Aprenda a tratar uma entorse de tornozelo em casa

A entorse no tornozelo é a lesão mais comum que afeta esta zona do membro inferior. Este problema ocorre geralmente quando o pé roda para o lado de fora, lesionando dessa forma os ligamentos do tornozelo, causando o seu estiramento, ou até mesmo, a sua rutura.

Entre as várias causas que podem levar ao surgimento de uma entorse de tornozelo encontram-se certos tipos de calçado, geralmente de salto alto ou com uma base de apoio pequena), a prática de alguns desportos, musculatura enfraquecida, lesões já existentes nos nervos das pernas, ligamentos frouxos nos tornozelos, etc.

Além disso, certas formas de caminhar podem também aumentar o risco de ocorrência de uma entorse no tornozelo. Dependendo do grau de estiramento ou de rutura, assim é a gravidade da entorse. Confira de seguida os sintomas de uma entorse no tornozelo, e ainda, o que fazer para tratar este problema em casa.

Sintomas de uma entorse de tornozelo

Existem vários tipos de entorse, de acordo com a sua gravidade. Assim, há a entorse ligeira (grau 1), entorse moderada (grau 2) e entorse grave (grau 3).

Na entorse ligeira pode ocorrer o estiramento dos ligamentos, sem no entanto surgir rutura. Os sintomas são leves, ocorrendo apenas um ligeiro inchaço e pouca dor. Contudo, se não for devidamente tratada, pode dar lugar a lesões recorrentes na mesma zona.

Na entorse moderada, há um rompimento parcial dos ligamentos, causando dor, dificuldade em andar, e ainda, hematomas e inflamação frequentes.

Por fim, na entorse grave existe a rutura total dos ligamentos, provocando muita dor e grande instabilidade no tornozelo, tornando-o incapaz de suportar o peso corporal. Há ainda lugar a inchaço, e nalguns casos, mesmo hemorragias subcutâneas.

Como diagnosticar a entorse no tornozelo

Para fazer o diagnóstico, o médico inicia com um exame físico, de modo a perceber a extensão da lesão dos ligamentos, e caso seja necessário, pede a realização de um raio-X. Este exame serve apenas para verificar se ocorreu fratura no osso.

De acordo com o diagnóstico, é então determinada a gravidade da entorse, sendo depois definido o tratamento mais adequado. Por norma, o tratamento para as entorses ligeiras inclui uma ligadura elástica, elevação do tornozelo, aplicação de gelo e a realização de alguns exercícios de reabilitação.

Nas entorses moderadas, além dos cuidados referidos, pode ser ainda necessária um apoio para andar.

Já nas situações mais graves, a fisioterapia é essencial, podendo mesmo nalguns casos utilizar-se a cirurgia para se reconstruir os ligamentos lesados.

Na fisioterapia, além de estimular a regeneração dos ligamentos, são ainda utilizadas técnicas para aliviar os sintomas e fortalecer a musculatura. Apesar do tratamento médico, há alguns passos e cuidados essenciais que deve seguir em casa, de modo a facilitar o processo de cura. Confira de seguida os passos para tratar uma entorse de tornozelo em casa.

O que fazer para tratar uma entorse de tornozelo em casa

Existem vários passos que deve fazer em casa, de acordo com as indicações médicas, e que irão ajudar o tratamento da sua entorse. Apesar de ser possível tratar em casa uma entorse ligeira seguindo os passos indicados abaixo, o ideal é mesmo consultar um médico ou um fisioterapeuta, de modo a avaliar a lesão e qual a melhor forma de reabilitar os ligamentos afetados.

No entanto, nos casos mais leves, na maioria das situações, os passos que de seguida vamos indicar, são suficientes para resolver o problema. Confira de seguida os passos a ter no tratamento de uma entorse de tornozelo:

dicas para tratar uma entorse de tornozelo em casa

– Aplicar uma bolsa de gelo ou uma compressa gelada no tornozelo afetado, durante um período de 15 a 20 minutos. Não se esqueça de colocar um paninho fino seco entre o gelo e o tornozelo de modo a não queimar e irritar a pele.

– Deve realizar alongamentos leves com o tornozelo afetado, de modo a estimular o fluxo sanguíneo, e ao mesmo tempo, aumentar a amplitude dos movimentos.

– Elevar o pé, deitando-se num sofá ou na cama, com uma almofada alta debaixo do pé. A elevação do tornozelo afetado irá evitar que a dor se agrave e o desenvolvimento de inchaço.

– Utilizar muletas para apoiar o andar, e assim, evitar que o tornozelo suporte o peso corporal. Outra razão para usar as muletas é evitar que coxeie, para que dessa forma não comprometa a saúde das costas e dos quadris.

– Mexer os dedos do pé afetado irá ajudar a melhorar a circulação, diminuindo assim o inchaço e facilitando a recuperação.

dicas uteis para tratar uma entorse de tornozelo

– Caso tenha colocado gesso, depois de retirado, deve mobilizar o tornozelo, movendo-o para baixo e para cima, e para ambos os lados, de uma forma controlada. Deve realizar este exercício várias vezes por dia. Este exercício de fortalecimento muscular pode também ser feito pelos pacientes que não tiveram que colocar gesso, como modo de fortalecer as pernas e facilitar o processo de reabilitação.

– Realizar exercícios de propriocepção. Estes exercícios, que utilizam o equilíbrio para trabalhar os músculos que envolvem os ligamentos afetados, são muito úteis para prevenir novas lesões.

Remédio caseiro para uma entorse de tornozelo

Uma opção bastante interessante para complementar o tratamento para a entorse de tornozelo é o banho de imersão com óleos essenciais de várias plantas medicinais, como alfazema e alecrim. Estas plantas possuem propriedades anti-inflamatórias, relaxantes e calmantes, que serão muito úteis para ajudar a reduzir a inflamação e aliviar a dor.

Este remédio é por isso muito eficaz no tratamento de entorses várias, incluindo a do tornozelo, mas também em vários problemas reumatológicos, como a artrose e a artrite. Confira de seguida como fazer e aplicar este remédio caseiro.

Ingredientes:

  • 2,5 litros de água morna;
  • 3 gotas de óleo essencial de alfazema;
  • 3 gotas de óleo essencial de alecrim.

Como preparar:

Coloque a água morna numa bacia suficientemente alta para que a água possa tapar o tornozelo, e de seguida, acrescente os óleos essenciais. Coloque o pé dentro da bacia, de modo que o tornozelo fique mergulhado, e mantenha-o aí durante cerca de 10 minutos. Este remédio caseiro tem apenas a função de facilitar o processo de cura, não substituindo os passos atrás indicados e o tratamento médico.

O que Procura?

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *