4 erros de maquiagem que envelhecem a pele

A maioria das pessoas que usam maquilhagem têm como objetivo principal ficar com um aspeto mais jovem, mas a verdade é que há 4 erros de maquilhagem que envelhecem.

Maquiagem para o Carnaval

Conheça os 4 erros de maquilhagem que envelhecem a pele, para nunca mais voltar a comete-los:

  1. Aplicar base em excesso e usar uma textura errada. Deve-se usar sempre uma camada fina de base, caso contrário ela vai fixar-se nas rugas que possam existir e vai fazer com que elas sejam visíveis. A textura da base a aplicar deve adequar-se ao seu tipo de pele, por exemplo, se tiver a pele oleosa deve usar uma base uma oil-free, se tiver a pele seca deve usar um produto mais cremoso.
  2. Usar rímel às prova de água diariamente. O rímel à prova de água é agressivo para as pestanas e o seu uso constante faz com que elas comecem a cair e que percam a força. Este tipo de rímel deve ser utilizado em situações em que a pessoa está emotiva e pode chorar, mas apenas nessas situações.
  3. Usar sombras metalizadas depois dos 35 anos. Por norma, é depois dos 35 anos que se começa a ser vítima alguma flacidez e de pregas na zona dos olhos e as sombras metalizadas só fazem com que estas marcas sejam mais visíveis. As sombras opacas são a melhor alternativa para evitar este erro.
  4. Usar batom escuro ou vermelho intenso. Os batons escuros ou vermelho intenso fazem com que os lábios pareçam mais pequenos do que realmente são. As “regras” de beleza ditam que lábios carnudos são sinónimo de juventude e para conseguir isso basta usar batons claros juntamente com um gloss para dar mais brilho.

Além destes truques que têm como objetivo prevenir os 4 erros de maquilhagem que envelhecem, é importante evitar o aparecimento e desenvolvimentos das rugas.

O uso de um bom creme antirrugas e contorno de olhos é essencial. A ingestão de muita água e o consumo de produtos com antioxidantes também contribuem para prevenir e atrasar todo o processo de envelhecimento da pele.

O que Procura?

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *