Como Baixar os Níveis de Hemoglobina Glicada (A1C) Naturalmente

Através da leitura dos níveis de hemoglobina glicada (A1c) é possível determinar se os níveis de açúcar no sangue se encontram sob controlo.

Ou seja, trata-se de um exame de sangue que analisa os níveis de glicose, medindo a quantidade de hemoglobina glicosilada presente no sangue.

Geralmente, valores acima dos 7% não são interpretados como um sinal positivo.

Se tem como objectivo reduzir naturalmente os seus níveis de hemoglobina glicada (A1c), recomenda-se que consuma regularmente produtos como como o vinagre de cidra maçã, canela, nozes e açafrão-da-índia.

Como Baixar Os Níveis De Hemoglobina Glicada (A1C) Naturalmente

O consumo destes alimentos deverá sempre ser complementado com uma boa rotina de exercício físico regular.

Os testes de hemoglobina glicada (A1c) têm como objectivo calcular a média dos níveis de açúcar no sangue dos últimos 3 meses, de modo a determinar se tem conseguido controlar eficazmente a diabetes.

Valores muito elevados constituem um indicador de que deverá rever o seu regime de administração dos níveis de glicose no sangue, de modo a controlá-los mais eficientemente.

Ainda que seja possível amenizar o problema através de medicação, existem também alternativas naturais bastante viáveis.

Quais são os níveis normais de hemoglobina glicada (A1c)?

Níveis De Hemoglobina Glicada (A1C)

O açúcar tem a capacidade de se anexar às proteínas do sangue, incluindo a hemoglobina, presente nos glóbulos vermelhos, mantendo-se agregado aos mesmos durante todo o seu ciclo de vida.

A razão pela qual o teste hemoglobina glicada (A1c) calcula os níveis de açúcar presentes no sangue durante os últimos 3 meses é porque a esperança de vida de cada glóbulo vermelho varia entre os 100 dias e os 3 meses.

– O nível ideal de hemoglobina glicada (A1c) deverá ser 5,7% ou inferior.

– Pré-diabéticos poderão apresentar níveis entre os 5,7% e os 6,4%, o que significa que estão em risco de desenvolvimento de diabetes tipo 2. Quem apresente estes valores deverá submeter-se a testes anuais para verificar um ponto da situação.

– Valores acima de 6,5% indicam que é bem possível que já tenha diabetes tipo 2. Neste caso, deverá submeter-se aos exames necessários para a avaliação da situação.

– Caso já tenha sido diagnosticado com diabetes tipo 2, recomenda-se que faça o teste A1c duas vezes por ano e tente manter os níveis abaixo dos 7%.

É importante notar que, para algumas pessoas, níveis um pouco mais elevados podem ser considerados aceitáveis, uma vez que os valores normais poderão variar consideravelmente de individuo para individuo.

Em certos casos, níveis muito reduzidos de hemoglobina glicada (A1c) poderão representar taxas anormalmente baixas de açúcar no sangue, também conhecido como hipoglicemia, o que pode comportar consigo diversos riscos para a saúde.

Para quem se encontra numa das seguintes categorias valores entre os 7 e os 8% poderão ser considerados aceitáveis:

– Indivíduos que sofram de hipoglicemia em estado muito avançado

– Diabéticos de longa data que não consigam reduzir os seus níveis

– Quem sofra de problemas dos nervos ou doenças crónicas renais e/ou cardíacas resultantes da diabetes

– Pessoas com uma esperança de vida limitada

Formas naturais de reduzir os níveis de hemoglobina glicada (A1c)

Alimentos Para Baixar Os Níveis De Hemoglobina Glicada (A1C) Naturalmente

Estudos indicam que a manutenção dos níveis de A1c abaixo dos 7% poderá ajudar a reduzir drasticamente as probabilidades de de vir a experienciar complicações resultantes da diabetes tipo 2.

Se quer efectuar este controlo da forma mais natural possível e sem ter de recorrer a qualquer tipo de medicação, então siga as seguintes dicas:

Baixar os níveis de hemoglobina de forma progressiva

Este é um processo que requer alguma paciência.

Ainda que as soluções aqui descritas se possam revelar muito eficazes, não verificará mudanças expressivas do dia para a noite.

É importante não se deixar desencorajar, e fazer os possíveis para se manter fiel a um estilo de vida passível de favorecer a preservação de um bom estado saúde, ainda que os resultados demorem para se manifestar significativamente.

Idealmente, deverá manter esta rotina por 3 meses, o que coincide com o tempo de vida dos glóbulos vermelhos.

Testes deverão ser efectuados antes de iniciar este regime e também 3 meses depois.

Torne-se mais ativo

Qualquer tipo de actividade física poderá ajudá-lo a reduzir os níveis de glicose no sangue e, consequentemente, também os níveis de HbA1c.

Pondere actividades físicas como a ioga, caminhada, levantamento de pesos, natação, ou qualquer outra actividade da qual retire prazer, uma vez que o simples acto de se manter activo já fará maravilhas pela sua saúde.

Em vez de conduzir, caminhe. Em vez de utilizar o elevador, utilize as escadas.

Estas pequenas mudanças no seu estilo de vida poderão fazer toda a diferença, uma vez que qualquer tipo de actividade aeróbica exerce um efeito bastante favorável no fluxo sanguíneo e na administração de insulina.

O recomendado é, pelo menos, meia hora de exercício diário, 5 vezes por semana.

Alimente-se de forma mais natural

Evite alimentos processados e aposte em alternativas mais naturais, que apresentem um índice glicêmico mais baixo, como é o caso de verduras, frutas, proteínas magras e peixes dotados de gorduras saudáveis.

Evite, também, cereais refinados e invista mais em alimentos integrais.

Consuma canela

Canela

A canela revela-se capaz de reduzir significativamente os níveis de HbA1c no espaço de poucos meses.

Um estudo já testou as capacidades da canela neste campo, confirmando que pacientes de diabetes tipo 2 que consumiram 1 grama de canela diariamente durante 90 dias verificaram uma redução expressiva nos seus níveis de HbA1c.

Aposte no feijão

Adicionar mais feijão à sua dieta constitui uma forma simples e deliciosa de adicionar mais fibras à sua rotina alimentar, e assim aumentar a sensação de saciedade.

Isto ajudá-lo-á a comer menos e a não sucumbir tão facilmente à tentação de exagerar nos doces e alimentos altamente calóricos.

Os feijões representam, também, uma excelente fonte de proteína à qual poderá ter acesso sem para isso ter também de ingerir quantidades excessivas de gorduras saturadas, tipicamente presentes em carnes.

Ao revelarem-se tão úteis no processo de perda de peso, os feijões acabam também por contribuir para a redução dos níveis de açúcar no sangue.

Utilize mais açafrão-da-terra

O açafrão-da-terra (cúrcuma, turmérico, açafrão-da-índia) destaca-se pela presença de curcumina na sua composição, um ingrediente activo particularmente conhecido pelas suas poderosas propriedades anti-diabéticas.

Em estudos realizados, doses diárias de 300 mg ao longo de um período de 3 meses revelaram-se bastante eficazes na redução dos níveis de hemoglobina glicada (A1c), estabelecendo assim o açafrão como um produto de grande utilidade para diabéticos.

Experimente vinagre de maçã (cidra)

Vinagre De Maça

O consumo diário de vinagre de cidra de maçã poderá exercer um efeito controlador nos seus níveis de açúcar no sangue.

Isto, de acordo com um estudo que concluiu que apenas duas colheres de sopa deste vinagre, duas vezes ao dia, em conjunto com as refeições, durante um período de 3 meses, é o suficiente para baixar eficazmente os níveis de hemoglobina glicada (A1c).

Poderá consumir o vinagre ao natural ou simplesmente utilizá-lo como tempero para saladas ou pratos de carne e peixe.

Consuma sementes de linhaça

Sementes De Linhaça

As lignanas presentes na linhaça já há muito que são conhecidas pelo seu efeito positivo nos níveis de açúcar no sangue.

Isto é suportado por estudos que confirmam que o consumo diário de 360 mg de lignana proveniente da linhaça durante um período de 3 meses é o suficiente para se verificar melhorias expressivas nos níveis de HbA1c.

Consuma frutas cítricas

Mandarina

As frutas cítricas constituem excelentes fontes de vitamina C, conhecida pelas suas propriedades anti-inflamatórias.

Adicionalmente, esta vitamina auxilia, também, na redução dos níveis de açúcar no sangue em diabéticos.

Portanto, uma boa forma de controlar e prevenir a diabetes tipo 2 é através de um consumo mais regular de frutas como a laranja, lima, limão e toranja.

Aposte no iogurte

Iogurte Natural é Rico Em Probióticos

A vitamina D e os probióticos presentes no iogurte grego natural também podem auxiliar na redução dos níveis de hemoglobina glicada (A1c).

De acordo com estudos realizados neste âmbito, um iogurte fortificado com 500 IU de vitamina D poderá, quando consumido duas vezes por dia durante 3 meses, levar à redução dos níveis de HbA1c.

Até um simples iogurte probiótico poderá fazer a diferença, caso seja consumido em quantidades de 300 g por dia durante 6 semanas.

Frutos secos

Frutos secos como as amêndoas e as nozes apresentam um elevadíssimo teor de fibra, potenciando assim a sensação de saciedade e prevenindo diversos tipos de problemas cardíacos.

Estudos defendem ainda que quem pretende reduzir os níveis de hemoglobina glicada (A1c), poderão fazê-lo através do consumo de 25 g de pistácio duas vezes ao dia durante um período de 3 meses.

É importante, no entanto, consumir estes alimentos com muita moderação, uma vez que são altamente calóricos.

Segurança em primeiro lugar

Se tem por objectivo reduzir rapidamente os níveis de hemoglobina glicada (A1c) da forma mais natural possível e sem recorrer a medicação, é importante fazê-lo muito cautelosamente.

Isto é especialmente importante para quem já sofre de diabetes ou pré-diabetes.

Caso seja este o seu caso, nunca deixe de tomar medicação que já lhe tenha sido prescrita e não leve a cabo qualquer tipo de alteração drástica na sua rotina alimentar sem antes se aconselhar junto do seu médico.

Referências

https://diabetes.ucsf.edu/sites/diabetes.ucsf.edu/files/HgbA1c%2011%2024%2009_0.pdf
https://medlineplus.gov/a1c.html
https://www.niddk.nih.gov/health-information/diabetes/overview/tests-diagnosis/a1c-test
http://www.diabetes.org/living-with-diabetes/recently-diagnosed/where-do-i-begin/getting-active.html
http://www.diabetes.org/living-with-diabetes/recently-diagnosed/where-do-i-begin/aerobic-activity.html
http://www.diabetes.org/food-and-fitness/food/what-can-i-eat/making-healthy-food-choices/?loc=ff-slabnav
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19734396
http://advances.nutrition.org/content/1/1/17.full
http://www.diabetes.org/living-with-diabetes/recently-diagnosed/where-do-i-begin/weight-loss.html
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26088351
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/labs/articles/22930403/
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19269707
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2048577/

O que Procura?

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *