Angiodisplasia Intestinal

A angiodisplasia do cólon ou angiodisplasia intestinal consiste em vasos sanguíneos frágeis e inchados no cólon que ocasionalmente resultam em perda de sangue pelo trato gastrointestinal (TGI).

Foto De Endoscopia No Diagnóstico Da Angiodisplasia Do Cólon

Causas da angiodisplasia do cólon

Esta patologia está principalmente relacionada com o envelhecimento e a degeneração dos vasos sanguíneos. Ocorre normalmente em adultos mais velhos e quase sempre no lado direito do cólon.

Existem várias teorias sobre a causa deste problema. A causa mais provável é a de que os espasmos normais do cólon provocam o alargamento dos vasos sanguíneos nessa área.

Este inchaço torna-se tão grave que uma pequena passagem direta se desenvolve entre uma artéria muito pequena e a veia. Tal tem o nome de fístula arteriovenosa. É nesta área da parede do cólon que existe o risco de hemorragia no paciente.

angiodisplasia intestinal está muito raramente relacionada com outras doenças dos vasos sanguíneos, incluindo a Síndrome de Rendu-Osler-Weber.

Não está relacionada com o cancro e é diferente de diverticulose, uma causa mais comum de hemorragia intestinal em adultos mais velhos.

Sintomas da angiodisplasia intestinal

Os sintomas variam. Muitas vezes, em pacientes idosos, os sintomas são fadiga, fraqueza e falta de ar devido à anemia.

Podem não existir quaisquer sinais de hemorragia directamente a partir do cólon. Também podem ocorrer hemorragias ocasionais leves ou graves, com sangue vermelho vivo a ser libertado pelo recto.

A angiodisplasia não está associada a dor.

Exames e Testes de diagnóstico

  • Os testes que podem ser feitos para diagnosticar esta condição incluem:
  • angiografia (útil apenas se ocorrer hemorragia ativa no cólon)
  • hemograma completo para verificar a existência de anemia
  • colonoscopia
  • teste às fezes para detectar sangue oculto (um resultado positivo sugere hemorragia no cólon)

Tratamento da angiodisplasia intestinal

É importante para determinar o que está a causara hemorragia no cólon e o quão rapidamente o sangue está a ser perdido.

Você pode necessitar de ser internado no hospital. Podem ser administrados fluidos por via intravenosa e fluidos sanguíneos podem ser necessários.

Outro tratamento pode ser necessário assim que a fonte da hemorragia for encontrada. A maioria dos pacientes pára de sangrar naturalmente sem qualquer tratamento.

Se for necessário tratamento, este pode envolver:

  • Uma angiografia para ajudar a bloquear o vaso sanguíneo que está a sangrar ou para fornecer o medicamento para ajudar a fazer com que os vasos sanguíneos se contraiam para parar a hemorragia.
  • Queimar (cauterização) o local da hemorragia com um laser utilizando um colonoscópio.

Em certos casos, a cirurgia é a única opção. A remoção de todo o lado direito do cólon (hemicolectomia direita) é o tratamento de eleição para pessoas com esta condição que continuam a sangrar a um ritmo perigosamente elevado, apesar de vários tratamentos por angiografia e colonoscopia.

Os Medicamentos (talidomida e estrogénios) podem ser usados para reduzir a hemorragia e do número de angiodisplasias em certos pacientes.

Expectativas (prognóstico)

Doentes com hemorragias relacionadas com esta condição, apesar de terem realizado colonoscopias, angiografias ou cirurgias são mais susceptíveis de sofrer de hemorragias no futuro.

As perspectivas permanecem positivas se as hemorragias forem controladas.

Possíveis complicações

• anemia
• morte devido a perda excessiva de sangue
• efeitos secundários do tratamento
• A perda elevada de sangue pelo trato gastrointestinal

Quando entrar em contacto com um profissional médico
Contacte o seu médico se sofrer de hemorragia rectal.

Prevenção
Não existe qualquer forma de prevenção conhecida.

Nomes alternativos
Ectasia vascular do cólon; malformação arteriovenosa do cólon.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Esta matéria tem 1 Comentário
  1. MÁRCIA Reply

    GOSTARIA DE SABER QUAL REMEDIO CASEIRO POSSO TOMAR PARA EVITAR A CRISE DA ANGIODISPLASIA OU SEJA COMO EVITAR O SANGRAMENTO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 4:43 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)