Amamentação – Não se deve passar fome enquanto se amamenta

Amamentação – Não se deve passar fome enquanto se amamenta – Muitas mulheres perdem alguns quilos durante o aleitamento.

As mães que não amamentam e aquelas que engordaram demasiado ao longo da gravidez devem consultar um médico especialista se desejam fazer dieta. Uma alimentação sã e equilibrada é fundamental para recuperar depressa e bem fisicamente.

Um terço da dieta deverá ser composta por cereais (pão, massas e arroz) e um quinto deverá ser composto por produtos lácteos. O menu deverá ser completado com verduras, leguminosas, carnes e peixes variados. Duas ou três vezes por semana o peixe e a carne poderão ser substituídos por um ovo.

As mães que amamentam precisam de cerca de 2.800 calorias, mais 600 ou 800 que o habitual. Para que as consigam não é necessário comer demasiado, basta que não passem fome. Algumas mães comentam que desde que amamentam têm mais sede que anteriormente; isto é absolutamente normal e podem beber a água que quiserem.

Depois de três meses, a vida familiar decorre segundo um ritmo determinado: o bebé come e dorme com horários mais regulares e a mãe já pode saber que momentos terá livres. O bebé é, no entanto, muito pequeno e requer atenção constante, mas entretanto a mãe já está recuperada e cheia de energia.

A confusão, a angústia e o cansaço das primeiras semanas passaram. Esta é agora uma boa altura para festejar a maternidade, por exemplo, com um tranquilo jantar a dois, enquanto alguém ficou em casa a tomar conta do bebé.

Para reforçar os peitorais: sentar-se com a coluna direita e pressionar o mais fortemente possível com os braços uma almofada dura (se não encontrar uma nas casas de desporto, pode encher uma com areia). Há que manter a pressão durante uns segundos.

Deitar-se de lado e segurar a cabeça com a mão direita. Dobrar a perna direita e esticar a esquerda com a ponta do pé para cima. Depois, deslocar a perna direita para a frente (fazendo um ângulo de 45º) e para trás. Repetir dez vezes e mudar de lado. Este exercício favorece as nádegas e as ancas.

Sentar-se e apoiar os pés na almofada de areia e levantar, alternadamente, os dedos e calcanhar. Activa a circulação sanguínea.

Ao deitar-se de barriga para baixo sobre um colchão duro, a mãe ajuda a que o útero recupere o seu tamanho. Isto pode fazê-lo nos dias seguintes ao parto.

Guia da Gravidez

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Esta matéria tem 2 Comentários
  1. GEISEBEL Reply

    OI MEU NOME É GEISEBEL, EU JA TIVE VÁRIAS VEZES INFLAMAÇÃO NOS MEUS SEIO, NA MAIORIA DAS VEZES É NO MEU SEIO ESQUERDO, JA FUI EM VÁRIOS MÉDICOS MAS NUNCA ME FALAM O QUE PODE SER SÓ DIZEM QUE É UM ABSCESSO, MAS ACHO QUE TEM A VER COM A AMAMENTAÇÃO, PIOS TIVE UM FILHO E ELE NUNCA MAMOU NO PEITO FIZ DE TUDO PARA ELE PEGAR O PEITO MAS NÃO TEVE JEITO, NÃO SEI O PORQUE DE ELE NÃO QUERER MAMAR ELE GRITAVA E BERRAVA MUITO TODA VEZ QUE EU O COLOCAVA PARA MAMAR E ELE NUNCA SUGOU, NO HOSPITAL O LEITE NÃO DESCIA FIZ SEZARIANA GANHEI ELE AS 23 HRAS DA NOITE MAS ELE VEIO PARA O MEU QUARTO SÓ PELA MANHÃ DO DIA SEGUINTE AS ENFERMEIRAS ME DERAM UM COPINHO DE LEITE NAM PARA EU DAR PARA ELE, EU TENTAVA TIRAR O LEITE COM UMA SERINGA QUE ELAS ME DERAM QUANDO FUI PARA CASA COMPREI A MAQUININHA DE TIRAR O LEITE E TIVE QUE DAR NA MAMADEIRAMAS FIQUEI TRES MESES TENTANDO FAZER ELE SUGAR. DESDE ENTÃO TENHO ESSA INFLAMAÇÃO NOS SEIOS MAS MEU FILHO JA ESTÁCOM 3 ANOS E DE SEIS EM SEIS MESES MAIS OU MENOS VEM NOVAMENTE ESSA INFLAMAÇÃO GOSTARIA MUITODE SABER A RESPEITO POIS JA NÃO SEI MAIS O QUE FAZER A DOR É TERRÍVEL E COM OS ANTIBIÓTICOS A INFLAMAÇÃO SAI PARA FORA VASA MUITO PUS E TEM UM CHEIRO MUITO FEDORENTO, MEU SEIO JA ESTA CHEIO DE MARCAS COM CICATRIZES FEIAS. POR FAVAR ME AJUDE PRECISO MUITO DE UMA ORIENTAÇÃO JA FUI NO MASTOLOGISTA NO GINICOLOGISTA VARIAS VEZES.

  2. Lais Reply

    Além da sede aumentada tenho sentido aumento na fome também, principalmente logo após amamentar. Isso pode ocorrer ou devo procurar auxilio?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 3:08 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)