Ataque de pânico - Sintomas, causas, tratamento, diagnóstico
Fotos Antes e Depois

Ataque de Pânico (terror, paranóia, perda de controlo, sensação de catástrofe)

Um ataque de pânico é um período de tempo que se inicia de forma súbita com intensa apreensão, medo ou terror, frequentemente associados com sensações de catástrofe iminente. É uma sensação de grande medo ou perigo. Um ataque pode durar alguns minutos ou horas. Poderá não haver uma causa específica para se sentir assim. Habitualmente, os ataques podem ser tratados com aconselhamento e medicamentos. Se se tornarem bastante graves, poderão impedir que as pessoas que deles padecem tenham uma vida normal.

Causas do ataque de pânico

Os ataques de pânico podem acontecer sem razão aparente. Mas por vezes são provocados pelo stress ou por problemas de saúde. Alguns medicamentos podem provocar o primeiro ataque. Se já se sentiu bastante assustado algures no passado, a memória dessa situação pode provocar um ataque, sendo aquilo que se designa por “generalização do estímulo”.

Sinais e sintomas dos ataques de pânico

Um ataque de pânico pode ser confundido com problemas cardíacos ou com outras doenças. A adrenalina é um químico produzido quando o corpo pensa estar em perigo. Provoca muitas das alterações sentidas durante um ataque de ansiedade. Poderá sentir um dos sintomas ou alterações corporais seguintes:

Respiração ou batimento cardíaco acelerados.
Tonturas ou atordoamento.
Sensação de perda de controlo e consequente acto embaraçoso.
Medo de morrer.
Sensação de estar fora do alcance das pessoas ou dos objectos que o rodeiam.
Secura na boca.
Náuseas (enjoos).
Diarreia (fezes líquidas).
Dormência ou mãos a latejar.
Suores.

Diagnóstico

Ataque de início súbito, frequentemente acompanhado por uma sensação de perigo ou catástrofe iminente e por um impulso de fuga, com o propósito de pôr um fim aos sintomas.

Riscos e Complicações dos ataques de pânico

Desenvolvimento de agorafobia ou depressão com consequente incapacidade.

Tratamento para ataques de pânico:

Poderá ter de receber psicoterapia. Esta poderá ajudá-lo a compreender o que está a provocar a ansiedade ou medo. Os terapeutas poderão ajudá-lo a aprender exercícios de relaxamento. Frequentemente serão necessários medicamentos para tratar a ansiedade ou depressão. Se não receber tratamento para os seus ataques de ansiedade poderá desenvolver outros problemas, como agorafobia, depressão ou abuso de substâncias como álcool ou calmantes.

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *



Seguir fotosantesedepois.com

Siga-nos na rede social Facebook e receba dicas sobre os temas de saúde mais atuais.

Facebook Fotos Antes e Depois
Receber Dicas de Saúde?

Se está interessado/a em receber no seu Email, dicas de saúde, remédios caseiros..., subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

© 2018 Fotos Antes e Depois | Politica de Privacidade