Banguecoque (capital da Tailândia)

Viagem a Banguecoque – A cidade dos Budas dourados

Banguecoque gira em torno da água. A capital da Tailândia está situada nas margens do Chao Phraya, o “Rio dos Reis”, e um cruzeiro pelo rio será, provavelmente, a melhor forma de descobrir os encantos da cidade. O Palácio Real e o Buda Esmeralda, bem como a capela de Wat Arun (Templo do Amanhecer) são locais de indispensável visita. Ao longo do rio as margens fervilham de actividade, com barcaças e canoas que transportam produtos e gentes, uma visão que nos lembra os tempos coloniais, quando Joseph Conrad poderia ser visto a tomar Gin no Hotel Oriental.

Locais a não perder:
– O palácio Aphisek Dusit
– A Mansão Vimanmek, o maior edifício do mundo em teca dourada
– O Museu Nacional
– Ayutthaya, a antiga capital a 70 km de Banguecoque
– O estádio de Lumphini e os combates de “Muay Thai”, o “boxe tailandês”.

Khorat – As maravilhas do império Khmer
A pequena aldeia de Ban Chiang, no nordeste da Tailândia, viu nascer nos anos 70 as ruínas da antiga Nakhon Ratchasima, mas conhecida por Khorat. Há cerca de 1000, anos Khorat fazia parte do Império Khmer, cuja capital era a lendária Angkor (Vietname). As escavações arqueológicas levadas a cabo nos anos na década de 70 trouxeram à luz as riquezas arqueológicas de uma civilização da Idade do Bronze que floresceu há mais de 5000 anos. Ban Chiang é hoje Património Mundial da UNESCO, sendo possível ao visitante admirar inúmeras riquezas arqueológicas e arquitectónicas, como os templos de Psasat Hin (castelo de pedra) e Phanom Rung. Na região poderá ainda visitar os parques nacionais de Khao Pai, Phu Kradung, Phu Rua e Kaeng Tana, cada um com paisagens, fauna e flora distintas e variadas.

Chiang Mai – Montanhas, Magia e Mistério
Nesta região montanhosa o clima é temperado, com manhãs húmidas envoltas em mistério e frescas noites de Inverno. Chiang Mai, a antiga capital do Reino de Lanna, situa-se a menos de uma hora de avião de Banguecoque, e distingue-se pela sua arquitectura religiosa, gastronomia, festivais (nomeadamente o Songkran, o Ano Novo Tailandês, celebrado em Abril), tradições, artesanato e usos e costumes muito próprios.

Os passeios de elefante e as visitas às aldeias de tribos da montanha são algumas das atracções que a visita do exuberante vale de Chiang Mai lhe trará. A norte de Chiang Mai, situa-se a região do famoso Triângulo Dourado, onde convergem as fronteiras da Tailândia, Laos e Birmânia, onde vivem, a mais de 2500 metros de altitude, exóticas tribos de montanha que.

Em Chiang Mai poderá ainda visitar Sukhothai, berço do primeiro reino tailandês independente, declarada Património Mundial pela UNESCO. Nesta imensa cidade imperial, ruínas do século XIII são dominadas por enormes budas de pedra, bem ao estilo thailandês. Sukhotai é o cenário do festival de Loi Krathong (Festival das Luzes), que se realiza anualmente em Novembro.

Phuket e Samui – A ‘praia’ perfeita ao Sul
A pouco mais de uma hora de Banguecoque, Phuket é internacionalmente conhecida pelas suas fantásticas praias e excelente marisco. Situada no Golfo da Tailândia, no Mar de Andamen, Pukhet concentra grande parte da oferta turística local. A costa é caracterizada por praias de areia finíssima, orladas por florestas, onde despontam complexos turísticos luxuosos, campos de golfe e estâncias ideais para a prática da pesca, do mergulho submarino e da vela.

Nas províncias vizinhas de Krabi e Phang Nga encontramos um maravilhoso ecossistema de ilhas tropicais, com ricos jardins subaquáticos de corais e coloridos peixes tropicais. Na baía de Phang Nga o visitante pode ainda visitar pântanos de mangue, pequenas ilhas vulcânicas e caves rochosas com estalactites gotejantes de uma beleza extrema. Samui, também a sensivelmente uma hora de Banguecoque, com as suas palmeiras e relevo montanhoso, é a maior de um arquipélago que inclui o famoso Parque Nacional Marítimo de Ang Thong. Praias, alojamento de custo médio, ‘bungalows’ de praia e muita animação nocturna, fazem de Samui o destino mais jovem destas paragens.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 4:13 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)