Síndrome alcoólica fetal

A Síndrome alcoólica fetal (SFA) é caracterizada, pelo menos, por três dos seguintes achados: – marcado atraso de crescimento; – envolvimento do sistema nervoso central; – fácies típico.

Estudo:

Alterações oculares no síndrome fetal alcoólico

PAULA TENEDÓRIO, PAULO VALE, HELENA NEVES, HELDER PEREIRA
Hospital de Pedro Hispano, Matosinhos

As alterações oculares associadas ao síndrome alcoólica fetal incluem: ligeira a moderada blefaroptose, encurtamento horizontal das fendas palpebrais, epicanto, estrabismo, tortuosidade dos vasos retinianos, hipoplasia do nervo óptico, miopia, anomalias do segmento anterior e microftalmia.

Objectivo: Definir a prevalência de alterações associadas ao síndrome alcoólica fetal.

Métodos: Crianças observadas na consulta de Oftalmologia Pediátrica, no contexto de um protocólo estabelecido com a consulta de desenvolvimento de Pediatria do Hospital de Pedro Hispano.

Resultados: As alterações oculares encontradas foram as seguintes: fenda pálpebral curta (61.9%), telecanto (14.2%), hipertelorismo (9.5%), epicanto (38%), miopia > 2 D (19%), hipermetropia (9.5%), astigmatismo (42.8%), estrabismo (4.7%), nistagmo (4.7%), ptose (9.5%), catarata (4.7%), embriotóxon posterior (4.7%), tortuosidade vasos retinianos (47.6%), hipoplasia do nervo óptico (19%), atrofia córiorretiniana (23.8%), . clumping. pigmentar periférico (14.2%) e despigmentação peripapilar (14.2%).

Conclusão: Conclui-se que no Síndrome Fetal Alcoólico o atingimento ocular é frequente, incluindo alterações oculares externas, dos segmentos anterior e posterior e alterações da motilidade ocular. Dadas as dificuldades no exame oftalmológico neste tipo de patologia, ressalta-se a importância do seguimento destes doentes, no sentido de um diagnóstico e tratamento precoces.

Receba os novos artigos no seu email:

Em: Outros Temas | Comentar

Deixe o Seu Comentário no Fórum

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *