5 Possíveis Tratamentos para a Hérnia de Disco

Dependendo dos sintomas relatados pelo paciente, a localização e diagnóstico clínico da hérnia de disco, estão disponíveis várias opções de tratamento.

A hérnia de disco é um problema de saúde que se caracteriza pela saída de um dos discos intervertebrais da sua posição normal.

Hérnia De Disco

Ao alterar a sua posição, o disco irá comprimir as raízes dos nervos que saem da medula espinhal, provocando dor e outros sintomas.

As causas para o surgimento de uma hérnia de disco são várias, sendo a mais comum o desgaste natural dos discos intervertebrais.

Estes são estruturas cartilaginosas que se localizam entre as vértebras, de modo a evitar o atrito entre elas, e ao mesmo tempo, facilitar o seu movimento.

Ao se desgastarem, elas podem sair da sua posição habitual, causando então a hérnia de disco. Além do desgaste natural, existem ainda outras causas, que incluem levantamento de pesos excessivos e acidentes.

O problema pode desenvolver-se em vários locais das costas, sendo no entanto mais frequente na cervical e na região lombar.

Este fato deve-se a serem as zonas mais expostas ao movimento e com maior sobrecarga de peso.

Os sintomas desta doença incluem dor na zona afetada e em membros próximos (dor nos ombros e braços quando a hérnia é cervical ou nas pernas quando é na zona lombar), fraqueza, dificuldades motoras, entre outras.

Caso sinta estes sintomas deverá então dirigir-se a um médico ortopedista, que irá diagnosticar e definir o melhor tratamento. Neste artigo poderá conhecer melhor como diagnosticar e tratar a hérnia de disco. Confira.

Como diagnosticar

Hérnia De Disco

O diagnóstico para a hérnia de disco é composto por várias partes, sendo que inicialmente, o médico ortopedista irá fazer um exame físico e analisar o histórico médico e familiar.

No exame físico o médico irá avaliar a sensibilidade e intensidade da dor, bem como a sua localização.

Irá ainda realizar um exame neurológico, onde poderá verificar alguns parâmetros relacionados com os nervos da medula espinhal.

O que Procura?
Sintomas de bursite

Assim, este exame irá avaliar a sensibilidade para picadas, toque e vibração, reflexos, e ainda, a capacidade de movimento e a força muscular.

Geralmente estes exames são suficientes para diagnosticar o problema.

Contudo, há outros exames que podem ser realizados, especialmente quando existe a suspeita de que algo mais está por detrás do problema. Estes incluem:

  • mielograma (avalia a dimensão e a localização da hérnia);
  • eletromiografia (identificar a raiz do nervo comprimido);
  • tomografia computorizada e ressonância magnética;
  • radiografia.

Tratamento

A hérnia de disco é um problema de saúde que tem cura. O seu tratamento terá duas funções: em primeiro lugar aliviar os sintomas, e numa segunda fase, recolocar o disco no local correto e prevenir novas situações. (1)

Assim, o tratamento conservador inclui repouso, medicação, fisioterapia e osteopatia.

No entanto, podem ser necessárias outras terapêuticas e outras medidas, de modo a alcançar a cura do problema.

Confira de seguida em que consiste o tratamento.

Numa fase inicial, o objetivo do tratamento para a hérnia de disco consiste em várias medidas para aliviar os sintomas.

Assim, esta primeira fase é constituída por repouso, e ainda, pelo uso de medicação.

Estes são escolhidos consoante a gravidade do problema e a intensidade da dor.

Logo que haja melhoria nos sintomas é então iniciado o tratamento fisioterapêutico.

Confira de seguida os diversos medicamentos que podem ser utilizados no tratamento, e em que consiste a fisioterapia.

Os medicamentos que podem ser prescritos pelo médico incluem:

anti-inflamatórios e analgésicos, como o Naproxeno ou o Ibuprofeno, que ajudam a reduzir o desconforto e a dor;

medicamentos antiepiléticos, como Pregabalina ou Gabapentina, que têm como função reduzir a dor causada pela lesão de nervos próximos do local da hérnia;

relaxantes musculares, como o Ciclobenzaprina ou o Diazepam, mais indicados para pacientes com espasmos musculares nas pernas ou costas;

injeção de corticoides na medula espinhal, como o Prednisona ou o Betametasona, de modo a diminuir a inflamação local.

Além do repouso e da medicação, o médico ortopedista irá então recomendar a realização de fisioterapia.

Esta será muito importante para ajudar a aliviar os sintomas, e ainda, promover a recolocação do disco intervertebral no local normal.

O que Procura?
Tratamento para reumatismo nos ossos

Geralmente, a conjugação destas terapêuticas é suficiente para levar à cura total do problema.

Dependendo dos sintomas e da gravidade do deslocamento do disco, a o tratamento pode prolongar-se por um a vários meses.

Tratamento com acupuntura

Apesar de a medicação ser um dos componentes mais importantes para o alívio dos sintomas e no tratamento do problema, existem outras formas naturais de reduzir a dor.

A acupuntura é assim uma técnica através da qual são introduzidas pequenas agulhas em pontos de pressão, que irão ter uma ação analgésica e anti-inflamatória.

Este é um tratamento muito útil para ajudar a reduzir a dose da medicação, e nalguns casos mesmo, substitui-la por completo.

Fisioterapia

Fisioterapia Para Hernia De Disco

Numa fase inicial, o tratamento fisioterapêutico para a hérnia de disco irá ter como objetivo aliviar o desconforto e a dor e reduzir a inflamação. (2)

Para isso serão utilizados métodos como o ultrassom, o calor e frio, imobilização e estimulação elétrica.

Fisioterapia Para Hernia De Disco 2

Juntamente com a medicação, estas técnicas irão conseguir diminuir consideravelmente os sintomas.

Depois dos sintomas estarem controlados, o paciente irá então realizar RPG (Reeducação Postural Global), e ainda, exercícios de hidroterapia, Pilates e algumas sessões de osteopatia, de modo a promover a manutenção do disco na devida posição.

Cirurgia

Cirurgia Para Hérnia De Disco. O Objectivo De Microdiscectomia é Remover A Protuberância A Partir Da Porção Da Hérnia De Disco

Apesar das formas de tratamento atrás indicadas serem na maior parte dos casos suficientes para atingir a cura, existem casos onde mesmo após vários meses não é possível reduzir os sintomas, agravando-se até a situação.

Nessas situações, é assim inevitável a opção cirúrgica.

Através de um procedimento cirúrgico será possível recolocar o disco na sua posição habitual, ou então, cortar o que está fora das vértebras, e assim, aliviar a compressão sobre os nervos atingidos.

Tratamento com laser

O tratamento a laser é um procedimento cirúrgico no qual não é necessário realizar nenhum corte nas costas do paciente.

Através de um pequeno furo é possível inserir um tubo fino, com uma câmara e um laser na ponta, para cortar a porção do disco que se encontra fora da sua posição normal.

Esta cirurgia é cada vez mais utilizada, já que tem um tempo de recuperação mais rápida que a opção cirúrgica tradicional.

O que Procura?
Estresse pode causar queda de cabelo

Sinais de melhora e de piora

Após iniciar o tratamento, é normal que os sinais de melhoria surjam por volta da 3ª semana.

Estes sinais incluem o alívio dos sintomas, nomeadamente a diminuição da dor e a redução das dificuldades motoras.

Pelo contrário, quando o tratamento não está a ter o efeito desejado, surgem sinais de piora, que incluem perda de sensibilidade ao evacuar e a urinar, dificuldade em ficar de pé, caminhar ou movimentar o corpo, entre outros.

loading...

06. Julho 2017 by Filipe

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *