Olhos

Os olhos são constituídos por diversos componentes que funcionam quase como uma câmara fotográfica. A camada frontal, externa e transparente do olho é a córnea. Esta camada de tecido funciona como uma lente por onde passa a luz. A parte esbranquiçada em seu redor é designada por esclerótica. O anel arredondado que dá cor aos olhos da criança é a íris. Abre-se e fecha-se para permitir a entrada de mais ou menos luz consoante o necessário para a visão. O círculo escuro situado na íris é designado por pupila.

No interior dos olhos da criança, por trás da pupila há uma lente transparente (cristalino). Funciona em conjunto com a córnea para captar ou “refractar” a luz e focar os objectos. A retina é uma camada especial de nervos situados na parede interior do nosso globo ocular. A retina transforma os raios solares numa imagem ou em figuras. Estas imagens são posteriormente enviadas para o nosso cérebro. O cérebro ajuda-nos a compreender o que estamos a ver. Os problemas de visão acontecem quando um ou mais destes componentes estão concebidos de uma forma diferente da habitual.

É através dos olhos que vemos o mundo. Pálpebras, pestanas e sobrancelhas. Conheça a importância de cada um dos seus elementos. Os olhos estão em comunicação com o cérebro através do nervo óptico. Têm a forma de uma esfera, ligeiramente oval, e são constituídos por dois segmentos esféricos: um é o anterior, de curvatura menor (a córnea) e o outro é o posterior, de curvatura maior (a esclerótica). A córnea tem a função de protecção do olho e permite-nos a visão. A esclerótica, por sua vez, funciona como se fosse um véu de protecção do olho. Na cavidade do olho ficam o humor vítreo e o cristalino que servem como meio de refracção. A íris não é mais do que o diafragma do olho, através do qual se regula a abertura da pupila, deixando passar mais ou menos luz. As glândulas lacrimais conservam o olho sempre húmido e têm como complementos protectores as pálpebras, as pestanas e as sobrancelhas.

Índice do Artigo:

O que Procura?
Maconha

Pálpebras

As pálpebras são formações músculo-membranosas que protegem o globo ocular com o seu constante movimento de abrir e fechar. Aqui exercem ainda um papel importante as glândulas lacrimais, havendo uma em cada olho. Estas protegem-no com a secreção (as lágrimas). Encontram-se ainda na extremidade livre de cada pálpebra numerosas aberturas de glândulas de pequenas dimensões que podem inflamar com facilidade, dando origem aos conhecidos treçolhos – pequenas tumefacções nodulares que se tornam incomodativas e, por vezes, dolorosas. A superfície interna das pálpebras é igualmente sensível, porque, sendo uma membrana muito fina, facilmente pode inflamar, dando origem às conjuntivites.

Pestanas

As pestanas são pêlos muito sedosos que se situam nas extremidades das pálpebras. Em termos fisiológicos, é-lhe atribuída a função de proteger o globo ocular de poeiras e outras substâncias que se encontrem em suspensão no ar. Por se tratarem de pêlos muito delicados, e que frequentemente se sobrecarregam com produtos de maquilhagem, é importante ter com elas os maiores cuidados para que não venham a cair.

Sobrancelhas

O arqueado saliente que corresponde à margem superior da órbita do olho, conhecido por sobrolho, encontra-se coberto de pêlos que têm como função proteger os olhos do suor que possa escorrer da testa. Podendo ter maior ou menor quantidade de pêlos, não se aconselha a sua remoção total, dada a importância que tais pêlos têm na protecção dos olhos.

Orbicular dos olhos

A pele que circunda os olhos, seja na sua parte inferior como superior, seja nas suas regiões circundantes laterais, são de uma extrema sensibilidade, pelo que se deve ter com ela os maiores cuidados. Desta forma, será possível evitar inflamações e irritações, como de sinais evidentes de um eventual envelhecimento precoce.

Saude dos olhos – Um olhar saudável

Tem os olhos inchados e doridos? As olheiras não desaparecem? Temos a solução para si! A área dos olhos é muito delicada e, portanto, muito susceptível a estragos. Já lhe deve ter acontecido: estar linda para sair e quando olha para o espelho, vê aquelas manchas escuras sob os olhos. Às vezes mais claras, outras mais escuras, dão sempre um ar cansaço… Pois é, são as famosas olheiras… Não há tratamentos específicos para acabar com elas, mas podemos usar alguns artifícios. Então aproveite estas dicas para diminuir todos os problemas associados aos olhos.

O que Procura?
Prolapso Genital

Acabar com as olheiras

As inestéticas zonas escuras que se formam junto aos olhos, como consequência de uma noite mal dormida, são um problema. A circulação deficiente, dificuldades respiratórias e a acumulação de toxinas fazem com que o sangue adquira uma cor mais escura. Como a pele nesta área é muito fina, a concentração de sangue encontra-se mais perto da superfície, criando uma sombra escura em torno dos olhos. Experimente as nossas soluções. Faça uma compressa com batatas. Corte duas fatias bem finas e coloque-as sobre os olhos. Deixe actuar durante 20 minutos e aproveite para relaxar. Lave o rosto com bastante água fria e aplique um hidratante na região dos olhos. Rale uma batata no ralador, embeba dois pedaços de algodão na pasta de batatas e coloque-os sobre os olhos durante 10 minutos. A seguir lave a região. Aplicar compressas de água fria também resolve o problema, porque estas provocam uma diminuição da congestão vascular. Os cremes com vitamina K, calêndula e camomila aplicados diariamente, melhoram a circulação sanguínea e, como tal, atenuam o problema.

Tirar a maquiagem

Quando estiver a desmaquilhar-se não puxe nem pressione a pele com muita força, visto que esse tipo de acção promove o aparecimento de rugas. O óleo de amêndoa é ideal para o efeito. Aplique-o directamente nos olhos e depois finalize com um creme de limpeza para purificar. Nunca use um tónico nos olhos, é preferível lavá-los com água fria.

Aplique gel

Muitos dos cremes de limpeza são demasiados fortes o que obstrui os poros e incha os olhos. Como tal, o gel aplicado de manhã e à noite é a melhor alternativa. Aqueles que contém ingredientes como o malmequer, pepino ou olmo são óptimos porque refrescam e reduzem o inchaço. Nunca os aplique nas pálpebras, pois podem causar irritações ou infecções. Para descongestionar os olhos, aplique sobre eles uma compressa fina de chá preto.

Reduzir o inchaço nos olhos

Os olhos inchados podem ser causados por um inúmeras razões, incluindo: a retenção da água, obstipação, frio, acumulação das toxinas, etc. Para reduzir o inchaço e promover uma drenagem fluida, massaje levemente a área dos olhos ou durma com a cabeça num ponto mais elevado que o corpo. No entanto, tem sempre outras alternativas. Embeba dois pedaços de algodão numa mistura de água fria com leite parcialmente frio, e coloque-a sobre os olhos durante 15 minutos.

O que Procura?
Câimbras - Causas, Tratamento, Medicamentos e Como Prevenir

A temperatura fria, assim como a gordura do leite têm um efeito anti-inflamatório. Coloque uma fatia de pepino em cada olho durante 15 minutos. O pepino tem um índice elevado de minerais, de água e é muito terapêutico para os olhos cansados e irritados. Coloque duas colheres de aço-inoxidável no frigorífico durante poucos minutos. Retire-as e coloque-as então sobre os olhos. Mantenha a cabeça elevada e aplique compressas de chá de camomila bem frio, durante 10 minutos.

Para além de tratar dos olhos muito delicadamente, a chave para ter um olhar saudável passa por muito mais. A pior coisa que pode fazer é aplicar grandes quantidades de creme diversas vezes ao dia na esperança de substituir a humidade perdida e de restaurar a flexibilidade. Tudo isto sobrecarrega a pele, tornando o olhar pesado e cansado. Não abuse dos produtos de beleza, pois podem ser prejudiciais.

loading...

26. Fevereiro 2011 by admin

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *