8 Óleos Essenciais para um Alívio Rápido da Dor de Garganta

Você sabia que os óleos essenciais podem realmente ajudar a fazer a dor de garganta ir embora mais rápido e ainda evitar que ela apareça novamente?

A dor de garganta pode acontecer em qualquer época do ano por vários motivos. Esta dor é caracterizada por irritação, coceira ou dor na garganta, que frequentemente piora quando engolimos. (1)

Oleos Essenciais Para Dor De Garganta

Sua garganta ou faringe, por definição, é o tubo que leva a comida até o esôfago, e o ar para a laringe e cordas vocais.

A dor de garganta comum é causada por uma infecção viral, enquanto a garganta inflamada ocorre devido a uma infecção bacteriana, a qual pode aparecer por causa de uma série de tipos bacterianos diferentes. Infelizmente, ambas são altamente contagiosas e podem passar de pessoa para pessoa a partir do contato.

Causas

A causa mais comum da garganta dolorida é um resfriado ou gripe. Você provavelmente já percebeu que estava para ficar gripado ou resfriado por sentir um pouco de dor ou coceira na garganta.

A dor de garganta também pode ser causada por alergias, garganta inflamada, mononucleose, amigdalite, fumo ou refluxo ácido.

Além das recomendações comuns de descanso, comer adequadamente, ingerir muito líquido, beber chás quentes e fazer gargarejo, você pode se beneficiar do poder dos óleos essenciais para lidar com sua dor de garganta!

Os melhores óleos essenciais para Dor de Garganta

A utilidade dos óleos essenciais realmente não tem fim e se você leu outros artigos neste site, com certeza não ficará surpreso em saber que eles funcionem para a dor de garganta também!

Os seguintes óleos essenciais para dor de garganta irão matar os germes, reduzir a inflamação e acelerar o processo de cura desta moléstia:

Hortelã-pimenta

Oleo Essencial De Hortela Pimenta

O óleo de hortelã-pimenta é normalmente usado para tratar a gripe comum, tosses, infecções dos sinos, infecções respiratórias, inflamações da boca e garganta, bem como a garganta dolorida.

Ele também é usado para cuidar de questões digestivas como a queimação, náusea, vômito, enjoo matinal, síndrome do intestino irritável, cólicas da região do trato gastrointestinal superior e dutos biliares, estômago irritado, diarreia, crescimento excessivo de bactérias no intestino delgado e gases intestinais.

Este óleo contém mentol, o que confere uma sensação de resfriamento e efeitos calmantes no corpo. Pesquisas indicam que as propriedades antioxidantes, antimicrobianas e descongestionantes do hortelã-pimenta podem ajudar a aliviar sua dor de garganta.

O mentol presente na planta também acalma e relaxa gargantas doloridas, resolvendo o problema daquele muco pequeno e da tosse seca.

Limão

Oleo Essencial De Limao

O óleo essencial de limão é conhecido pela habilidade de limpar as toxinas de qualquer parte do corpo, sendo amplamente usado para estimular a drenagem linfática, renovar a energia e purificar a pele.

Este óleo é derivado da casca do limão, sendo excelente para gargantas doloridas por ser antibacteriano, anti-inflamatório, rico em vitamina C, aumentar a salivação e ajudar a manter a umidade da garganta.

O que Procura?
8 Benefícios Surpreendentes do Óleo Essencial de Cipreste

Eucalipto

Eucalipto

Hoje em dia, o óleo essencial da árvore de eucalipto é encontrado em inúmeros produtos para tosse, resfriado e para aliviar a congestão nasal. Os benefícios para a saúde do óleo de eucalipto existem por sua habilidade em estimular a imunidade, promover proteção antioxidante e melhorar a circulação no aparelho respiratório.

Originalmente referido como “eucaliptol” pela comunidade científica, os benefícios para a saúde do eucalipto existem devido a um composto químico, conhecido hoje como cineol, um composto orgânico que demonstra incríveis efeitos medicinais, incluindo tudo, desde reduzir inflamações e dores, até exterminar células de leucemia!

Não é surpresa que ele seja um dos melhores remédios para combater resfriados e dores de garganta.

Orégano

Voce Sabia Que O Oleo De Oregao E Um Excelente Antibiotico Para Os Seres Humanos

Esta planta, bem conhecida na sua forma de óleo, é uma excelente escolha para se defender contra as dores de garganta. Existem evidências de que o óleo de orégano (orégão) possui propriedades antifúngicas e antivirais.

Um estudo até mesmo demonstrou que o tratamento com óleo de orégano pode ser eficaz contra infecções de parasitas.

