Amebíase - Tratamento, sintomas, prevenção e transmissão
Fotos Antes e Depois

Amebíase

Atualizado em 22 Maio, 2016

A amebíase é uma infecção dos intestinos provocada pelo parasita Entamoeba histolytica.

Causas da amebíase

A Entamoeba histolytica pode viver no intestino grosso (cólon) sem causar doenças. No entanto, por vezes invade a parede do cólon, causando colite, disenteria aguda, ou diarreia de longo prazo (crónica). A infecção também se pode propagar através do sangue para o fígado e, raramente, para os pulmões, cérebro ou outros órgãos.

Esta infecção pode ocorrer em todo o mundo, mas é mais comum em áreas tropicais com as condições de vida prejudicadas pela sobrepopulação e saneamento precário. África, México, partes da América do Sul e Índia têm problemas de saúde significativos associados a esta doença.

A Entamoeba histolytica transmite-se através de alimentos ou água contaminada com fezes. Esta contaminação é comum quando dejectos humanos são usados como fertilizante. Também pode ser transmitida de pessoa para pessoa, particularmente através docontacto com a boca ou área rectal de uma pessoa infectada.

Os factores de risco para a amebíase grave incluem:

• alcoolismo
• cancro
• malnutrição
• Jovens e idosos são mais afectados
• gravidez
• Viagem recente a uma região tropical
• Uso de medicação corticosteróide para suprimir o sistema imunológico

Nos Estados Unidos a amebíase é mais comum entre pessoas que vivem em instituições e pessoas que praticam relações sexuais anais.

Sintomas da amebíase

A maioria das pessoas com esta infecção não tem sintomas. Se os sintomas ocorrerem, eles manifestam-se entre 7 a 10 dias após a exposição ao parasita.

Sintomas leves:

• cólicas abdominais
• diarreia
– Passagem de 3 a 8 fezes mal formadas por dia
– Passagem de fezes moles, com muco e ocasionalmente com sangue

• fadiga
• gases em excesso
• dor rectal aquando de movimentos intestinais (tenesmo)
• perda de peso não intencional

Sintomas severos:

• sensibilidade abdominal
• fezes com sangue
– Passagem de fezes líquidas com fios de sangue
– Passagem de 10 a 20 fezes por dia

• febre
• vómitos

Exames e Testes de diagnóstico

Um exame ao abdómen pode mostrar dilatação do fígado ou sensibilidade no abdómen.

Os testes incluem:

• análise ao sangue para detectar amebíase
• Examinação do interior da parte inferior do intestino grosso (sigmoidoscopia)
• Um exame microscópio a amostras de fezes, geralmente separadas por vários dias

Tratamento da amebíase

O tratamento depende da gravidade da infecção. Geralmente é administrado o metronidazol por via oral durante 10 dias. Se você estiver com muitos vómitos, pode necessitar de receber medicamentos através das veias (via intravenosa), até que os possa tolerar por via oral. Medicamentos antidiarréicos não são usualmente prescritos, pois podem fazer piorar a condição. Após o tratamento, as fezes devem ser examinadas para se ter a certeza de que a infecção foi eliminada.

Expectativas (prognóstico)

O resultado é geralmente bom se existir tratamento. Geralmente, a doença dura cerca de 2 semanas, mas pode regressarse não existir tratamento.

Possíveis complicações

abscesso hepático
• Efeitos secundários da medicação, incluindo náuseas
• Propagação do parasita através do sangue para o fígado, pulmões, cérebro ou outros órgãos

Quando entrar em contacto com um profissional médico
Contacte o seu médico se tiver diarreia persistente.

Prevenção da amebíase

Quando viajar para países tropicais onde o saneamento for deficiente, deve beber água purificada ou fervida e não deve comer legumes crus ou frutas com casca. Medidas para proteger a saúde pública incluem a purificação de água, o cloro da água e programas de tratamento de esgotos.

Medidas de sexo seguro, como o uso de preservativos e represas dentais para contacto oral ou anal, podem ajudar a prevenir infecção.

Nomes alternativos

Atualizado em 22 Maio 2016

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *