As infecções sexualmente transmissíveis afetam a gravidez? - Fotos Antes e Depois
Fotos Antes e Depois

As infecções sexualmente transmissíveis afetam a gravidez?

As infecções sexualmente transmissíveis afectam a gravidez? De que maneira as doenças sexualmente transmissíveis afectam os planos para engravidar?

Recomenda-se muitas vezes aos pacientes que façam um teste á sua saúde sexual quer num hospital local ( no departamento de medicina génito-urinária ) quer numa clínica particular, uma vez que uma anterior infecção sexualmente transmissível (IST) não tratada pode estar na causa da infertilidade.

Vale a pena realçar que um homem que sofra de uma infecção pode prejudicar a sua própria fertilidade futura, caso contraia uma prostatite (inflamação da glândula da próstata), por exemplo, como também a fertilidade da sua companheira caso a infecte.

O mesmo se aplica se uma mulher infectar o seu companheiro. As infecções sexualmente transmissíveis muitas vezes não causam sintomas.

É por isso que é importante que sejam detectadas para que, se necessário, possam ser diagnosticadas e tratadas o mais cedo possível e antes que a infecção comece a afectar as suas hipóteses de conceber.

De igual forma, o tratamento durante a gravidez é mais difícil e a presença de uma IST pode afectar o bebé e causar um parto prematuro. Os antibióticos são a forma mais comum de tratamento para as IST.

Clamidia e gonorreia

É possível que pense que saberia se alguma vez contraiu uma IST, como a clamidia ou a gonorreia, mas nem sempre esse é o caso.

A clamídia, por exemplo, é uma infecção sexualmente transmissível mais comum no Reino Unido e em geral não provoca sintomas, em especial nas mulheres.

Contudo, pensa-se que 15 a 20% da população sexualmente activa pode ter sido infectada.

Além disso, calcula-se que 10 a 40% das mulheres com clamidia não tratada podem contrair a doença inflamatória pélvica (DIP).

Conheça 21 Remédios Caseiros para a Doença Inflamatória Pélvica

Nas mulheres, se a doença não for tratada de inicio, a infecção pode espalhar-se nas trompas de falópio, e causar uma obstrução , provocando infertilidade ou uma gravidez ectópica.

No caso dos homens, a clamidia não tratada pode, causar danos nos canais que transportam o esperma e nos ductos situados nos testículos e isso pode ocasionar uma obstrução ou infertilidade.

A gonorreia é altamente contagiosa e a relação sexual sem protecção com uma pessoa infectada transmite a infecção em 90% dos casos. O numero de homens infectados é duas vezes maior do que as mulheres.

Esta infecção bacteriana muitas vezes não causa sintomas, mas pode provocar um corrimento vaginal desagradável e dores abdominais e urinárias.

A gonorreia não tratada muitas vezes conduz á doença inflamatória pélvica e á obstrução das trompas de Falópio. Os homens apresentam sintomas incluindo corrimento , dor abdominal e febre alta.

Conheça as Causas de Infecção Urinária na Gravidez

Doença inflamatória pélvica (DIP)

Esta ocorre quando uma IST (muitas vezes a clamiada) se dissemina pelo cérvix, chegando ao útero, as trompas de falópio e á pelvis.

A DIP muitas vezes ocasiona relações sexuais dolorosas, mas a doença pode não ter sintomas e algumas mulheres só sabem que têm o problema quando estão a tentar conceber.

A infecção trata-se com facilidade com antibióticos. No entanto, se não for tratada durante muito tempo pode causar cicatrização ou até mesmo a obstrução das trompas de Falópio.

Se for esse o seu caso , a sua fertilidade vai ser afectada e correrá um risco mais elevado de ter uma gravidez ectópia. Seria necessária uma cirurgia para remover a obstrução.

Herpes

Esta é uma IST comum , mas que muitas poucas pessoas admitem ter contraido.

O virus do herpes simplex esta adormecido na maioria da população , por isso é provavel que nem saibam que são protadores.

Existem dois tipos de virus do herpes: o tipo 1 (HSV-1) provoca herpes labial , o tipo 2 (HSV- 2) causa herpes genital .

Se contrair o HSV-2 a infecção inicial é, em geral, a pior, produzindo sintomas semelhantes á gripe, uma sensação de ardor em redor da genitalia, dores nas pernas e bolhas ou borbulhas genitais que são incomodas e que causam prurido genital (Leia: Coceira Vaginal).

Ficará contagiosa durante cerca de cinco dias depois de as bolhas criarem crostas , o que pode demorar uma semana.

Depois de ser infectada, tendem a ocorrer recidivas posteriores durante as alturas em que a sua imunidade está a ser atacada: se não se sente bem, se está cansada ou sob estresse , por exemplo.

As mulheres também podem constatar que as alteraçãoes hormonais desencadeiam um acesso perto da altura da menstruação.

Se tiver episódios regulares , não poderá ter relações sexuais sem protecção , o que vai limitar as alturas em que pode engravidar. Em outros aspectos , o herpes não compromete a sua fertilidade.

Tricomoniase

Esta IST, causada pelo organismo trichomonas vaginalis , não causa DIP . No entanto , além de provocar prurido e uma sensação de ardor vaginal e na uretra (e , no caso dos homens , dor ao urinar) , modifica a consistência do muco cervical, dificultando a passagem dos espermatozoides. Em resultado disso ,a fertilidade pode ser afectada.

Vaginose bacteriana: micoplasmose, ureaplasmose, gardnerela

Estas infecções bacterianas são causadas por organismos microscopios – mycoplasma hominis , ureaplasma urealyticum e gardnerella vaginallis – que se encontram nos tractos genito urinários dos homens e das mulheres.

Leia também: 13 Remédios Caseiros para Curar Vaginose Bacteriana

Em geral são inofensivas, mas por vezes proliferam e podem ser transmitidas de um parceiro para outro.

Estes organismos, que muitas vezes não apresentam sintomas , encontram-se em concentração mais elevada nos casais que têm problemas em conceber.

Também podem estar associadas á presença de outra IST.

Apesar de não causarem DIP nas mulheres, pensa-se que aumentam a hipótese de aborto espontâneo , e os homens com micoplasmose apresentam valores elevados de espermatozóides anómalos.

Uma vez que não são consideradas analises de rotina, poderá ter que pagar para fazer esse tipo de exame para detectar essas infecções, se anda a tentar conceber sem sucesso há já uns tempos , ou se sofreu um aborto espontâneo recentemente.

Um curto tratamento com antibióticos costumam eliminar estas infecções dentro de alguns dias , embora as doenças tenham tendência para recidivar.

Candidíase

Embora seja uma IST , a candidíase é um problema comum que afecta acima de tudo as secreções vaginais.

Se reparar que as suas secreções ficaram com mau cheiro ou lhe causam prurido ou incomodo , consulte o seu médico ,pois pode ter desenvolvido uma candidiase e isso pode dificultar as suas hipóteses de conceber.

A candidíase ocorre quando um fungo natural , a candida albicans , que existe no nosso corpo , prolifera .

Se não for tratada , pode reflectir-se na sua saúde em geral, fazendo com que se sinta cansada e esgotada, além de danificar a sua absorção de nutrientes essenciais .

A candidíase prospera com uma alimentação deficiente rica em açucar refinado , por isso uma das maneiras mais faceis de curar esta doença (além de usar cremes ou pessários antifúngicos) e de impedir o seu regresso é alimentar-se de forma saudavel e cortar nos açucares refinados sempre que possivel.

Saiba mais sobre a Candidíase Vaginal e as Suas Melhores Curas Naturais

Comer iogurte natural “vivo” lactobacillus acidophilus também pode ajudar a restabelecer a flora intestinal natural.

Atualizado em 13 Janeiro 2018

One Comment

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *


  1. Estou com uma coceira insuportável no pênis, uso citoconazol, mas não está adiantando a coceira a noite piora, já não sei mais o que fazer, pode me ajudar ?

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *



Seguir fotosantesedepois.com

Siga-nos na rede social Facebook e receba dicas sobre os temas de saúde mais atuais.

Facebook Fotos Antes e Depois
Receber Dicas de Saúde?

Se está interessado/a em receber no seu Email, dicas de saúde, remédios caseiros..., subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

© 2018 Fotos Antes e Depois | Politica de Privacidade