Se tiver qualquer dúvida que o óleo de orégano possa realmente prevenir e tratar a dor de garganta, saiba que ele já demonstrou seu poder ao matar a superbactéria MRSA, tanto na forma de líquido quanto em vapor, mostrando que sua atividade antimicrobiana não é diminuída por fervura em água.

Leia a matéria: Óleo de Orégano: Antibiótico Natural com Benefícios Superiores aos Antibióticos de Prescrição

Cravo

oleo-de-cravo-da-india

O óleo essencial de cravo-da-índia é excelente para melhorar o sistema imune, o que faz com que ele seja extremamente útil para acalmar e reduzir a dor de garganta.

Os benefícios oferecidos pelo cravo (Syzygium aromaticum) para tratar a dor de garganta são atribuídos à suas propriedades antimicrobianas, antifúngicas, antissépticas, antivirais, anti-inflamatórias e estimulantes.

Mascar um cravo pode acalmar a dor de garganta (bem como a dor de dente)

Um estudo publicado no Phytotherapy Research, declarou que o óleo essencial de cravo possui atividade antimicrobiana contra várias bactérias com múltipla resistência à antibióticos, como a Staphylococcus epidermidis.

Suas propriedades antivirais e habilidade em limpar o sangue, aumentam a resistência contra uma série de doenças, incluindo a dor de garganta.

Hissopo

Oleo Essencial De Hissopo Hyssopus Officinalis

O hissopo (Hyssopus officinalis) é utilizado desde os tempos imemoriais como uma planta para limpar templos e outros locais sagrados. Na Grécia antiga, os médicos Galen e Hippocrates usavam o hissopo para lidar com inflamação da garganta e do peito, pleurite e outros problemas dos brônquios.

Não é surpresa que o hissopo tenha tanta história na medicina. As suas propriedades antissépticas do óleo essencial de Hissopo fazem dele uma poderosa substância para combater infecções e matar bactérias.

Não importa se sua garganta dolorida esteja assim devido a uma infecção viral ou bacteriana, o hissopo é uma ótima escolha para cuidar da dor de garganta, bem como de pulmões inflamados.

Tomilho

Oleo De Tomilho

O óleo de tomilho é um dos mais fortes antioxidantes e antibacterianos que se tem notícia, e vem sendo usado como erva medicinal há muito tempo. O tomilho auxilia os sistemas imune, respiratório, digestivo, nervoso, dentre outros.

Um estudo testou a resposta do óleo de tomilho contra 120 tipos diferentes de bactérias isoladas a partir de pacientes com infecções da cavidade oral, respiratória e do trato geniturinário.

O que Procura?
Guia de Óleos Essenciais

Os resultados mostraram que o óleo exibiu forte atividade contra todos os tipos testados. O óleo de tomilho ainda demonstrou uma boa eficácia contra cepas de bactérias resistentes a antibióticos. Isto faz dele uma aposta certa contra aquela coceira na garganta! (2)

Junípero (Zimbro)

Oleo Essencial De Junipero Zimbro

Com um aroma doce e amadeirado, o óleo essencial de junípero (Zimbro) é um ingrediente popular em muitos produtos para a casa, na aromaterapia e em sprays com fragrância.

Hoje em dia, este óleo também é usado comumente como um dos melhores remédios naturais para tratar a dor de garganta, bem como infecções respiratórias, fadiga, dores musculares, artrite, depressão, cistite e celulite.

O uso do junípero (Juniperus communis) para cuidar da dor de garganta é documentado por estudos que mostram que o óleo essencial desta planta contém 87 compostos ativos, incluindo poderosos antioxidantes, antibacterianos e antifúngicos.

Como usar os óleos essenciais para tratar a dor de garganta

Os óleos essenciais podem ser usados para a garganta dolorida de três formas diferentes: através de inalação, aplicação tópica ou consumo interno.

Inalação

Inalacao De Oleos Essenciais

A aromaterapia é uma terapia conseguida a partir do uso de óleos essenciais aromáticos derivados de plantas para promover o bem estar físico e psicológico. A maneira mais usual de utilizar óleos essenciais para a aromaterapia é inalar o aroma ou cheiro de um óleo essencial.

Assim que o aroma de um óleo essencial é inalado, as moléculas do mesmo entram nas cavidades nasais, estimulando uma resposta mental do sistema límbico do cérebro, promovendo a regulação do estresse ou dando uma resposta calmante que pode ser percebida na pulsação, padrões respiratórios, produção de hormônios e pressão sanguínea.

A aromaterapia pode ser obtida usando óleos essenciais através de inalação direta, em um banho, num vaporizador ou umidificador, no ventilador, na ventilação, por perfume, colônia ou por meio de difusores aromáticos.

Uma maneira fácil de realizar a inalação direta é adicionar uma ou duas gotas do óleo essencial desejado em uma das palmas das mãos e esfregá-las para espalhar o óleo.

A seguir, coloque as mãos em forma de concha sobre o nariz, respirando profundamente e devagar por 5 ou 10 vezes.

Você também pode adicionar duas ou três gotas de um óleo essencial em uma bola de algodão e colocar dentro do seu travesseiro ou em algum lugar que seja fácil para você obter o aroma por longos períodos.

Outra excelente maneira de acalmar a dor de garganta é inalar o vapor de água fervente com algumas gotas dos óleos essenciais de sua preferência.

Apenas encha uma tigela com água quente, posicione-se olhando para a água, colocando uma toalha entre sua cabeça e a tigela (formando uma espécie de tenda) para que consiga respirar todo o vapor. Tome cuidado para não se queimar.

Uso oral

Muitos óleos essenciais podem ser ingeridos pela boca, contudo antes disso, é importante saber que estes óleos sejam puros e seguros.

Existem vários óleos inseguros no mercado, podendo ter sido diluídos ou misturados com outras substâncias sintéticas, os deixando ruins para a ingestão.

O que Procura?
Óleo Essencial de Tangerina na Cura da Pele e Combate ao Câncer

A agência de segurança dos EUA, a FDA, aprovou genericamente alguns óleos para uso interno, lhes dando o reconhecimento GRAS, como seguros para consumo humano.

Ao utilizar os óleos essenciais no gargarejo, você os põe diretamente em contato com a área afetada. Apenas adicione uma gota ou duas do óleo essencial desejado em meio copo de água morna e gargareje por um minuto ou dois. Não engula a mistura após isso.

Uma maneira segura e eficaz de consumir os óleos essenciais de acordo com o The Healing Intelligence of Essential Oils: The Science of Advanced Aromatherapy, é adicionar uma gota do óleo em um copo de água ou em uma colher de chá de mel. Outras aplicações orais incluem o uso de cápsulas, chás e adição dos mesmos na comida.

Aplicação tópica

Young Living Catalog Shoot 3/2009

A aplicação tópica de um óleo essencial envolve colocar o mesmo na pele, cabelo, boca, dente, unhas ou nas mucosas. Quando os óleos tocam o corpo, eles penetram rapidamente.

Como os óleos essenciais são muito potentes, é importante diluí-los antes de usar no corpo. Você pode diluir um óleo essencial o misturando com um óleo carreador (como o óleo de oliva (azeite), jojoba, amêndoas ou óleo de coco) ou com uma loção inodora.

Adicione de 5 a 10 gotas de óleo essencial em duas colheres de sopa de óleo carreador ou loção natural sem cheiro. Na sequência aplique a mistura diretamente na área do corpo que beneficiaria a garganta, como no pescoço, peito, atrás das orelhas ou na sola dos pés.

Receitas com óleos essenciais para dor de garganta

Inalação fácil contra dor de garganta

Ingredientes:
– 3 gotas de óleo essencial de cravo
– 3 gotas de óleo essencial de junípero
– Uma tigela grande de água fervente

Instruções:
1 – Adicione os óleos diretamente na água fervente.
2 – Envolva sua cabeça e a tigela com uma toalha para criar uma tenda.
3 – Relaxe e inale o vapor aromático por 5 minutos. Tenha cuidado para não se queimar.

Você também pode adicionar 3 gotas de óleo de limão e 1 gota de óleo de eucalipto na sua água, gargarejar o resultado por 10 segundos e depois beber.

Riscos em usar óleos essenciais para tratar a dor de garganta

Se certifique de usar óleos essenciais de classe terapêutica para cuidar da dor de garganta. Fazer uso da inalação ou aplicação tópica é normalmente mais seguro do que a ingestão oral.

Nunca ingira nenhum óleo essencial ou aplique na pele sem diluição prévia. O treinamento apropriado ou supervisão médica adequada.

É imperativo que você entenda melhor como usar os óleos essenciais antes de utilizá-los na prática.

Sempre consulte um especialista e realize um teste antes de usar efetivamente, pois os óleos podem reagir de maneiras diferentes.

Bebês, crianças, gestantes, idosos e pessoas com doenças sérias não devem usar os óleos essenciais internamente, exceto sob supervisão médica.

Se estiver grávida, converse com um profissional antes de utilizar os óleos essenciais externamente também.

Se sua dor de garganta for muito severa ou se durar mais de uma semana, procure um médico.

loading...

06. Dezembro 2016 by admin

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *