Remédios Naturais para Tratamento da Pele

Conheça alguns Remédios Naturais para o Tratamento da Pele.

Micoses repetidas, urticária, eczema. Os problemas da pele tornam-se muitas vezes incómodos. Com os conselhos de Maria Pinto, homeopata, descubra as soluções doces e naturais para as ultrapassar.

Barreira resistente às agressões exteriores, a pele é também o espelho das nossas emoções. Diversos estudos têm, aliás, confirmado que a pele está sujeita à influência da vida psíquica. Uma realidade biológica visto que as células da pele e as do cérebro têm a mesma origem embrionária. Muito sensível, este órgão chama frequentemente a nossa atenção, provocando erupções súbitas e comichões. Para acabar com estes distúrbios cutâneos que afectam a nossa vida, as medicinas alternativas podem revelar-se uma ajuda preciosa.

Ler: Remédio Caseiro para Eczema (Dermatite)

Como acalmar as crises de urticária

A urticária é uma reacção cutânea inflamatória cuja causa pode ser externa ou interna. Manifesta-se pelo aparecimento de borbulhas em zonas mais ou menos extensas, acompanhadas de comichões e edemas que desaparecem depois rapidamente. A histamina (substância libertada em caso de reacção alérgica) desempenha um papel importante no aparecimento desta erupção.

Dilata os minúsculos vasos capilares da pele e favorece a fuga da linfa para fora dos vasos linfáticos. São numerosos os alimentos susceptíveis de desencadear crises de urticária: morangos, peixe, mariscos, cereais (gluten). O leite e a gema de ovo são particularmente activos neste domínio, em função das sensibilidades pessoais.

4519458638 Remédios Naturais para Tratamento da Pele

Tratamento homeopático para a urticária

- Se sofre de urticária depois de comer morangos: Urtica – Urens 5 CH, que age sobre os sintomas locais da alergia;
– Se se trata de uma intolerância ao peixe e mariscos: uma dose individual de Nux Vomica 5 CH;

Depois de uma exposição demorada ao sol, o seu busto cobre-se de borbulhas rodeadas por um halo vermelho: Apis Mellifica 5 CH, a completar com Natrum Muriaticum 5 CH. Cada um destes remédios deve ser tomado à razão de três grânulos, três a seis vezes por dia.

Como acabar com o eczema

O eczema traduz-se de início por manchas vermelhas e comichões, depois pelo aparecimento de bolhas que ressumam e em seguida secam para se transformarem em pequenas crostas. Esta afecção da pele, penosa e perturbante, pode apresentar-se sob diversas formas. O eczema dito atópico é o mais frequente. Está ligado à existência de um terreno hereditário que favorece desde a mais tenra idade o aparecimento de perturbações, entre os quais o eczema, mas também a asma ou a febre dos fenos.

Na maioria dos casos desaparece na idade adulta. Mas a erupção pode também resultar de uma agressão exterior: contacto directo da pele com produtos de limpeza ou de maquilhagem, jóias de níquel, etc. Fala-se nesse caso de “eczema de contacto”. O mais simples, sempre que possível, é seguramente eliminar qualquer contacto com a substância alergénica.

Remédios homeopáticos para o eczema

- No bebé, uma crise de eczema ao romper dos primeiros dentes trata-se na maioria dos casos com Calcarea Carbonica 5 CH ou 7 CH, acompanhado de Chamomilla 5 CH;
– O eczema do adolescente magro, de temperamento ansioso, que coexiste frequentemente com o acne na cara e no ombro, necessita sobretudo de Natrum Muriaticum 5 CH ou 7 CH. Cada um destes medicamentos é tomado à razão de três grânulos, três a seis vezes por dia;
– Nos outros casos o tratamento varia consoante o estado das lesões: pele seca, com borbulhas, a purgar ou com escamas. Peça o conselho de um médico homeopata.

As plantas que ajudam

Experimente o amor-perfeito bravio em infusão (10 g de flores para 1 litro de água), alternando com o escalracho (50 g de raiz para 1 litro de água). Ambos são reputados pelas suas propriedades deputativas e drenantes.

Os bons oligo-elementos

Para regular o funcionamento do sistema nervoso, tome, alternadamente, manganés-enxofre e manganés-cobre, em ampolas de tratamento de 20 dias por mês por via perlingual (a repetir).

Como combater as micoses

A nossa pele abriga habitantes microscópicos com os quais vivemos muito bem. Mas alguns destes hóspedes tornam-se às vezes indesejáveis. É o caso dos fungos, responsáveis por micoses cutâneas tanto nas crianças como nos adultos.

Soluções homeopáticas

- A água das piscinas e dos duches colectivos contêm frequentemente dermatófitos, que estão na origem de micoses da pele, dos pelos e das unhas. Tudo começa em geral entre os dedos dos pés, sendo a infecção facilitada pela transpiração excessiva e pela maceração: Mercurius Solubilis 5 CH, associado a Histaminum 9 CH, remédio de fundo prescrito pelo médico assistente;
– A candidose buco-digestiva é devida a uma levedura que pode tornar-se agressiva em certas circunstâncias. Nas crianças está muitas vezes ligada à tomada de antibióticos: Gonolobus Condurango 5 CH durante uma semana, 3 grânulos três vezes por dia (em complemento do tratamento específico prescrito pelo médico);
– Frequente nas mulheres, a candidose genital manifesta-se por manchas vermelhas e perdas abundantes: Sepia 4 CH (mesma posologia). Em todos os casos: Candida Albicans 8 D (em ampolas).

iStock 000008995103Medium Remédios Naturais para Tratamento da Pele

As plantas que aliviam e curam

Beba infusões de bardana ou de tomilho, de acção drenante e purificante.

Como tratar a psoríase

Esta afecção crónica manifesta-se por placas vermelhas cobertas de escamas brancas (células mortas), formando uma camada em forma de folhado, mais ou menos espessa. Situa-se sobretudo nos cotovelos, nos joelhos, no couro cabeludo, nos pés, e acima das nádegas.

Tratamento homeopático da psoríase

- Se você é depressiva e sofre de psoríase nas unhas e nas zonas de flexão: Sepia 5 CH;
– Se é ansiosa e tem necessidade de serenidade: Phosphorus 5 CH;
– Se é meticulosa e angustiada pelo envelhecimento, se acorda à 1 da manhã e sofre de problemas cutâneos ou perturbações respiratórias: Arsenicum Album 5 CH; Todos estes medicamentos são tomados à razão de três grânulos, duas vezes por dia, durante um mês.

As plantas que aliviam

Em infusão, em tratamento de vinte dias renovável, o malmequer revela-se eficaz. Pode associar-lhe Mahonia em tintura (na farmácia), à razão de 20 gotas duas vezes dia.

Benefícios das massagens enérgicas

Segundo a medicina tradicional chinesa, a pele reflecte a harmonia entre os dois grandes princípios energéticos do yin e do yang. O primeiro é responsável pela película hidrolipídica da epiderme que dá à cútis suavidade e transparência. O segundo regula a vitalidade e a regeneração celular. “É este equilíbrio interior que a massagem energética ou shiatsu visa restabelecer”.

Esta massagem consiste em estimular os pontos de energia presentes ao longo dos diferentes meridianos (linhas percorridas pela energia vital do corpo). Ao reequilibrar as energias, atenua as imperfeições da pele: vermelhões, irritações e falta de firmeza.

Em: Remédios Caseiros | 1 comentário

One Comment

  1. o homem sempre viveu com a natureza, hoje a industria tomou conta do mercado,com tamanha quantidade de medicamentos com conservante e quimica desconhecida, o corpo do homem regeito(nao cnhece) mais é o que temos no mercado sou biologo e goto tato da minha mae natureza que chego a agradecer por ver algo natural como estal receitas tao especiais q vcs estao ajudando o mundo…

Deixe o Seu Comentário no Fórum

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *