Tendinite no joelho

Também conhecido no meio desportivo como joelho de saltador, a tendinite no joelho é uma inflamação do tendão patelar, localizado no joelho. Esta alteração no tendão da patela leva ao surgimento de dor na zona afetada, especialmente durante movimentos que utilizem essa articulação, como durante a prática de desporto ou simplesmente ao caminhar.

Tendinite no joelho vista de frente

O nome “joelho de saltador” surgiu devido ao facto de esta tendinite afetar especialmente atletas que realizam saltos repetitivos.  É por isso uma doença muito comum em jogadores de basquete, ténis ou futebol, mas também em corredores. Todas estas atividades desportivas utilizam de uma forma sistemática e excessiva o tendão do joelho para correr e saltar.

Apesar de ser muito mais frequente em atletas, esta tendinite pode também afetar idosos, devido ao desgaste natural e gradual da articulação do joelho. Geralmente este problema é facilmente curado através da aplicação de gelo e repouso.

No entanto, quando estes cuidados não são suficientes, o médico irá também prescrever tratamento fisioterapêutico de modo a aliviar os sintomas e fortalecer a musculatura da zona afetada. Saiba mais sobre a tendinite no joelho, as suas causas, sintomas, diagnóstico e tratamento. Confira.

Causas da tendinite no joelho

Existem variadas causas que podem levar ao surgimento de tendinite no joelho, que podem ou não estar relacionadas com a prática desportiva.

No entanto, como referimos em cima, a grande maioria das causas está relacionado com desporto. Confira de seguida as principais causas que levam ao desenvolvimento de uma tendinite no joelho.

  • calçado inadequado às suas características e às características do desporto praticado;
  • correr numa superfície muito dura, como por exemplo o asfalto na rua;
  • defeitos anatômicos (dismetria dos membros inferiores, valgo ou joelho varo);
  • desequilíbrios musculares;
  • envelhecimento e desgaste natural da articulação;
  • execução repetitiva incorreta de um determinado movimento;
  • treino demasiado pesado.
Leia Também:  Problemas nas Articulações

A tendinite no joelho, apesar de poder surgir em qualquer altura, ocorre mais frequentemente em atletas com mais de 30 anos, já que com o avançar da idade há uma alteração nas fibras que deixam o tendão mais suscetível a lesões. Há ainda outras tendinites no joelho, como aquelas que normalmente afetam ciclistas, mas esta ocorre no tendão do quadríceps. Este tipo de tendinite é causado geralmente pela colocação incorreta do selim.

Sintomas de tendinite no joelho

Dor e inflamação da tentinite da patela

Quando surge, a tendinite no joelho pode manifestar-se através de vários sintomas. Estes incluem:

  • dores na zona afetada, que se agravam ao correr ou saltar;
  • dores na zona da frente do joelho;
  • inchaço;
  • sensação de rigidez no joelho logo ao acordar;
  • dificuldades em utilizar o joelho em movimentos.

Como diagnosticar a tendinite no joelho

Caso sinta estes sintomas, deve então consultar um médico ortopedista ou um fisioterapeuta. Estes, após a observação dos sintomas, irão pedir vários exames de diagnóstico, como o raio-x, ressonância magnética ou uma ultrassonografia.

Estes exames terão o objetivo de confirmar a tendinite, e ainda, verificar a sua gravidade. Por fim, após o profissional ter em mãos todas as informações necessárias, é definido o tratamento mais adequado para debelar a lesão.

Como tratar a tendinite no joelho

Muitos dos casos de tendinite no joelho são situações agudas, que podem ser facilmente resolvidas em casa, com repouso e aplicação de gelo. Esta deve ser realizada três vezes ao dia, durante cerca de 15 a 20 minutos.

No entanto, quando estas medidas não são suficientes para fazer desaparecer a dor e restantes sintomas ao fim de 3 dias, deve então consultar um médico ortopedista ou um fisioterapeuta. Estes irão então fazer o diagnóstico e definir o tratamento mais adequado.

Leia Também:  Dedo em Martelo

Tendinite Patelar ou tendinite no joelho

O tratamento para a tendinite no joelho consiste geralmente em medidas como repouso e gelo, mas também, a toma de medicação analgésica e anti-inflamatória. Assim, medicamentos como o Naproxeno ou o Ibuprofeno são utilizados para ajudar a aliviar a dor e reduzir a inflamação.

Caso seja necessário, o médico ou o fisioterapeuta poderão prescrever sessões de fisioterapia. Estas terão como função ajudar a aliviar sintomas e diminuir a inflamação, mas também, alongar e fortalecer os músculos da zona do joelho, para que dessa forma se retire pressão sobre o tendão afetado, e ao mesmo tempo, se acelere a sua cicatrização.

Confira de seguida em que consiste a fisioterapia para a tendinite no joelho

Fisioterapia para a tendinite do joelho

Além de crioterapia, durante as sessões de fisioterapia são utilizados tratamentos com ultrassom e laser para aliviar sintomas, e ao mesmo tempo, estimular e acelerar o processo de reparação e regeneração do tendão afetado. Para lá destas medidas, são ainda realizados exercícios físicos de reabilitação.

Estes incluem alongamentos, que ajudarão a esticar o músculo e a reduzir os espasmos musculares.

A realização regular de alongamentos em músculos como os quadríceps, isquiotibiais e pantorrilha, devem manter-se mesmo após o desaparecimento dos sintomas e o reinício da prática desportiva, de modo a evitarem-se recaídas.

Além dos alongamentos, há lugar ainda à realização de exercícios excêntricos, muito úteis no tratamento da tendinite no joelho, mais especificamente do tendão patelar.

Foto de Tendinite no joelho vista de lado

Estes exercícios consistem em contrair o músculo, ao mesmo tempo que este é alongado. Os exercícios excêntricos concentram-se especialmente na contração muscular, estimulando por isso o crescimento e desenvolvimento do músculo. Dois exemplos de exercícios são o agachamento excêntrico e o leg press.

Cirurgia para a tendinite do joelho

De uma forma geral, o tratamento conservador para a tendinite no joelho é suficiente para a resolução do problema. Por essa razão, a realização de um procedimento cirúrgico para a tendinite no joelho é muito rara.

Leia Também:  Espondilite Anquilosante

Esta apenas ocorre quando nenhum dos tratamentos atrás mencionados não têm qualquer eficácia no alívio dos sintomas, sendo realizada somente em casos onde exista degeneração do tendão.

Assim, caso após 3 meses de repouso, medicação e tratamento fisioterapêutico, a tendinite se mantenha, é então indicada a cirurgia para reparar os danos causados no tendão. Esta consiste na realização de uma incisão no tendão afetado, seguido de uma limpeza nessa área.

Ler » Joelho Estalando

loading...

27. Novembro 2015 by Filipe

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *