Peeling de Cristal ou Diamante, qual a diferença?

O peeling é um ótimo tratamento para alcançar uma pele mais saudável, suave e atraente. Através deste tratamento é possível renovar as células da pele, melhorando também a produção de elastina e colágeno.

peeling de diamante

Por se tratar de um tratamento que obriga a evitar a exposição solar, deve ser feito sobretudo durante o inverno. Depois de uma sessão de peeling é essencial proteger a pele da agressão dos raios solares.

Contudo, por se tratar de um tratamento superficial, pode ser aplicado durante todo o ano, desde que existam os devidos cuidados.

O peeling consiste numa microdermoabrasão, um tratamento que tem como principal objetivo remover a camada de células mortas que está a prejudicar a saúde e o aspeto da pele. Por ser uma técnica não invasiva é uma escolha de cada vez mais mulheres, que procuram um tratamento eficiente que não passe pela cirurgia.

Cicatrizes provocadas pela acne, manchas na pele, excesso de oleosidade, envelhecimento provocado pela exposição solar ou rugas de expressão, são aspetos que podem ser tratados através do recurso a esta técnica.

Uma única sessão de peeling é suficiente para melhorar a textura da pele, mas é necessário seguir todo o programa definido para alcançar o nível de renovação pretendido.

Os dois tipos principais de peeling são o peeling de cristal e de diamante. Como vamos ver em seguida, não é exatamente igual optar pelo peeling de cristal ou diamante

Peeling de cristal ou diamante, qual o mais adequado para a sua pele?

Conheça as principais diferenças entre estes dois procedimentos e escolha aquele que considerar mais adequado para o seu tipo de pele e objetivo:

Peeling de Cristal

É feito utilizando um aparelho que solta ínfimos cristais de óxido de alumínio sobre a pele. Ao mesmo tempo, este aparelho também realiza uma ação de sucção.

O que Procura?
Lingerie Anti Celulite

O peeling de cristal é uma solução mais indicada para peles mais velhas, ou para peles que necessitam de uma intervenção mais abrangente. Existem cristais de texturas diferentes, o que permite adequar o tipo de cristal ao tipo de pele do paciente.

Peeling de Diamante

É feito utilizando um aparelho semelhante, que porém está equipada com uma ponteira diamantada. É esta ponteira que realiza a esfoliação de forma direta. Os melhores aparelhos disponíveis no mercado permitem a introdução de um ativo, como a vitamina C.

Para adaptar a quantidade de ativo que irá penetrar na pele, existem ponteiras com gramaturas diferentes, as quais podem ser alteradas de forma fácil.

O peeling de diamante é mais apropriado para peles jovens, que não necessitem de uma intervenção tão drástica. Pessoas com a pele sensível também devem optar por esta forma de peeling.

Precauções necessárias ao realizar um peeling de cristal ou diamante

Em ambos os métodos, o sucesso da aplicação depende do grau de experiência do profissional que realiza o tratamento. Aspetos como o grau da esfoliação e a pressão aplicada são determinantes para que o tratamento corresponda às expetativas.

Após cada sessão de peeling é essencial usar um protetor solar com um grau de proteção adequado, uma vez que a pele fica particularmente exposta. Caso não seja utilizado um protetor solar, podem surgir novas manchas ou pode-se agravar as manchas existentes.

Quem sofre de condições com o lúpus, feridas ou outras lesões na pele e psoríase, não deve realizar estes procedimentos. Nunca deve avançar para o peeling sem antes consultar um profissional médico.

Esperamos que tenha conseguido compreender as diferenças entre ambos os tipos de peeling. Saber qual é o procedimento mais indicado para o seu tipo de pele e seguir todas as recomendações do médico são aspetos de grande importância para garantir o sucesso das intervenções.

loading...

10. Março 2015 by Andre

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *