Ácido Alendrónico

Para que serve? O ácido alendrónico é utilizado para tratar a osteoporose. É um tipo de droga conhecida como bisfosfonato.

É utilizado para prevenir a perda óssea em mulheres após terem chegado à menopausa, a perda óssea em homens e em pessoas que tomam esteróides.

Em geral, este medicamento é usado para prevenir a perda óssea em mulheres na pós-menopausa, homens e usuários de esteróides.

É também usado para ajudar na reconstrução óssea e reduzir o risco de fraturas na espinha e quadril.

Ácido Alendrónico Bonasol Azevedos

Que doenças trata o ácido alendrónico?

O alendronato oral está indicado para tratar:

  • Doença óssea de Paget
  • Tratamento da osteoporose em mulheres na pós-menopausa para prevenir fraturas
  • Tratamento de osteoporose em homens para prevenir fraturas
  • Prevenção e tratamento da osteoporose e prevenção de perda óssea induzida por corticosteroide, mulheres na menopausa consideradas em risco de desenvolver osteoporose.

Como Usar / Tomar o ácido alendrónico

Como usar Ácido Alendrónico

Quantas vezes devo tomar?

O ácido alendrónico pode ser tomado uma vez por dia ou uma vez por semana, dependendo da dose requerida.
Para ajudar a cápsula a chegar ao seu estômago rapidamente e reduzir qualquer irritação possível você deve:

  • Tomar o medicamento logo pela manhã, antes de qualquer outro alimento ou bebida, com um copo cheio de água pura apenas (não menos do que 200ml ou 7 onças ).
  • Você não deve tomar o comprimido com café, chá, suco de fruta, ou leite.
  • Não mastigue o comprimido ou permita que ele se dissolva na boca. Mantenha-se totalmente na vertical depois de tomar ácido alendrónico (sentar, levantar ou caminhar) durante pelo menos 30 minutos. Não se deite até depois de ter comido a primeira refeição do dia.
  • O ácido alendrónico só é eficaz se for tomado quando o estômago está vazio, por isso não ingira qualquer alimento, bebida ou quaisquer outros medicamentos, incluindo antiácidos, suplementos de cálcio e vitaminas até, pelo menos, 30 minutos após a administração do ácido alendrónico.
  • Não tome ácido alendrónico ao deitar ou antes de se levantar.
  • Use a medicação regularmente ou para a duração da prescrição, a fim de obter o máximo benefício da mesma.
  • Lembre-se de usá-lo ao mesmo tempo a cada dia / semana – a menos que especificamente indicado o contrário pelo seu médico.

Existem determinadas condições médicas podem exigir instruções de dosagem diferentes, como indicado pelo seu médico.

Para mais informações sobre a bula do ácido alendrónico leia o folheto do Infarmed disponível em http://www.infarmed.pt/infomed/download_ficheiro.php?med_id=42952&tipo_doc=fi

Cuidados a ter

Houve efeitos colaterais relatados com ácido alendrónico que podem afetar a capacidade de dirigir ou operar máquinas (por exemplo, visão turva, tonturas, dores musculares, dor óssea ). Se for afectado não dirija ou opere máquinas. Você deve evitar comer ou beber ao mesmo tempo que tomar o medicamento. Consulte o médico ou farmacêutico para mais detalhes.

Duração do tratamento

É importante continuar a tomar o medicamento mesmo que se sinta bem, a não ser que o seu médico lhe diga para parar.

Efeitos secundários do ácido alendrónico

ácido alendrónico cinfa

  • Azia (sensação de queimação no peito, atrás do esterno ou garganta)
  • dificuldade de deglutição
  • Dor ao engolir
  • Ulceração do esófago (o tubo que liga a boca ao estômago)
  • Dor no peito
  • Dor Muscular, articular e nas costas
  • Dor nos Ossos, músculos e / ou dor nas articulações
  • Dor de estômago
  • sensação de desconforto no estômago ou arrotos depois de comer
  • Constipação
  • Barriga inchada ou sensação de estômago cheio
  • Diarréia
  • Flatulência
  • Dor de cabeça
  • Sentir-se doente (náuseas)
  • vómitos
  • Irritação ou inflamação do esófago ou estômago
  • fezes pretas ou muito escuras
  • Erupção cutânea
  • coceira
  • Vermelhidão da pele.

Se alguma destas situações persistirem ou você as considerar graves, entre em contato com seu médico ou farmacêutico.

Informe o médico imediatamente se desenvolver qualquer um dos seguintes sintomas: dificuldade e ou dor ao engolir, dor atrás do esterno, aparecimento ou agravamento de azia.

Lembre-se que o seu médico receitou este medicamento, porque julgou que o benefício para você seria maior do que o risco de efeitos colaterais. Muitas pessoas utilizam este medicamento e não tem efeitos secundários graves.

É pouco provável desenvolver-se uma reação alérgica grave a esta droga, mas procure imediatamente atendimento médico caso a situação ocorra. Os sintomas de reacção alérgica grave incluem: erupção cutânea, comichão e inchaço (especialmente do rosto / língua / garganta), tonturas, dificuldade em respirar.

Esta lista de possíveis efeitos secundários não está completa. Se você observar outros efeitos não listados acima, contacte o seu médico ou farmacêutico.

Lista efeitos secundários por ordem de gravidade

Os seguintes efeitos secundários estão associados com o ácido alendrónico:

Efeitos colaterais comuns:

  • Dores de estômago

Efeitos secundários pouco frequentes:

  • Dificuldade em engolir
  • Dor muscular
  • Diarreia
  • Vontade de vomitar
  • Gases
  • Evacuações incompletas ou pouco frequentes
  • Indigestão
  • Inchaço do abdómen
  • Vomitar

Os efeitos secundários raros:

  • Reação alérgica
  • Necrose asséptica da Maxila
  • Queimação no estômago
  • Colesteatoma de orelha externa
  • Retenção de líquidos nas pernas, pés, braços ou mãos
  • Fratura de Fêmur osso da coxa
  • Urticária
  • Inflamação do esôfago
  • A inflamação da úvea do Olho
  • Inflamação do revestimento do Olho
  • coceira
  • dores nas juntas
  • Baixa quantidade de cálcio no sangue
  • Baixa quantidade de fosfato no sangue
  • Punção, ruptura ou perfuração no esôfago
  • Síndrome de Stevens-Johnson
  • Úlcera de estômago
    Estenose de esôfago
    Necrólise Epidérmica Tóxica
  • Úlcera do duodeno
  • Agravamento das crises de asma
  • Condição na qual o ácido do estômago é empurrado para dentro do esôfago
  • Sintomas gripais
  • Queda de cabelo
  • Sensação de girar ou girando
  • Pele Sensível à luz solar

Precauções e contra-indicações

Ácido Alendrónico Bayvit

Antes de tomar ácido alendrónico, informe o médico ou farmacêutico no caso de ser alérgico à substância; ou a outros bisfosfonatos; ou se você tiver quaisquer outras alergias.

O ácido alendrónico é um medicamento que não deve ser usado se você tiver alguns problemas médicos. Antes de utilizar o medicamento, consulte o seu médico ou farmacêutico se tiver: alergias a bifosfonatos ou a qualquer dos outros ingredientes, problemas ou anormalidades com o esôfago (o tubo que liga a boca ao estômago) tais como estreitamento ou dificuldade em engolir, se não pode ficar de pé ou sentada durante pelo menos 30 minutos, se têm níveis baixos de cálcio no sangue (hipocalcemia), ou se você estiver grávida ou a amamentar.

Antes de usar o ácido alendrónico, informe o seu historial de doenças ao médico ou farmacêutico, especialmente se teve ou tem problemas renais, alergias, dificuldades a engolir ou problemas digestivos, incluindo úlceras, níveis baixos de cálcio no sangue e ou uma deficiência de vitamina D, doença gengival, ou Se você necessita deremover algum dente.

Antes de iniciar o tratamento com ácido alendrónico deve considerar a realização de um exame dentário se você sofrer de algum tipo de câncer, se está a fazer quimioterapia ou radioterapia, se está a tomar esteroides, se não recebe cuidados dentários regularmente, ou se tiver Periodontite.

Cirurgia: Antes de realizar alguma cirurgia, informe o médico ou dentista que está a tomar este medicamento.

Consumo de Álcool: A ingestão de álcool não é conhecido por afetar o ácido alendrónico.

Idosos: o ácido alendrónico pode ser utilizado no idoso.

Gravidez

O ácido alendrónico está indicado para utilização em mulheres na pós-menopausa. Não o tome se você está, ou pensa que pode estar, grávida. É sensato limitar o uso de medicamentos durante a gravidez, sempre que possível. No entanto, o seu médico pode decidir se os benefícios superam os riscos em cada caso e após uma avaliação cuidadosa da sua situação específica.

A FDA classifica os medicamentos com base na segurança para uso durante a gravidez. Cinco categorias – A, B, C, D e X, são usados para classificar os possíveis riscos para o feto quando um medicamento é tomado durante a gravidez.

Este medicamento pertence à categoria C. Em estudos com animais, as fêmeas grávidas foi-lhes dada esta medicação e alguns recém-nascidos tiveram problemas. Portanto, este medicamento pode ser usado se os potenciais benefícios para a mãe superarem os potenciais riscos para o feto.

Amamentação

Não se sabe se o ácido alendrónico passa para o leite materno. Dado que o ácido alendrónico é destinado para utilização em mulheres pós-menopausa, ele não deve ser usado em mulheres que amamentam.

Informe sempre o médico se estiver a amamentar ou planeia amamentar. Não se sabe se o alendronato é excretado no leite materno ou se ele irá prejudicar o seu bebê.

Interações

Antes de usar este medicamento, informe o médico de todos os medicamentos que está a tomar, incluindo medicamentos prescritos e medicamentos que tenha comprado ao balcão sem receita médica. Informe o médico se estiver a tomar vitaminas ou remédios complementares, tais como produtos à base de plantas, uma vez que estes também podem interagir com o ácido alendrónico.

O Ácido alendrónico pode interagir com alguns alimentos e bebidas (água mineral com gás, leite, chá, café), suplementos de cálcio, antiácidos, suplementos de ferro e alguns medicamentos orais; uma vez que estes podem interferir com a sua absorção.

Existe Risco de irritação intestinal quando tomado juntamente com anti-inflamatórios não-esteroides (AINE).

Hidróxido de magnésio: o hidróxido de magnésio pode diminuir a absorção do ácido alendrónico. Separe a administração de 2-3 horas

Esta informação não contém todas as possíveis interacções. Portanto, informe o seu médico de todos os produtos que você usa atualmente antes de tomar este medicamento.

Sobredosagem / Overdose

Se tomar comprimidos a mais por engano, beba um copo cheio de leite e contacte o médico imediatamente. Não tente vomitar e não se deite.

Se você acha que você ou alguém pode ter acidentalmente tomado mais do que a dose recomendada de ácido alendrónico, contacte o centro de Informação Antivenenos (CIA\) do INEM: 808 250 143, imediatamente.

Dosagem

A dosagem é baseada na sua idade, sexo, estado clínico, resposta à terapia e uso de certos medicamentos que interagem.

Para a dose diária: Se você esquecer de uma dose, pule a dose e retome o esquema habitual de administração. Não duplique a dose para recuperar o atraso.

Para a dose semanal: Se você esquecer de uma dose, tome um comprimido na manhã que se recordar. Não tome dois comprimidos no mesmo dia. Volte a tomar um comprimido uma vez por semana, como previsto originalmente no dia escolhido.

Armazenamento

Armazenar abaixo de 25 ° C.

Nomes comerciais

Adrorut; Alecorudraru; Alehelm; Aleostito; Caldronate; Fosamax; Ácido Alendrónico 1APharma; Actavis; Ácido; Alendrol; Alenoratio; Almus; Alter; Anova; Apotex; Arrowblue; Baldacci; Basi; Bifosal; Blocan; Bluepharma; Bonasol; ciclum; cinfa; Daquimed; Ecosis; Edol; Faribérica; Farmoz; Flazium; Frosst; GIDE; Generis; Germed; Glob; ITF; J. Neves Jaba; Labesfal; Laquifa; Lendral; Loxina; Mepha; Mer; Mylan; Normon; Nozat; ossys; pharmakern; Prella; Ranbaxy; Ratiopharm; Rinicas; Sandoz; Stroban; Tecnimed; Tetrafarma; Teva; ToLife; Winthrop.

Preço

A tabela de preços indicada abaixo indica apenas o preço normal de venda ao público, sendo que no caso dos pensionistas do regime especial parte do valor terá comparticipação do estado.

Preço ácido aledrónico

O fármaco está disponível no mercado sob várias dosagens, nomeadamente: 10 mg para toma diária, e 70 mg para toma semanal.

O que Procura?

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *