Rotura Muscular (rasgão devido a estiramento do músculo)

Uma rotura muscular ou ruptura muscular ocorre quando um músculo é estirado, deslocado ou torcido subitamente. Quando isto acontece com suficiente intensidade pode ocorrer um pequeno rasgão no tecido muscular.

Causas das roturas musculares:

A rotura dos músculos acontece mais facilmente quando os estes não são suficientemente aquecidos e estirados (alongamentos) antes do exercício físico. Por vezes, sucedem também quando ocorre uma utilização excessiva do músculo. As rupturas localizam-se com maior frequência nas pernas (gémeos), coxas (quadrícipede, isquio-tibiais, adutores), nos braços (bícipede, tricípede) e nas costas (rombóides, serrado anterior, por exemplo).

Sinais e sintomas de rotura muscular:

O seu músculo pode doer apresentar-se inchado. Pode não ser capaz de mover a área do corpo onde se localiza a ruptura, devido à dor provocada pela solicitação do músculo, havendo portanto uma incapacidade funcional.

Diagnóstico:

Pode precisar de realizar exames subsidiários nomeadamente uma ecografia, para um diagnóstico definitivo ou uma avaliação mais precisa da extensão da lesão.

Medicamentos:

Deverá tomar sempre os medicamentos de acordo com as indicações do seu médico. Contacte o seu médico se pensar que os medicamentos não estão a ajudar, ou que está a ter efeitos secundários. Não deixe de os tomar enquanto não falar com o seu médico. Guarde uma lista dos medicamentos que está a tomar e de quando é que os toma. Quando for à consulta com o médico leve a lista dos medicamentos que está a tomar ou o frasco dos comprimidos. Saiba porque é que toma cada medicamento.

Peça ao seu médico mais informações sobre os medicamentos. Pode utilizar ibuprofeno e paracetamol, entre outros, para as dores. Estes medicamentos podem ser adquiridos como medicamentos de venda livre. Não tome ibuprofeno se for alérgico(a) à aspirina.

Pode ser necessário utilizar uma tala ou uma ligadura, para evitar movimentos da área lesionada e permitir que o músculo cure. Precisar de uma tala depende da gravidade da luxação muscular. Os médicos podem pedir-lhe para manter esta tala constantemente durante alguns dias. Pode ser necessário continuar a utilizar a tala durante as actividades desportivas durante mais algum tempo.

Pergunte ao seu médico quanto. Pode remover a tala diariamente para lavar a área lesionada. Volte a colocar a tala o mais cedo possível. Quando voltar a colocar a fita, certifique-se de que a tala está no mesmo lugar e na mesma posição. Também pode voltar a colocar a fita se a tala se molhar. Se a área acima ou abaixo da tala começar a ficar dormente ou com formigueiro, a tala pode estar demasiado apertada. Solte a fita para a área estar mais confortável. Mova a parte do corpo perto da lesão, como por exemplo os dedos das mãos ou dos pés, que não esteja coberta pela tala, várias vezes por dia.

A seguir descrevem-se alguns procedimentos que pode adoptar para ajudar a lesão muscular a cicatrizar mais depressa. Isso também pode prevenir futuras recidivas ou novas lesões.

Não volte a correr ou a fazer outros exercícios pesados enquanto estiver com dores e o seu médico não o autorizar. Comece lentamente a fazer exercícios, como por exemplo andar de bicicleta, quando o seu médico o autorizar. Faça sempre alongamentos antes de praticar actividades desportivas. Isto melhora a elasticidade dos músculos e dos tendões e diminui a tensão aquando dos estiramentos. O seu médico pode mostrar-lhe o modo como deve efectuar os exercícios de alongamento.

Pergunte ao seu médico se deve envolver as articulações fracas com uma ligadura de apoio antes dos exercícios. O seu médico mostra-lhe a forma correcta de utilizar as ligaduras de apoio.

Contacte o seu médico se:

A equimose, o edema ou a dor piorar.
A área estiver fria abaixo da lesão, como por exemplo os dedos das mãos ou dos pés.
A área estiver dormente ou azulada abaixo da lesão, como por exemplo nos dedos das mãos ou dos pés.

Tratamento da rotura muscular:

Normalmente as micro-rupturas podem cicatrizar primariamente em duas a três semanas. Se forem mais extensas poderão necessitar de cerca de 6 semanas. Enquanto estiver a decorrer o processo de cicatrização poderá precisar de usar uma tala ou uma ligadura para imobilizar/estabilizar a área da lesão.

A componente mais importante do tratamento de um músculo lesionado é repouso. Descansar o músculo diminui o edema (inchaço) e permite que a lesão evolua favoravelmente. Quando a dor diminuir, pode iniciar movimentos normais, lentos e pouco intensos.

O gelo provoca a contracção dos vasos sanguíneos, o que diminui a inflamação (edema, dor e rubor). Coloque gelo moído num saco plástico e cubra-o com uma toalha. Coloque-a sobre o músculo lesionado durante 15 minutos, de hora a hora, enquanto for necessário. Não se esqueça do gelo e não o aplique por demasiado tempo pois pode apanhar uma queimadura pelo frio que é muito grave. Mantenha o músculo lesionado elevado acima do nível do coração, se possível. Isto ajuda a diminuir tanto a dor como o edema.

Fotos:

Músculos, vista anterior.

Músculos, vista posterior.

Em: Saúde | 12 comentários

12 Comentários no Fórum

  1. rotura muscular depois de operado fico bom.

  2. Boa noite
    Tenho uma dôr no gemeo que é constante e que após ecografia acusou uma pequena rotura muscular.
    O médico deu-me Voltaren tanto em comprimidos, 2 vezes ao dia, como em pomada, 3 vezes ao dia.
    O que é certo é que já vai a caminho de 3 semanas em repouso e sem atividade física e apesar de menos intensa, a dôr permanece!
    Que fazer?
    Obrigada

  3. gostei imenso do conselho……vou cumprir com todos os regulamentos aqui mensionados.

  4. Boa noite, um automóvel passou por cima do meu pé esquerdo há cerca de uma semana. Fui ao hospital fazer uma radiografia e não está nenhum osso partido. Depois destes dias continuo com uma espécie de impressão de dormência nos dedos mais pequenos que foram apanhados de raspão. Tem esta dor a ver com músculos, ligações..? Qual será o tratamento mais apropriado sendo eu diabético, tendo por isso que ter mais cuidados do que seria normal?

  5. bom dia
    após 4 semanas e meia de uma forte queda no duche, com o grande impacto na zona sacro lombar, continua a ser o momento diário de maior pesadelo, o levantar da cama. Já fiz emplastros, pensos impregnados, massagem, calor. continuo com analgésicos. o que mais pode ser sugerido, para amenizar a dor no gesto de levantar?

    grato
    manuel

  6. Durante uma aula de spinning senti uma dor insuportável no lado direito do baixo abdomen e precisei interromper o exercício. A dor cedeu espontaneamente. No dia seguinte aconteceu outra vez, mas a dor demorou mais tempo para passar. No terceiro dia não me exercitei e tive a mesma dor enquanto estava sentada ao computador. Procurei uma emergência e fui submetida a exames físicos, tomografia, ultrassonografia e hemograma, todos normais. Tive mais duas crises fortes ao me movimentar (trocando a roupa e me levantando da cama). Por fim os médicos estão trabalhando com a hipótese de uma lesão muscular e eu iniciei uso de anti inflamatório. Não tenho uma dor muscular comum, como tem que reinicia exercícios! Tenho uma dor aguda, tipo fisgada profunda, que me desestabiliza, mal consigo respirar. Mas passa espontaneamente depois de alguns minutos em repouso deitada. Em seguida segue apenas uma leve dor local. Não estou inchada nem com a região arroxeada… Meus exames de sangue anteriores a dor, apresentavam uma alteração do PCK sem explicação aparente (aproximadamente 1200 na primeira coleta e 350 na segunda, com intervalo de 5 dias sem exercícios entre elas). O que será que eu tenho? Se tiver alguma ideia, por favor encaminhe ao meu email. Desde já agradeço.
    obs: faço exercícios regulares – aula localizada e abdominais, spinning 3 a 5 vezes na semana, alternando com corrida.

  7. Olá,gostei muito da matéria.Sou Bailarina Clássica,tive dois entorses e o especialista informou que estou com uma lesão:luxação no tendão fibular.Desde do primeiro entorse que foi de 3 grau,tive um 2 entorse de 1 grau,que me prejudicou.Pois de um tempo para cá,senti que ao correr,algo no meu tornozelo saía do lugar,então fiquei precupada pela frequência,de encomodos do tornozelo.
    O especialista de pé,passou uma ressonância, mas disse que meu caso é raro,que era caso de cirurgia.Porém,confio que Deus poder mudar essa situação,pois não gostaria de fazer a cirurgia.Será que nem com a Fiseo,não consigo um fortalecimento da musculatura?Agradeço muito,aguardo respostas.

  8. Pratiquei atletismo durante alguns anos! Por sorte não tive lesões graves, este artigo está muito bom e elucidativo para quem pratica desporto!

  9. boa noite,já malho a um ano e meio faço musculação de dia e a noite faço jamp.essa semana começou uma dor na coxa na parte de dentro
    ai começou a incha e ficou doendo muito.to tomando antiflamatorio,passando gelo e pomada.quando tempo devo fik sem malhar?

  10. Olá, sou totalmente adepta a musculação ha 3 anos. Hoje com 33 tive uma forte tosse que ocasionou uma ruptura no lado direito do pulmão. Estou anciosa pois amo malhar e a pratico com ajuda de um personal. já estou parada ha uma semana e nenhum sinal de melhora. Alguma dica?

  11. Bom dia tenho 38 anos idade sera que vç pode me ajudar tive uma lesão na pantorilha ja esta fazendo um mes o meu medico passou uma faixa e antibitiotico so que estou achando que nao esta melhorando sera que vç pode me ajudar devo p´rocurar outro medico

  12. Boa noite,sou a clara e tenho 37 anos,alguns anos k sofro de uma dor na zona inguinal direita apos varios exames descobri uma tendinite,mas a dor preciste mesmo medicada para o efeito. Apos varios e longos meses o meu medico me mandou fazer uma ressunancia o k acusou rotura muscular com varios ematomas e enflamaçaõ local. Aminha questão é a seguinte, será k me posso tratar com medicaçao e repouso ou terei de ir a cirugia. Eu trabalho num lar de idosos,quanto tempo irá ser a minha recuperaçao para poder exercer a minha profiçao normalmente,e tambem ter uma vida normal claro. Muito obrigado

Deixe o Seu Comentário no Fórum

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *