óleos essenciais de qualidade superior não contêm ingredientes sintéticos ou outros contaminantes. Isso só por si reduz as chances de reações adversas. No entanto todos eles são extremamente concentrados e são, sem dúvida alguma, capazes de induzir reações de hipersensibilidade imediata em algumas pessoas ou sob determinadas condições (por exemplo, dermatite de contato alérgica, urticária, erupções cutâneas, coceira, etc.).

Nesses casos, a substância ofensiva deve ser retirada imediatamente.

Estes óleos voláteis são seguros quando utilizados de acordo com as precauções e senso comum, e não devemos pensar que “mais é melhor”.

Devem ser sempre seguidas as indicações de uso indicadas em cada embalagem. Desta forma vamos evitar uma possível reacção de hipersensibilidade, que, em alguns casos, uma vez estimulada, pode persistir para toda a vida, privando-nos assim dos benefícios deste bem natural precioso.

Por esta razão (entre outras) a diluição dos óleos essenciais pode ser a opção mais segura e eficaz.

Embora eu enfatize as precauções e os pontos de preocupação que deve ter, é importante lembrar que os óleos essenciais são substâncias orgânicas benignas e podem ser usados com segurança pela grande maioria das pessoas, desde crianças a idosos, enquanto usados em quantidades razoáveis e de acordo com as orientações e senso comum.

Armazenamento

Para finalizar, é importante referir que os óleos essenciais tornam-se oxidados quando são expostos ao ar, luz e ao calor. Muitas vezes é esta oxidação que vai causar a reacção alérgica na pele.

Por esta razão, os óleos devem ser sempre armazenados em frascos de vidro escuro e mantidos num ambiente com temperatura controlada e, de preferência escura. Para uma maior duração, considere armazená-los na geladeira.

Onde Comprar?

óleo de lavanda marca young living

Existem várias lojas online que vendem estes óleos voláteis, no entanto as diferenças no preço por vezes são enormes, isto porquê? Antes de comprar o óleo essencial de lavanda certifique-se de que está a comprar uma marca de alta qualidade, que o produto é de classe e uso terapêutico, e é orgânico, completamente livre de substâncias químicas.

Os óleos de grau terapêutico serão certamente mais caros, mas também serão os únicos que oferecem todos os benefícios descritos na matéria.

Em relação a marcas eu pessoalmente uso, e recomendo a Marca doTERRA e a Young Living, disponíveis no Brasil e em Portugal através de distribuidores independentes.

Como vimos, os benefícios do óleo essencial de lavanda são incríveis, oferendo muitos usos medicinais e terapêuticos. Se quiser saber mais sobre os benefícios incríveis dos óleos essenciais para a nossa saúde, confira o nosso Guia de óleos essenciais.

Quais os seus óleos essenciais favoritos? Que uso você faz deles? Já usou o óleo essencial de lavanda? Onde comprou, preço, etc… Conte-nos tudo 🙂

loading...

21. Novembro 2016 by admin

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *