Peeling de Fenol – Preço, Indicação e Fotos Antes e Depois

A proliferação de tratamentos que prometem rejuvenescer eficazmente a pele é cada vez maior. Entre eles, o peeling tem vindo a receber um destaque de grandes proporções, na medida em que possibilita a obtenção de resultados impressionantes de uma forma muito mais simples e indolor do que as típicas cirurgias plásticas, que não só são conhecidas por originar imensos efeitos secundários desagradáveis, como também por constituírem procedimentos complexos e dolorosos, cheios de riscos envolvidos, que poderão dar origem a resultados contrários aos pretendidos.

Fotos antes e depois

peeling de fenol antes e depois 2

Uma das técnicas mais recentes no universo da medicina estética é o peeling de fenol. Referido já como sendo uma técnica quase milagrosa, este peeling diferencia-se dos procedimentos comuns por ser completamente indolor, não requerer anestesia e não originar quaisquer tipos de efeitos secundários.

Ao funcionar como uma esfoliação química (peeling químico), rejuvenesce a pele de forma impressionante, eliminando, não só rugas, como também manchas, acne e muitas outras imperfeições cutâneas que contribuem para conferir um aspecto muito mais velho e cansado à pele.

A quantidade de pele a ser removida vai depender sempre do tipo de produto químico usado, que neste caso trata-se principalmente de fenol e óleo de cróton (substância obtida do arbusto Croton tiglium, Euphorbaceae), da resistência do produto (superficial, profundidade média e profunda) e do tempo que é deixado a atuar sobre a pele.

História

1882 – O uso do fenol na dermatologia começou no século XIX, quando em 1882, Paul G. Unna descreveu as ações dos ácidos, salicílico, resorcinol, ácido tricloroacético, e fenol, na pele, estabelecendo assim uma referência para muitos outros autores.

1903 – MacKee, dermatologista Britânico, utilizou o fenol para efeitos terapêuticos pela primeira vez em 1903. Os estudos só foram publicados em 1952, depois deste fazer parte do Departamento de Dermatologia da Universidade de Nova York, como professor.

1920 – O tratamento foi popularizado pelo Dr. Gregory Hetter, onde numa série de artigos é relatado todo o seu uso histórico de forma clandestina pelas primeiras estrelas de Hollywood na década de 1920.

1940 – Eller e Wolff realizaram o primeiro estudo nos Estados Unidos sobre a utilização do fenol, ácido salicílico (um Beta-Hidroxiácido com propriedades esfoliantes), resorcina (resorcinol) e da neve carbônica (crioterapia) para o tratamento de cicatrizes.

1960 – Vinte anos depois deu-se o desenvolvimento de muitas fórmulas experimentais com o uso do fenol.

A sua incorporação “quase perfeita” na medicina de rejuvenescimento só aconteceu em 1961 pelo Dr. Thomas Baker e Gordon, através do desenvolvimento e melhoramento de dosagens e soluções que acrescentaram ao fenol o óleo de cróton, septisol e água, que até aos dias atuais é a solução mais utilizada na medicina e a mais frequentemente mencionada em publicações científicas sobre a matéria.

Resumidamente, podemos dizer que o ingrediente ativo e principal do peeling de fenol é o óleo de crotón, componente anteriormente mal interpretado ou deliberadamente ofuscado. A grande eficácia do peeling de fenol ocorre devido à ação do óleo de cróton, aumentando a eficácia do tratamento, que não seria tão efetivo sem este.

A fórmula de Baker e Gordon está indicada para o tratamento do envelhecimento facial severo, rugas profundas e alterações na textura da pele.

2009 – O tratamento mostrou ser igualmente eficaz no tratamento de lesões pré-malignas e malignas. Foi publicado um estudo em 2009 por Furukawa e Yamamoto onde foram tratados 46 pacientes com o peeling de fenol e acompanhados durante 1 ano após o tratamento. Houve uma melhora de 84,8% em 39 dos 46 casos, concluindo-se que as soluções de fenol são muito eficazes no tratamento de lesões pré-cancerosas de ceratose actínica e doença de Bowen (carcinoma espinocelular in situ (displasia grave).

Os peelings químicos podem ser aplicados em quase todas as áreas do corpo, mas são principalmente usados no rosto ou nas costas das mãos para melhorar a textura áspera da pele, nas linhas finas e rugas, manchas de idade, danos causados pelo sol, marcas e imperfeição na pele, cicatrizes, acne e ceratose actínica (crescimento de lesões na pele com alterações pré-cancerosas).

Em relação à ceratose actínica, aproximadamente 20% dos casos origina o desenvolvimento de câncer epidermóide, um tipo de câncer conhecido como carcinoma espinocelular ou carcinoma epidermóide, destacado por pequenas lesões: inferiores a um centímetro. Geralmente é um tipo de câncer que ocorre principalmente em idade avançada, com maior frequência em áreas mais fotoexpostas (maior exposição ao sol), como a face, pescoço, dorso, antebraços e mãos.

O peeling de fenol tem como base uma exfoliação química profunda, que provoca uma reação cáustica exfoliante intensa na pele, resultando na regeneração da arquitetura dérmica, restaurando eficazmente a pele, tornando-a mais jovem de uma forma que não poderia ser conseguida com outros peelings mais superficiais.

O tratamento é particularmente indicado para pessoas acima dos 40 anos, cuja pele apresente já demasiadas imperfeições. Apesar de não ser recomendado a pessoas mais jovens, no geral, também estas se poderão submeter ao tratamento, caso a pele apresente já um envelhecimento bastante evoluído para a idade.

No entanto, é importante notar que, a aplicação desta técnica em peles ainda jovens poderá não resultar como o esperado, e dar até origem a efeitos adversos incontornáveis, daí ser importante proceder com precaução e procurar informação junto de profissionais habilitados para a aplicação deste método, o dermatologista.

Ainda que represente um procedimento relativamente simples, o peeling de fenol não deverá ser realizado em casa, na medida em que é efectuado através da utilização de substâncias químicas que requerem bastante cuidado no seu manuseamento. É imprescindível que seja realizado por um profissional qualificado.

O profissional saberá, não só como aplicar o produto, como também que quantidades deverão ser utilizadas, prevenindo assim a ocorrência de efeitos colaterais.

Após a aplicação do fenol, o paciente receberá uma máscara de esparadrapo, que cobrirá todo o rosto durante cerca de 32 horas. Assim que a máscara é retirada, procede-se à aplicação de um pó bactericida secante em todo o rosto.

Este pó deverá ser aplicado pelo paciente durante 11 dias, até que a pele se apresente totalmente recuperada. Durante este período, desaconselha-se a lavagem do cabelo e do rosto, de modo a que não haja o risco de propagar qualquer tipo de bactéria que esteja presente no seu corpo.

A alimentação também deverá ser alvo de diversos cuidados durante este período, na medida em que deverá consistir, primordialmente, em alimentos líquidos. Isto ajudará a acelerar todo o processo de recuperação.

Preço – Quanto custa o peeling de fenol?

O valor médio varia entre R$ 2 mil a R$ 6 mil reais

Indicação

Ajuda no tratamento da acne severa; elimina cicatrizes ou marcas causadas pela acne bem como ajuda a reduzir as cicatrizes resultantes de um lifting facial ou qualquer outra cirurgia onde se pretenda minimizar a cicatriz; fotoenvelhecimento; sinais; manchas causadas pelo sol; melasma; sardas; rugas ao redor da boca ou olhos e rugas profundas; Elastose e flacidez; Discromia (alteração na pigmentação da pele); Ceratose seborreica; Ceratose actínica; câncer superficial da pele; xantelasma; sarna demodécica (demodicose).

No Brasil foi desenvolvida e patenteada uma fórmula com o uso de fenol, pelo médico paulista José Kacowicz, criador do tratamento cutâneo facial denominado Exoplastia Ortodérmica, também chamado de peeling de fenol light.

Dr.- José Kacowicz no Programa do Gugu Liberato – Record

Ana Maria Braga entrevista Dr. José Kacowicz

E você, já realizou este tratamento facial maravilhoso? Gostou dos resultados? Partilhe suas dúvidas e experiências no fórum e ajude muitas pessoas!

loading...
loading...

07. Fevereiro 2013 by admin

35 Comentários no Fórum

  1. Prezado Dr. Jose, Estou impressionada com as reportagens que tenho visto sobre os seus tratamentos com o peeling de fenol. Tenho 52 anos, a pele branca e rosto marcado por cicatrizes causadas por acne em adolescência, que me deixaram muito triste e com baixa auto-estima.

    Fiquei viuva no ano passado e agora penso em refazer a minha vida sentimental e aproveitar ainda o que o tempo me reserva. Moro no Rio de Janeiro e ainda trabalho, mas quero e preciso marcar urgente uma avaliação para iniciarmos este tratamento o mais rápido possível.

    Aguardo instruções e contato.
    Um abraço. Glaucia Falbo.

  2. Boa tarde! meu nome é Monica, vou fazer 46 anos, moro em maceio Al.

    Tenho uma linha de expressão, popularmente chamada de bigode chinês que eu detesto e está ficando cada dia pior, gostaria de saber se esse tratamento resolve, a durabilidade e o valor.

  3. Gostaria saber Dr. se aqui em BH ou Contagem tem este tratamento. Favor enviar endereço ou telefone.

  4. Eu gostaria de saber onde faz o peeling de fenol em São Bernardo do Campo SP, minha cor é parda, passei em dois médicos que disseram que não poderia fazer porque ia ficar com o rosto muito claro.

  5. Tenho 44 anos e sou de Minas gerais. Assisti o tratamento todo e fiquei admirada, tenho muitas sardas no rosto, quando precisar de modelo estou á disposição.

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *