7 Tratamentos para Reduzir os Sintomas da Artrite Psoriática

A artrite psoriática é uma doença inflamatória crônica que afeta algumas articulações.

Associada à psoríase, a artrite psoriática é um problema que traz consigo queixas de dor, dificuldades em utilizar a articulação afetada, rigidez matinal, entre outras.

Artrite Psoriática

Sem causas ainda conhecidas, trata-se de uma doença na qual ocorrem perturbações no sistema imunitário sob condições ambientais, genéticas ou até mesmo infecciosas, e que levam a um processo inflamatório em tendões e articulações.

Este tipo de artrite é assim uma evolução da psoríase, surgindo geralmente 10 anos após o início da doença.

Apesar de poder ocorrer em qualquer articulação, a artrite psoriática é mais comum em pés, mãos, tornozelos, joelhos, ancas e coluna vertebral.

Esta doença pode ainda levar ao surgimento de tendinites e pode desenvolver-se em qualquer idade, sendo no entanto mais frequente em adultos com idades compreendidas entre os 30 e os 50 anos.

Neste artigo poderá conhecer um pouco melhor esta doença, e ainda, como diagnosticar e tratar. Confira.

Tipos

Tipos De Artrite Psoriática

A artrite psoriática é uma doença que pode ser dividida em 5 tipos:

artrite psoriática simétrica (quando a doença afeta da mesma forma as articulações dos dois lados do corpo);

artrite psoriática assimétrica (quando a doença tem sintomas moderados, afetando apenas um número máximo de quatro articulações, sem distribuição simétrica no corpo);

espondilite (tipo de artrite psoriática onde ocorrem sintomas como a rigidez da coluna e do pescoço);

interfalangeal distal predominante (caracterizada pela ocorrência de rigidez em articulações como dedos dos pés e das mãos, podendo mesmo desenvolver-se deformações nas unhas);

artrite mutilante (esta é um tipo particularmente grave da doença, já que é bem mais agressivo que as outras formas desta doença, podendo mesmo destruir as articulações);

artrite psoriática juvenil (mais comum em meninas, este tipo surge ainda durante a infância ou adolescência, podendo nos casos mais graves prejudicar o crescimento ósseo do membro com a articulação afetada).

O que Procura?
Alimentos para uma Pele Saudável e Bonita

É essencial identificar o tipo, de modo a definir-se o tratamento mais adequado para essa pessoa.

Sintomas

Artrite Psoriática

A doença geralmente evolui através de surtos e remissões. Os seus sintomas surgem normalmente de uma forma rápida, variando entre manifestações de intensidade ligeira até bastante incapacitantes.

Confira os vários sintomas que podem surgir:

– dor, inchaço e desconforto nos tendões;

– dor, inchaço, desconforto e rigidez nas articulações (uma ou mais);

– dor e inchaço em um ou vários dedos de pés ou mãos;

– fadiga generalizada;

– limitação funcional nos membros com articulações afetadas;

– alterações nas unhas;

– dor na coluna;

– dor na nuca;

– tendinite.

Diagnóstico

Artrite Psoriática Nas Mãos

Para se diagnosticar esta doença, o médico irá fazer a observação clínica dos sintomas, incluindo as lesões cutâneas causadas pela psoríase, e ainda, exames radiológicos para confirmar a presença da doença.

O diagnóstico correto é essencial para distinguir esta da artrite reumatoide, e assim, definir o tratamento mais adequado.

Tratamento

Artrite Psoriática

Infelizmente é uma doença crônica que não tem cura. Como tal, o tratamento é vocacionado para aliviar e controlar os sintomas, oferecendo dessa forma maior qualidade de vida ao paciente.

O tratamento depende do tipo, mas também da sua gravidade. A componente mais importante para o tratamento desta doença é a medicação anti-inflamatória.

Contudo, para maior eficácia, são também utilizados outros métodos como corticoides e corticosteroides, fisioterapia, crioterapia, e ainda, alternativas mais atuais, como Fármacos Modificadoras da Doença e até mesmo agentes biológicos.

Em alguns casos mais graves, pode mesmo ser necessária a realização de uma cirurgia.

Artrite Psoriática Nos Pés

A abordagem para o tratamento inclui vários profissionais de saúde, entre os quais o reumatologista, coordenador de todo o processo, e ainda, o médico de família, um ortopedista, um dermatologista, um nutricionista, um fisioterapeuta, um fisiatra, um podologista e um terapeuta ocupacional.

Esta equipa irá realizar um conjunto coordenado de tratamentos que terão como objetivo aliviar a inflamação e a dor, diminuir a progressão da doença, e ainda, melhorar a capacidade funcional da utilização das articulações afetadas.

Confira os vários tratamentos que podem ser utilizados:

O que Procura?
Riscos da fotodepilação

Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides

Estes medicamentos, com propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, são utilizados para aliviar a inflamação, a dor e a rigidez.

Esta classe de medicamentos inclui o Ibuprofeno, o Diclofeac, a Aspirina, o Naproxeno, entre outros.

Existem ainda medicamentos de aplicação tópica, em forma de loções, cremes ou adesivos, que irão atuar diretamente como o tendão ou a articulação afetada.

Apesar de terem menos efeitos indesejados associados, a sua ação não é tão forte como os outros.

Injeção de corticoides

A injeção de medicamentos corticoides na articulação é uma opção bastante eficaz numa fase inicial, permitindo controlar a inflamação.

Este método é mais indicado para situações em que há poucas articulações ainda afetadas, e quando estas são de maior dimensão.

Esta solução terapêutica tem um efeito bastante rápido, com a vantagem de ter efeitos colaterais mínimos.

Medicamentos corticosteroides

Mais adequados para uma fase mais avançada da doença, os medicamentos corticosteroides são poderosos anti-inflamatórios que irão ter um efeito bastante eficaz no controlo dos sintomas.

Contudo, devem ser evitadas doses altas na artrite psoriática, já que mais tarde, com a redução da dose, podem ocorrer crises de psoríase.

Fisioterapia

Mais utilizada em fases mais avançadas da doença, na realidade pode ser também extremamente útil numa fase precoce.

Com grande eficácia no alívio da dor e na diminuição da rigidez articular, o tratamento fisioterapêutico é também importante para promover a correção de posturas e gestos, fundamental para prevenir outros problemas.

Juntamente com o tratamento fisioterapêutico, é também importante o paciente realizar exercícios de fortalecimento muscular e desenvolvimento da amplitude das articulações.

Podem ainda ser realizados alongamentos e massagem, com efeitos bastante eficazes no controlo da dor.

Fármacos Modificadores da Doença (DMARDs)

Os fármacos modificadores da doença são um conjunto de vários medicamentos, não relacionados entre si, mas cuja ação conjunta é bastante eficaz na redução do processo inflamatório a longo prazo.

Estes medicamentos são por isso cada vez mais utilizados como forma de prevenir lesões articulares. Existem vários fármacos modificadores da doença, sendo os mais utilizados o Metotrexato e o Sulfassalazina.

O que Procura?
Pele oleosa? Use Estas 7 Máscaras Faciais de Mel como Remédio Caseiro

Cirurgia

A cirurgia está reservada para pacientes que, apesar de todos os métodos terapêuticos utilizados, sofreram danos articulares, com consequente deformação ou perda da função da articulação afetada.

Geralmente a cirurgia consiste na substituição da articulação por uma prótese, ou então, no seu realinhamento. De uma forma geral, a cirurgia permite a melhoria dos sintomas.

Artrite Psoriática

Agentes biológicos

Estes medicamentos, desenvolvidos através da biotecnologia, irão atuar sobre uma molécula específica que tem um papel essencial no aumento do processo inflamatório da doença e noutros tipo de artrites.

Os três medicamentos atualmente aprovados para o tratamento desta doença são o Infliximab, Etanercept e o Adalimumab.

Estes fármacos são geralmente apenas utilizados em pacientes nos quais os restantes tratamentos não sejam suficientes para o controlo da doença, sendo muitíssimo dispendiosos.

loading...

21. Julho 2017 by Filipe

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *