Peeling Facial – Tipos, Preço, Como Funciona e Cuidados Pós Peeling

O peeling facial é uma técnica utilizada em tratamentos de beleza, onde usando ácidos e cremes adequados, é feita uma descamação da pele do rosto, de forma a retirar as células mortas e permitir o aparecimento de uma pele mais jovem e bonita. Veja alguns exemplos antes e depois:

peeling facial antes e depois Peeling Facial   Tipos, Preço, Como Funciona e Cuidados Pós Peeling

Assim, consoante o tipo de peeling, é destruída a camada de pele superficial, média ou profunda, retirando todas as células, mortas ou já danificadas, para dessa maneira, dar lugar a novas camadas, estas com células jovens e perfeitas.

Assim, o peeling é usado como técnica de rejuvenescimento da pele, tornando-a mais bonita e saudável, sem quaisquer defeitos, como manchas, rugas ou acne.

Como funciona o peeling facial?

Através de produtos apropriados para o efeito, o dermatologista irá retirar a camada superficial da pele. Quando isto acontece, será ativada uma resposta automática do organismo, estimulando o crescimento e a regeneração das células, além de alterar em alguns aspetos a estrutura celular, de maneira a proteger a pele.

Assim, através do peeling, a pele fica com a camada mais superficial, a epiderme, mais espessa, diminui a quantidade de melanina aí acumulada, aumenta a irrigação sanguínea e a quantidade de colagéneo, adicionando capacidade de firmeza e elasticidade das células da pele, e ainda, ampliando a permeabilidade das suas células, que dessa maneira absorvem mais facilmente os necessários produtos pós-peeling.

O peeling facial pode atuar em várias profundidades. No entanto, a escolha de um peeling superficial, médio ou profundo vai depender do especialista, após uma análise cuidada à pele do paciente. Assim, fará um peeling superficial o paciente que tenha uma pele com algumas imperfeições superficiais, sardas, poros dilatados, ou ainda, com pele ressequida, sem brilho e cansada.

Um peeling médio é já indicado para quem tem uma pele mais envelhecida, com imperfeições com alguma profundidade, como pequenas rugas e cicatrizes de acne, ou então, peles envelhecidas por grande exposição ao Sol. O peeling profundo apenas é utilizado em pacientes com peles muito envelhecidas, com manchas, rugas ou marcas profundas da acne.

Tipos de peeling facial

Existem genericamente três tipos de peeling: químico, mecânico ou físico. O primeiro, mais utilizado pelos dermatologistas, é feito através do uso de produtos químicos. O segundo, pode ser efetuado mesmo em casa, através de receitas caseiras, ou então, usando aparelhos próprios, como lixas de ponta de diamante ou máquinas de microdermoabrasão. Por fim, o terceiro tipo de peeling, o físico, é feito a laser.

De seguida iremos apresentar os tipos de peeling mais usados pelos profissionais na área estética.

Peeling químico

Para realizar um Peeling Químico, é necessária uma preparação prévia. Assim, entre 15 a 30 dias antes do processo, tem de aplicar diariamente um creme pré-peeling, de maneira a preparar a pele para a sua descamação. Além de ajudar a prevenir efeitos secundários, como queimaduras ou hiperpigmentação, desta preparação resultam melhores efeitos do peeling.

No dia do tratamento, através da aplicação de produtos químicos, será provocada a descamação da sua pele, ao mesmo tempo que é estimulado o crescimento de novas células, mais novas, para substituir as que foram destruídas. Com este processo, a sua pele ficará mais jovem, lisa, firme e bonita, já que suaviza ou elimina as pequenas imperfeições existentes, como manchas, rugas ou marcas da acne.

Peeling de Ácido Retinóico

Este peeling é especialmente apropriado para as estrias, mas também bastante útil para o rosto. Através do mesmo processo de destruição da camada superficial da pele, com este peeling é estimulada o desenvolvimento de colagéneo, que suavizará as estrias e tornando a sua pele mais lisa.

Peeling de Ácido Glicólico

Normalmente utilizado para zonas do corpo onde a exposição ao Sol é maior, como o rosto, o pescoço e as mãos, o Peeling de Ácido Glicólico caracteriza-se por ser aplicado o ácido glicóico após a descamação da pele. Dessa forma, vai suavizar a pele, amaciando-a e livrando-a das pequenas rugas recorrentes da exposição ao Sol. Este tratamento é assim mais indicado para quem tem uma vida constante ao ar livre, tendo por isso a sua pele mais envelhecida e desgastada.

Peeling de Fenol

Este tratamento, apesar de muito eficaz e rápido, é mais indicado para casos mais graves de envelhecimento da pele. Numa só sessão de 30 minutos, através de um rejuvenescimento facial intenso após a descamação, consegue-se eliminar marcas de expressão profundas e rugas. Dessa maneira, num tratamento rápido, a pele do rosto ganha uma nova juventude!

Peeling de pasta de Resorcina

Mais apropriado para peles escuras, com tendência para a hiperpigmentação, este tratamento é especialmente adequado para quem queira tratar a acne, peles rugosas ou discromias.

Peeling de Ácido Salicílico

Este tratamento é efetuado em várias fases, não sendo um processo de uma sessão apenas. Adequado para aclaramentos de pele ou diminuição das rugas, este processo consiste na utilização de uma solução alcoólica a 35%, durante 5 minutos, seguido da sua neutralização com água. Este tratamento dura 10 dias, ocorrendo a descamação entre o 4º e o 5º dia. Devido à lentidão deste processo, também os efeitos secundários na sua pele são atenuados.

Ler Também: Laser Co2 Fracionado e Peeling de Cristal

Cuidados a ter com a sua pele após o peeling no rosto

Um peeling é sempre um tratamento em que a sua pele é agredida. Sendo  no assim, são necessários alguns cuidados com ela após o tratamento. Deixamos aqui uma lista para se orientar e tornar a sua recuperação a mais rápida possível.

- Hidratações semanais, com o auxílio do profissional que realizou o peeling, para ajudar ao crescimento das novas células, além de diminuir os efeitos negativos do processo na sua pele, tais como crostas e edemas.

- Colocação de compressas frias nas áreas alvo do peeling, com infusão de camomila.

- Expor o mínimo possível essa parte do corpo ao sol, ou a mudanças bruscas de temperatura.

- Utilizar um creme ou gel apropriado para o pós-peeling, normalmente com ácido glicóico a 8% a 15%, com um despigmentante associado, nas áreas intervencionadas.

- Se ficar algumas manchas ou outras imperfeições residuais, fazer um pequeno peeling, de maneira a aperfeiçoar o tratamento anterior.

Quanto custa um peeling facial?

O preço de um peeling varia consuante a sua finalidade, técnica, equipamento, e substâncias (ácidos) utilizadas, mas em média os valores rondam os 100 150 euros.

11. Janeiro 2013 by admin
Em: Beleza e Cosmética, Dermatologia, Fotos Antes e Depois | Comentar

Deixe o Seu Comentário no Fórum

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *