Causas do ataque cardíaco, prevenção e como evitar
Fotos Antes e Depois

Causas do Ataque Cardíaco

Atualizado em 13 Janeiro 2018

Um ataque cardíaco tem como causas ou resulta do não funcionamento momentâneo de uma parte do músculo cardíaco por obstrução (entupimento) de artéria coronária que fornece sangue a essa parte do coração. Uma das principais causas da paragem (e do risco de morte) do músculo cardíaco é a aterosclerose, também designada por endurecimento das artérias. Esta patologia está associada à acumulação de placa ou gordura no interior dos vasos sanguíneos.

A angina de peito está associada às dores que surgem no peito quando o vaso sanguíneo ainda não está completamente obstruído pela placa. Nesta situação, apenas uma pequena quantidade de sangue consegue passar pelo vaso sanguíneo. O músculo, por seu turno, provoca dores, embora ainda não tenha parado. Quando a placa (aterosclerótica) se fractura na sua superfície (ruptura de placa) existe formação de coágulo sanguíneo para selar a ruptura, coágulo este que pode obstruir completamente o vaso. Quando o músculo cardíaco permanece sem sangue durante demasiado tempo (geralmente mais de 20 a 30 minutos), o músculo corre o risco de morte.

Prevenção – Há algo que se possa fazer para evitar um ataque cardíaco?

Alguns ataques cardíacos podem ser evitados, mas outros não. Existem factores de risco que aumentam as probabilidades de um ataque cardíaco. Alguns dos factores de risco podem ser controlados. Outros, porém, não podem ser alterados.

Factores de risco que não podem ser controlados:

Hereditariedade: Algumas famílias parecem ser mais propensas a sofrer de doença cardíaca do que outras.

Idade: As probabilidades de morte após um ataque cardíaco aumentam à medida que se envelhece.

Sexo (masculino ou feminino): As mulheres têm menos probabilidades de sofrer um ataque cardíaco antes da menopausa. Após a menopausa, o risco de uma mulher ter um ataque cardíaco é aproximadamente equivalente ao de um homem da mesma idade.

Factores de risco que podem ser controlados: Poderá não conseguir controlar os factores de risco previamente citados. É por isso que se torna muito importante manter os seguintes factores sob controlo.

Tabagismo: A nicotina dos cigarros faz com que os vasos sanguíneos do coração se contraiam (apertem). Se já existir placa no interior do vaso, esse espasmo poderá impedir o afluxo de sangue ao coração, o que poderá provocar a morte do músculo cardíaco.

Hipertensão arterial: A pressão arterial é a medida da pressão que é necessária para que o coração bombeie o sangue através dos vasos sanguíneos. Se a sua pressão arterial permanecer elevada, o coração ver-se-á obrigado a esforçar-se demasiado. Com o decorrer do tempo, a hipertensão arterial poderá originar um ataque cardíaco.

Alimentação: Uma alimentação com um elevado teor de gordura e sal pode provocar aterosclerose no interior dos vasos cardíacos, assim como excesso de peso. Uma alimentação com um baixo teor de gordura e sal e rica em fruta e legumes ajuda a diminuir as probabilidades de um ataque cardíaco.

Stress: Uma vida com muito stress aumenta a tensão no coração e o risco de ataque cardíaco. Possivelmente, não conseguirá eliminar todas as fontes de stress. Porém, diminuir o stress melhora a saúde de diversas formas.

Exercício: A prática moderada de exercício físico durante 15 a 30 minutos por dia pode melhorar a sua saúde de diversas formas. O exercício diminui a quantidade de gordura no sangue e aumenta a resistência ao esforço físico. O exercício pode, inclusivamente, diminuir a quantidade de sangue necessária ao coração durante a actividade física.

Diabetes: Se tiver diabetes, é muito importante que a mantenha sob controlo. Controlar o peso, a tensão arterial e a diabetes diminui o risco de ataque cardíaco.

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *



Seguir fotosantesedepois.com

Siga-nos na rede social Facebook e receba dicas sobre os temas de saúde mais atuais.

Facebook Fotos Antes e Depois
Receber Dicas de Saúde?

Se está interessado/a em receber no seu Email, dicas de saúde, remédios caseiros..., subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

© 2018 Fotos Antes e Depois | Politica de Privacidade